in

Pole Dance: Benefícios, Preços e Significados!

Quem gosta de fazer exercícios, aprender novas coisas e se aventurar no mundo da dança, vai adorar conhecer um pouco mais do Pole Dance. Para quem não sabe, o termo significa “Dança do Cano” ou “Dança do Poste”, que inclusive também é popularmente conhecida como Barra Americana. O Pole Dance é uma modalidade de dança e Ginástica, que encanta cada vez mais a classe feminina. A sua origem se deu por volta da década de oitenta, na região da Inglaterra, e em Portugal ela chegou por volta de 2005, graças à Escola Círculo de Dança de Lisboa. Trata-se de um estilo de dança que envolve movimentos em torno de um poste ou uma espécie de barra Vertical. Quando falamos de Pole Dance, é comum que a primeira coisa que se passe pela nossa cabeça sejam os Clubes de Stripers, contudo, atualmente ele se tornou muito comum também nos cabarés e circos, na sua modalidade artística, onde o seu foco não gira mais em torno da apelação erótica. Aliás, é importante frisas que há variadas vertentes em torno do Pole Dance. Nos tempos mais antigos, ele era diretamente associado com as casas noturnas de Strip-tease, mas hoje esse cenário mudou. Atualmente há o Pole Dance Fitness, que tem o intuito de trabalhar específicos grupos musculares, mantendo o corpo do praticante em forma e também acabou tornando-se uma das várias opções de esportes para quem não gosta de ficar parado e cuida da saúde. Existe também a modalidade artística do Pole Dance, que tem foco maior nas acrobacias e ele é posto em prática em eventos de grandes espetáculos, em circos e assim por diante. E por fim, tem a modalidade mais conhecida pelas pessoas, que é nada mais nada menos do que o pole Dance Erótico, utilizado principalmente em ambientes como os Clubes de Stripers, e o seu foco sensual é atrair os olhares de quem assiste de uma forma bem erótica, e é a modalidade menos ginástica da dança, que vem acompanhada de performances de Strip-tease.

Quem gosta de fazer exercícios, aprender novas coisas e se aventurar no mundo da dança, vai adorar conhecer um pouco mais do Pole Dance. Para quem não sabe, o termo significa “Dança do Cano” ou “Dança do Poste”, que inclusive também é popularmente conhecida como Barra Americana.  

O Pole Dance é uma modalidade de dança e Ginástica, que encanta cada vez mais a classe feminina. A sua origem se deu por volta da década de oitenta, na região da Inglaterra, e em Portugal ela chegou por volta de 2005, graças à Escola Círculo de Dança de Lisboa.

Presente Para o Seu Parceiro

Sauna e Spa Familiar para Homens

Conheça >> www.spawellbeing.com.br.

Trata-se de um estilo de dança que envolve movimentos em torno de um poste ou uma espécie de barra Vertical.

Quando falamos de Pole Dance, é comum que a primeira coisa que se passe pela nossa cabeça sejam os Clubes de Stripers, contudo, atualmente ele se tornou muito comum também nos cabarés e circos, na sua modalidade artística, onde o seu foco não gira mais em torno da apelação erótica.

Aliás, é importante frisas que há variadas vertentes em torno do Pole Dance. Nos tempos mais antigos, ele era diretamente associado com as casas noturnas de Strip-tease, mas hoje esse cenário mudou.

Atualmente há o Pole Dance Fitness, que tem o intuito de trabalhar específicos grupos musculares, mantendo o corpo do praticante em forma e também acabou tornando-se uma das várias opções de esportes para quem não gosta de ficar parado e cuida da saúde.

Existe também a modalidade artística do Pole Dance, que tem foco maior nas acrobacias e ele é posto em prática em eventos de grandes espetáculos, em circos e assim por diante.

E por fim, tem a modalidade mais conhecida pelas pessoas, que é nada mais nada menos do que o pole Dance Erótico, utilizado principalmente em ambientes como os Clubes de Stripers, e o seu foco sensual é atrair os olhares de quem assiste de uma forma bem erótica, e é a modalidade menos ginástica da dança, que vem acompanhada de performances de Strip-tease.

