in ,

Os 9 Tipos de Inteligência Humana- Descubra a Sua

A inteligência humana pode ser resumida em comportamentos adaptativo, ou seja, você não é inteligente só quando se descobre uma teoria nova de física ou uma nova fascina.

A nossa inteligência se forma no conjunto de atitudes e formas de resolver situações do dia a dia. Você pode até se especializar em algo, mas todo o resto conta.

Então fique tranqüilo se você não for um grande cientista, você tem um grande cérebro que deve ser exercitado.

Esse artigo no Dicas de Menina, traz uma abordagem sobre os tipos de inteligência, então fique até o final para fazer o seu teste.

9 Tipos De Inteligência Teste

A teoria da inteligência Múltipla não é novidade, ela foi desenvolvida pelo psicólogo Howard Gardner.

Os estudos mostram que o nosso cérebro tem vários tipos de inteligência, então fique tranquila se você não vai bem nas aulas de matemática ou de português.

Somos um conjunto de fatores, além de ter a capacidade de aprender e praticar sempre, qualquer assunto.

Embora temos essa capacidade de exercitar o nosso cérebro, uma pessoa terá sempre mais facilidade em algo que outra.

Isso não significa que uma pessoa é mais inteligente que outra, crianças são como esponjas para o aprendizado.

É mais fácil incluir novidades para elas absorverem, isso porque o cérebro está em programação inicial.

Diferente de um adulto que já foi programado, e estamos em constante reprogramação, então é errado dizer que alguém é mais inteligente que outro.

Além do fator externo, nossas habilidades e praticas vão depender e muito do que nos for passado.

Para Gardner podemos classificar como: Inteligência Matemática: A capacidade de confrontar e avaliar objetos e abstrações, discernindo as suas relações e princípios subjacentes.

Habilidade para raciocínio dedutivo e para solucionar problemas matemáticos. Cientistas possuem esta característica.

Inteligência Linguística: Caracteriza-se por um domínio e gosto especial pelos idiomas e pelas palavras e por um desejo em os explorar. É predominante em poetas, escritores, e linguistas.

Inteligência Musical: Identificável pela habilidade para compor e executar padrões musicais, executando pedaços de ouvido, com ritmo, timbre, só escutando e reproduzindo.

Pode estar associada a outras inteligências, como a linguística, espacial ou corporal-cinestésica. É predominante em compositores, maestros, músicos e críticos de música.

Inteligência Espacial: Expressa-se pela capacidade de compreender o mundo visual com precisão, permitindo transformar, modificar percepções e recriar experiências visuais até mesmo sem estímulos físicos.

É predominante em arquitetos, artistas, escultores, cartógrafos, geógrafos, navegadores e jogadores de xadrez, por exemplo.

Inteligência Corporal Cinestésica: Traduz-se na maior capacidade de controlar e orquestrar movimentos do corpo. É predominante entre atores e aqueles que praticam a dança ou os esportes.

Inteligência Intrapessoal: Expressa na capacidade de se conhecer, é a mais rara inteligência sob domínio do ser humano.

Está ligada a capacidade de neutralização dos vícios, entendimento de crenças, limites, preocupações, estilo de vida profissional, autocontrole e domínio dos causadores de estresse.

Inteligência Interpessoal: Expressa pela habilidade de entender as intenções, motivações e desejos dos outros. Encontra-se mais desenvolvida em políticos, religiosos e professores.

Inteligência Naturalista: Traduz-se na sensibilidade para compreender e organizar os objetos, fenômenos e padrões da natureza, como reconhecer e classificar plantas, animais, minerais. É característica de biólogos e geólogos, por exemplo.

Inteligência Existencial: Investigada no terreno ainda do “possível”, carece de maiores evidências. Abrange a capacidade de refletir e ponderar sobre questões fundamentais da existência. Seria característica de líderes espirituais e de pensadores filosóficos.

Tipos De Inteligência Emocional

A inteligência emocional está na moda o termo, mas ainda é pouco praticada. Nada mais é do que o equilíbrio, saber se controlar e aproveitar melhor cada momento.

Você com certeza não escolhe ficar bravo, ansioso, depressivo, mas isso pode acontecer de forma inconsciente.

E por varias vezes não conseguimos controlar e depois vem o arrependimento. A inteligência emocional, trata justamente essa parte de agir sem pensar.

Se você já tem uma personalidade mais analítica, calma, observadora, provavelmente consegue controlar melhor suas emoções e pensar antes de agir.