Conheça mais sobre a Origem do Pole Dance

Para quem está pensando em começar a aprender o Pole Dance, é importante conhecer um pouco mais sobre tudo o que envolve esse tema. E para começar, iremos detalhar um pouco mais sobre a sua origem. 
Primeiramente, a dança teve a sua origem diretamente ligada à prática do Mallakhamb, que significa “Homem de Força”. Para que nunca ouviu falar, o Mallakhamb é uma modalidade de Ioga, que se pratica em uma espécie de poste de madeira, que inclusive tem cordas nele. É basicamente um tipo de Ginástica comum e tradicional do povo Indiano. 
Além disso, sua relação também está ligada com o Mallastambha, esporte onde lutadores na modalidade luta livre, ganhavam Massa muscular. Mallastambha significa “Ginástica do Pilar”, e era a técnica que os lutadores da antiguidade utilizavam para ganhar força física e músculos. Atualmente, esse esporte não é mais praticado. 
Mas apesar do Pole Dance estar ligado ao Mallakhamb, que mencionamos anteriormente, ele existe há mais de duzentos e cinquenta anos.  
A versão do Pole Dance que estamos familiarizados, surgiu em meados do ano de 1920, bem no auge da Grande Depressão Americana. Nesse período, os Tours Fairs Shows (Tours dos Circos), rodavam as cidades apresentando seus espetáculos para animar as multidões.  
Nesses espetáculos, existiam simultaneamente alguns shows que ocorriam de forma paralela, nas pequenas tendas que ficavam ao redor da Tenda principal circense. E inclusive, uma dessas tendas ganhou muita fama, pois nela ocorria o Show Erótico das Dançarinas Hoochi Coochi.
Essa palavra Hoochi Coochi, teve origem graças aos movimentos que tais dançarinas realizavam, com os seus quadris. Elas dançavam de forma sugestiva, em um palco de tamanho pequeno, na frente de milhares de pessoas que assoviam incessantemente. 
Como a Tenda era bem pequena, o poste que a segurava ficava bem na beirada do palco, e as dançarinas acabavam que se aproximando muito dele para poder dançar, até que começaram a dançar com o poste. 
Em vista disso, a dança do poste acabou se popularizando e existe até hoje, mas diferente dos tempos antigos, essa modalidade de dança é muito mais aceita pela sociedade do que naquele tempo. 
A prática do Pole Dance foi se desenvolvendo desde as tendas circenses que mencionamos, até os bares de Estilo Burlesque dos anos cinquenta. Falando de Registros, o primeiro que tivemos sobre o Pole Dance, está datado de 1968, onde ocorreu a performance de Belle Jangles, em um clube de Striptease Mugwump, na cidade de Oregon. 
A modalidade mais moderna do Pole Dance que conhecemos, começou a ter registro por volta dos anos oitenta, no território Canadense. Dentre o período dos anos 1960 e 1970, quase não ouve acontecimentos ligados a esse tipo de dança e até chegar 1980, poucos registros foram documentados, até que finalmente o Striptease e o Poledancing ganharam popularidade no Canadá e nos Estados Unidos. 
Com o passar dos anos, foram surgiram diversos outros tipos de danças, onde alguns tinham focos bem mais imorais do que o próprio Pole Dance em si. Em vista disso, foi difícil e demorado serem aceitos pela sociedade e ter seu devido respeito. 
Danças como Ballet, Salsa, Tango e a Dança do Ventre, antes de serem efetivamente reconhecidas, eram encaradas como meio de luxúria e conteúdo sexual. Por muitos anos elas foram criticadas. 
Se formos observamos a história do Ballet, por exemplo, muitos criticavam pois acreditava-se que era proibido que a população feminina dançasse, apesar de não ter nenhum registro nas escrituras que confirmem isso. 
O Tango, por exemplo, surgiu em solo Francês, mas acabou se desenvolvendo na região da Argentina, por intermédio de uma modalidade de Autoexpressão que exalava rebeldia. Ele teve sua origem nos famosos Bordéis de Buenos Aires. 
Na década de noventa, a Canadense Fawnia foi vista praticando o Pole Dance, e ela trouxe essa realidade para todos os tipos de mulheres. Graças a ela, a modalidade de dança começou a ser vista como uma maneira de manter o corpo em forma. Aliás, foi a canadense que deu origem ao primeiro DVD que explicava e instruía à prática de Pole Dance nas versões Fitness e de Dança.
Em meados dos anos 2000, esse tipo de Dança se desenvolveu consideravelmente, onde surgiu diversas versões suas que iam desde ao mais exótico até o Fitness. Foi em 2006, que a modalidade Fitness ganhou mais predominância, e a mulherada começou a praticá-lo diariamente para a manutenção da boa forma e da saúde, inclusive se tornou bem comum comprar os postes e mantê-los em casa para a prática. 
O Famoso Cirque Du Sollei também começou a usar diversas performances inspiradas nas técnicas de Pole Dance Chinesa. Homens também começaram a praticar a modalidade, apresentando inúmeros shows cheios de acrobacia ao redor do mundo. 
Talvez você se pergunte se há alguma diferença no Pole Dance Chinês e podemos responder isso a você: A única diferença é que o praticante deve estar cm sua pele coberta, pois o poste, nesse caso, é recoberto por um material mais áspero, que inclusive ajuda mais na fixação. 
No geral, quando o assunto é sobre a técnica e o movimento, o Pole Dance Chinês tem muita similaridade com o tradicional que já conhecemos, contudo, suas coreografias não apresentam tanta Fluência. 
Existem diversos outros tipos de movimentos acrobáticos circenses que lembram muito as técnicas utilizadas pelo Pole Dance. Dentre eles podemos mencionar a Corda Bamba e as Acrobacias feitas com o Tecido. 
Apesar nos dias de hoje existir uma maior aceitação das pessoas frente ao Pole Dance, infelizmente ainda sim, tem aqueles que relutem, mesmo quando a modalidade é Fitness. Muitos ainda não enxergam a prática como algo esportivo e de cuidados com a saúde. 
Mas apesar desse público que ainda não aceita, o Pole Dance é sim um meio de Atividade Física que podemos sim praticar, não só para cuidar da forma como para manter o nosso bem-estar mental. 
A modalidade deixou de ter caráter erótico exclusivamente, para assumir movimentos de Ginástica Corpórea, com movimentos cheios de liberdade, que misturam Ballet e Dança Contemporânea, com diversas posições e movimentos que são feitas dentro e fora da barra. 
Um dos diversos benefícios que a prática pode trazer na vida de alguém, é desenvolver a força dos membros, sejam eles superiores ou inferiores do nosso corpo, das costas e da região do abdômen, deixando os músculos bem firmes e cheios de resistência.