O que ocorre é que o nosso lado emocional do cérebro funciona mais rapidamente do que o lado racional.

Assim, enquanto estamos agindo no calor da emoção, nossa razão ainda está processando o fato e analisando.

A intenção de controlar essa emoção é entender como o seu cérebro funciona, se você é mais descontrolada, precisa aprender a conciliar o lado emocional com o racional.

Nós alimentamos o nosso cérebro como um computador e programamos para diversas reações, isso desde que nascemos então entenda os pilares dessas emoções.

Conhecer as próprias emoções: O primeiro passo é se conhecer, analisar suas emoções e as ações que você faz em resposta aos estímulos.

Esse controle é um processo lendo e vai variar de pessoa para pessoa, então não fique se comparando, foque em você.

Para ficar melhor ponha essas emoções no papel, essa pratica possibilita que você materialize o que está sentindo e fica mais fácil de analisar.

Você precisa Controlar As Emoções: Depois de por situações corriqueiras no papel e suas emoções, tenha em mente que todos nós passamos por momentos estressantes na vida, ou nos sentimos ansiosos por algum motivo.

Aprender a lidar com as emoções é a chave para o equilíbrio e uma saúde mental melhor.

Você deve evitar pensar de imediato em um resultado negativo. Seja otimista e realista. Procure todas as saídas e possibilidades, ai separa o que for melhor.

Procure a sua motivação: Praticas como levantar de manhã, precisam de um sentido real, se você manter uma motivação real, isso vai te ajudar no foco.

E quando estamos com um objetivo claro, é mais difícil sair do eixo. Além de manter o bom humor sabendo que está chegando a algum lugar.

Empatia: Se ponha no lugar do outro, respeite as emoções e entenda o que está acontecendo, é importante ter boas relações, guiando as emoções dos outros.

Você pode repetir em voz alta que passa por dificuldades, assim como milhões de outras pessoas, que tem problemas e que nada é fácil.

Você já tem uma motivação clara para os seus dias, e já pode traçar pequenas metas, isso estimula o seu cérebro e dá um retorno de satisfação.

Com a pratica da inteligência emocional você consegue benefícios incríveis como: diminuir a ansiedade e estresse; diminuir discussões; melhorar relacionamentos; terá mais empatia pelo outro; mais equilíbrio emocional, entre outros.

Além claro da autoconfiança e auto-estima em dia, isso vai elevar o seu nível de satisfação pela vida, mesmo em meio às dificuldades.

Inteligência Subceptiva

A característica dessa inteligência conhecida como subceptiva é exclusiva de praticas espirituais. Não importa qual, mas representa que o ser humano não tem só o lado racional.

Nós como seres humanos temos varias fases e somos multifacetados, temos a capacidade de desenvolvimento físico e cognitivo.

O pai das múltiplas inteligências foi o responsável por apresentar essas variações entre as aptidões que temos.

Além das inteligências já apresentadas, temos estudos mais recentes trazendo a inteligência criativa, inovadora, subceptiva, multifocal, estratégica, cultural, política, intuitiva e social.

Essas variações de inteligências só provam o quanto o ser humano pode ser versátil e não podemos nos comparar uns com os outros.  

Inteligência Existencial

Entre as teorias de Gardner, a mais importante é reconhecer que nenhum tipo de inteligência é superior a outra.

Tenha a certeza disso e não se compare com outras pessoas, cada indivíduo deve identificar as suas aptidões e limitações.

Respeito você em primeiro lugar e mantenha o foco, assuma suas dificuldades e o que puder melhorar, faça.

A inteligência lógica tem aptidão para lidar com operações matemáticas e abordagens lógicas.

Esse tipo de inteligência implica em boas habilidades dedutivas que permitem que o indivíduo reconheça padrões e tendências com facilidade.

A inteligência linguística está associada à habilidade de usar palavras e linguagem de forma efetiva.

Isso envolve a articulação de argumentos e discursos de forma clara e direta, capaz de transmitir uma mensagem ou atingir objetivos através da fala.

Pessoas com inteligência linguística conseguem expressar ideias e conceitos complexos com facilidade.

Por isso, essa inteligência é facilmente observável em escritores, poetas, jornalistas, palestrantes e outros tipos de oradores, especialmente políticos.

A inteligência visual-espacial consiste na aptidão em visualizar e entender o mundo em três dimensões. Esse tipo de inteligência é comum entre pessoas com imaginação muito ativa.