Para quem está pensando em começar a aprender o Pole Dance, é importante conhecer um pouco mais sobre tudo o que envolve esse tema. E para começar, iremos detalhar um pouco mais sobre a sua origem.

Primeiramente, a dança teve a sua origem diretamente ligada à prática do Mallakhamb, que significa “Homem de Força”. Para que nunca ouviu falar, o Mallakhamb é uma modalidade de Ioga, que se pratica em uma espécie de poste de madeira, que inclusive tem cordas nele. É basicamente um tipo de Ginástica comum e tradicional do povo Indiano.

Além disso, sua relação também está ligada com o Mallastambha, esporte onde lutadores na modalidade luta livre, ganhavam Massa muscular. Mallastambha significa “Ginástica do Pilar”, e era a técnica que os lutadores da antiguidade utilizavam para ganhar força física e músculos. Atualmente, esse esporte não é mais praticado.

Mas apesar do Pole Dance estar ligado ao Mallakhamb, que mencionamos anteriormente, ele existe há mais de duzentos e cinquenta anos.  

A versão do Pole Dance que estamos familiarizados, surgiu em meados do ano de 1920, bem no auge da Grande Depressão Americana. Nesse período, os Tours Fairs Shows (Tours dos Circos), rodavam as cidades apresentando seus espetáculos para animar as multidões.  

Nesses espetáculos, existiam simultaneamente alguns shows que ocorriam de forma paralela, nas pequenas tendas que ficavam ao redor da Tenda principal circense. E inclusive, uma dessas tendas ganhou muita fama, pois nela ocorria o Show Erótico das Dançarinas Hoochi Coochi.

Essa palavra Hoochi Coochi, teve origem graças aos movimentos que tais dançarinas realizavam, com os seus quadris. Elas dançavam de forma sugestiva, em um palco de tamanho pequeno, na frente de milhares de pessoas que assoviam incessantemente.

Como a Tenda era bem pequena, o poste que a segurava ficava bem na beirada do palco, e as dançarinas acabavam que se aproximando muito dele para poder dançar, até que começaram a dançar com o poste.

Em vista disso, a dança do poste acabou se popularizando e existe até hoje, mas diferente dos tempos antigos, essa modalidade de dança é muito mais aceita pela sociedade do que naquele tempo.

A prática do Pole Dance foi se desenvolvendo desde as tendas circenses que mencionamos, até os bares de Estilo Burlesque dos anos cinquenta. Falando de Registros, o primeiro que tivemos sobre o Pole Dance, está datado de 1968, onde ocorreu a performance de Belle Jangles, em um clube de Striptease Mugwump, na cidade de Oregon.

A modalidade mais moderna do Pole Dance que conhecemos, começou a ter registro por volta dos anos oitenta, no território Canadense. Dentre o período dos anos 1960 e 1970, quase não ouve acontecimentos ligados a esse tipo de dança e até chegar 1980, poucos registros foram documentados, até que finalmente o Striptease e o Poledancing ganharam popularidade no Canadá e nos Estados Unidos.

Com o passar dos anos, foram surgiram diversos outros tipos de danças, onde alguns tinham focos bem mais imorais do que o próprio Pole Dance em si. Em vista disso, foi difícil e demorado serem aceitos pela sociedade e ter seu devido respeito.

Danças como Ballet, Salsa, Tango e a Dança do Ventre, antes de serem efetivamente reconhecidas, eram encaradas como meio de luxúria e conteúdo sexual. Por muitos anos elas foram criticadas.

Se formos observamos a história do Ballet, por exemplo, muitos criticavam pois acreditava-se que era proibido que a população feminina dançasse, apesar de não ter nenhum registro nas escrituras que confirmem isso.

O Tango, por exemplo, surgiu em solo Francês, mas acabou se desenvolvendo na região da Argentina, por intermédio de uma modalidade de Autoexpressão que exalava rebeldia. Ele teve sua origem nos famosos Bordéis de Buenos Aires.

Na década de noventa, a Canadense Fawnia foi vista praticando o Pole Dance, e ela trouxe essa realidade para todos os tipos de mulheres. Graças a ela, a modalidade de dança começou a ser vista como uma maneira de manter o corpo em forma. Aliás, foi a canadense que deu origem ao primeiro DVD que explicava e instruía à prática de Pole Dance nas versões Fitness e de Dança.

Em meados dos anos 2000, esse tipo de Dança se desenvolveu consideravelmente, onde surgiu diversas versões suas que iam desde ao mais exótico até o Fitness. Foi em 2006, que a modalidade Fitness ganhou mais predominância, e a mulherada começou a praticá-lo diariamente para a manutenção da boa forma e da saúde, inclusive se tornou bem comum comprar os postes e mantê-los em casa para a prática.

O Famoso Cirque Du Sollei também começou a usar diversas performances inspiradas nas técnicas de Pole Dance Chinesa. Homens também começaram a praticar a modalidade, apresentando inúmeros shows cheios de acrobacia ao redor do mundo.

Talvez você se pergunte se há alguma diferença no Pole Dance Chinês e podemos responder isso a você: A única diferença é que o praticante deve estar cm sua pele coberta, pois o poste, nesse caso, é recoberto por um material mais áspero, que inclusive ajuda mais na fixação.

No geral, quando o assunto é sobre a técnica e o movimento, o Pole Dance Chinês tem muita similaridade com o tradicional que já conhecemos, contudo, suas coreografias não apresentam tanta Fluência.

Existem diversos outros tipos de movimentos acrobáticos circenses que lembram muito as técnicas utilizadas pelo Pole Dance. Dentre eles podemos mencionar a Corda Bamba e as Acrobacias feitas com o Tecido.

Apesar nos dias de hoje existir uma maior aceitação das pessoas frente ao Pole Dance, infelizmente ainda sim, tem aqueles que relutem, mesmo quando a modalidade é Fitness. Muitos ainda não enxergam a prática como algo esportivo e de cuidados com a saúde.

Mas apesar desse público que ainda não aceita, o Pole Dance é sim um meio de Atividade Física que podemos sim praticar, não só para cuidar da forma como para manter o nosso bem-estar mental.

A modalidade deixou de ter caráter erótico exclusivamente, para assumir movimentos de Ginástica Corpórea, com movimentos cheios de liberdade, que misturam Ballet e Dança Contemporânea, com diversas posições e movimentos que são feitas dentro e fora da barra.

Um dos diversos benefícios que a prática pode trazer na vida de alguém, é desenvolver a força dos membros, sejam eles superiores ou inferiores do nosso corpo, das costas e da região do abdômen, deixando os músculos bem firmes e cheios de resistência.

Competição Versus Pole Dance

Ao redor do mundo, a prática competitiva de Pole Dance ainda está processo de Estruturação e Profissionalização, mas mesmo assim, já existe uma comunidade de nível mundial que luta para ganhar reconhecimento por parte desse esporte e modalidade de dança, como meio artístico a ser valorizado. 
Referente as competições que já existem, o maior objetivo é se distanciar das modalidades amadoras que ocorrem nas casas de Striptease. Para se ter uma noção, felizmente os eventos competitivos já estão sendo regularizados, elaborados com regras restritas, onde determina-se os tipos de roupas que devem ser usadas e toma cuidado para manter o foco total no contexto atlético e artístico e deixar de lado o erotismo.

Ao redor do mundo, a prática competitiva de Pole Dance ainda está processo de Estruturação e Profissionalização, mas mesmo assim, já existe uma comunidade de nível mundial que luta para ganhar reconhecimento por parte desse esporte e modalidade de dança, como meio artístico a ser valorizado.

Referente as competições que já existem, o maior objetivo é se distanciar das modalidades amadoras que ocorrem nas casas de Striptease. Para se ter uma noção, felizmente os eventos competitivos já estão sendo regularizados, elaborados com regras restritas, onde determina-se os tipos de roupas que devem ser usadas e toma cuidado para manter o foco total no contexto atlético e artístico e deixar de lado o erotismo.

O Pole Dance e o seu novo perfil

Nos dias de hoje, o Pole Dance começou sim a ter reconhecimento, passando a ser visto como um Exercício e modalidade de ginástica.  Diversas escolas de Ginástica com grande relevância, começaram a aderir o Pole Dance em seus repertórios, o que ajudou a popularizar ainda mais esse tipo de dança.
Aliás, o Pole Dance também começou a ser catalogado como um tipo de Arte Cênica.  Um exemplo desse tipo de dança na modalidade de Arte Cênica pode ser observado na região de Montreal, mais precisamente nas performances realizadas pelo Cirque Du Soleil. 
O circo é famoso mundialmente e neles os acrobatas se vestem coloridamente e realizam o Pole Dance Artístico, abarcando movimentos que demandam muita força e grande habilidade.

Nos dias de hoje, o Pole Dance começou sim a ter reconhecimento, passando a ser visto como um Exercício e modalidade de ginástica.  Diversas escolas de Ginástica com grande relevância, começaram a aderir o Pole Dance em seus repertórios, o que ajudou a popularizar ainda mais esse tipo de dança.