Raciocínio espacial: capacidade de imaginar coisas em três dimensões. Muitas pessoas, ao imaginar algo, pensam no objeto somente de um ponto de vista.

O raciocínio espacial permite que o indivíduo seja capaz de projetar mentalmente coisas a partir de vários pontos de vista.

Imagens mentais: capacidade de imaginar representações do mundo físico de forma fiel, mesmo que baseadas em memórias antigas.

Manipulação de imagens: capacidade de imaginar com clareza o resultado de alterações eventualmente executadas. Muitas pessoas têm dificuldade em imaginar se algo ficaria melhor com outra cor, tamanho, forma, acessório, etc.

Habilidades artísticas: capacidade de criar arte a partir da aptidão visual-espacial, como esculturas e pinturas.

A inteligência corporal-cinestésica está relacionada ao uso eficiente do corpo. Manifesta-se geralmente na forma de coordenação motora, coordenação óculo manual e pedal e coordenação entre mente e corpo.

Pessoas com alta inteligência corporal-cinestésica tendem a possuir objetivos relacionados ao corpo, toques e movimentos, e frequentemente apreciam atividades físicas.

Devido à alta coordenação entre mente e corpo, indivíduos com esse tipo de inteligência possuem interesse por atividades que exigem aperfeiçoamento.

A inteligência musical é a capacidade de compreender e identificar tons, timbres, ritmos e outros elementos relacionados ao som.

A inteligência musical permite que o indivíduo crie, reproduza e reconheça elementos sonoros com facilidade, além de notar sons que outras pessoas não notariam.

A inteligência interpessoal é aptidão para compreender e interagir com outras pessoas de forma efetiva.

A inteligência interpessoal envolve a atenção e sensibilidade para notar o humor, sentimentos e temperamento de outras pessoas, bem como a facilidade em entender os outros.

A inteligência intrapessoal é a habilidade de conhecer a si mesmo, respeitando seus próprios sentimentos, desejos, limitações e motivações.

A inteligência intrapessoal consiste no autoconhecimento capaz de redirecionar planejamentos para a vida. Isso implica também em uma apreciação e respeito pela condição humana.

A inteligência naturalista consiste na facilidade em entender a natureza e seus elementos, sejam vivos ou não vivos. Isso inclui a compressão de animais, plantas, chuva, mar, terra, etc.

A inteligência naturalista é muito comum em botânicos, biólogos, agricultores, guardas-florestais, caçadores, etc.

A inteligência existencial consiste na habilidade de entender questões profundas relacionadas à existência, ao sentido da vida e a temas espirituais.

Esse tipo de existência se manifesta através de um forte interesse por buscar respostas sobre esse tipo de assunto.

A inteligência existencial é muito comum em líderes espirituais, teólogos e filósofos.

Como Desenvolver Os Tipos De Inteligência

Agora já falamos das principais características e tipos conhecidos como inteligência do ser humano, vamos verificar qual se encaixa mais com você.

E aprenda como desenvolver essas capacidades cognitivas para aumentar ainda mais o seu potencial intelectual.

Tenha Atitudes Positivas: Manter a motivação, bom humor, é o segredo para quem deseja desenvolver melhor os seus tipos de inteligência.

Isso porque ter uma motivação, saber que podemos realizar varias coisas, faz com que nossa capacidade aumente e impulsiona a fazer sempre o melhor.

Saiba gerenciar bem o seu tempo: Ter o controle da sua rotina e das suas atividades faz com que você seja mais organizado e produtivo.

Para conquistar esse objetivo de forma eficiente, uma boa dica é manter um cronograma conforme a sua rotina, se precisa estudar, levar o filho na escola, tempo para exercícios etc. Mantenha a disciplina e pontualidade.

Aprenda algo novo: Novidade, conteúdos atrativos, vão exercitar o seu cérebro de forma pontual. Além de estimular a memória e a capacidade de associação. Desenvolvendo habilidades que podem garantir um diferencial para o seu currículo profissional e pessoal.

Cuide bem da saúde: O corpo e a mente trabalham em conjunto, cuidar bem dos dois é muito importante, garantindo uma qualidade de vida maior.

Por isso, não importa o quanto você é atarefado, procure comer o melhor possível, manter uma rotina leve de exercícios físicos e ter uma boa noite de sono.

Tudo O Que Você Precisa Saber Sobre Personalidades Feminina

Cortes de Cabelo Verão: Mais de 50 inspirações para você