Aliás, o Pole Dance também começou a ser catalogado como um tipo de Arte Cênica.  Um exemplo desse tipo de dança na modalidade de Arte Cênica pode ser observado na região de Montreal, mais precisamente nas performances realizadas pelo Cirque Du Soleil.

O circo é famoso mundialmente e neles os acrobatas se vestem coloridamente e realizam o Pole Dance Artístico, abarcando movimentos que demandam muita força e grande habilidade.

Como o Pole Dance é tratado na Mídia?

Existem muitos filmes Americanos que retratam o Pole Dance. Filmes estes que são voltados para um público que busca erotismo e sensualidade. Um dos mais famosos é protagonizado pela atriz Demi Moore, chamado Striptease e o de Lindsay Lohan, chamado de “I Know who killed me”.
As novelas do Brasil também começaram a retratar o pole Dance em suas histórias e um exemplo foi a novela “Dance, Dance, Dance” da rede Record. A rede globo também exibiu a novela Duas Caras, onde a atriz Flávia Alessandra protagonizou a cena erótica dançando no poste, usando apenas um tapa-sexo de couro. 
Kate Moss, modelo famosa, também dançou a dança do poste em um clipe musical da banda de rock White Stripes. No clipe da cantora Britney Spears, houve também a aparição do Pole Dance na música Gimme More.
Esses são apenas um dos exemplos, dos vários existentes, onde o Pole Dance foi destaque na mídia mundial, mostrando que sua propagação foi crescendo, ganhando mais aceitação pela sociedade.

Existem muitos filmes Americanos que retratam o Pole Dance. Filmes estes que são voltados para um público que busca erotismo e sensualidade. Um dos mais famosos é protagonizado pela atriz Demi Moore, chamado Striptease e o de Lindsay Lohan, chamado de “I Know who killed me”.

As novelas do Brasil também começaram a retratar o pole Dance em suas histórias e um exemplo foi a novela “Dance, Dance, Dance” da rede Record. A rede globo também exibiu a novela Duas Caras, onde a atriz Flávia Alessandra protagonizou a cena erótica dançando no poste, usando apenas um tapa-sexo de couro.

Kate Moss, modelo famosa, também dançou a dança do poste em um clipe musical da banda de rock White Stripes. No clipe da cantora Britney Spears, houve também a aparição do Pole Dance na música Gimme More.

Esses são apenas um dos exemplos, dos vários existentes, onde o Pole Dance foi destaque na mídia mundial, mostrando que sua propagação foi crescendo, ganhando mais aceitação pela sociedade.

Presente Para o Seu Parceiro

Sauna e Spa Familiar para Homens

Conheça >> www.spawellbeing.com.br.

Saiba mais sobre a Tentativa de fazer com que o Pole Dance se torne uma modalidade Olímpica e as diferenças das Barras

Por volta de 2008, um grupo de dançarinas de Pole Dance, dos Estados Unidos, mais precisamente na cidade de Utah, em Salt Lake City, elaboraram um abaixo-assinado, com um intuito de fazer com que a dança do poste pudesse entrar na modalidade Olímpica, fazendo parte dos Jogos da Olimpíada de Verão de 2012, região de Londres. 
Dentro do mundo Pole Dance podemos citar dois tipos de barra: A de Show e a de Exercício. Basicamente dá para entender a diferença de uma para outra. As barras dos Shows são disponibilizadas para os eventos nos clubes e elas promovem efeitos de caráter visual. 
Os postes dos shows são bem decorados com plásticos ou tintas, apresentam água, brilho e materiais específicos que quando expostos a uma iluminação Estroboscópica, aparecem nitidamente no poste dando aquele ar mais divertido e animado. O mesmo acontece quando há uma Iluminação oculta nas bases das vigas dos postes. Na maioria dos casos, os postes de shows são produzidos de Aço Inox. 
Já no caso das barras dos exercícios, como o próprio nome diz, é voltado para o público que pratica o Pole Dance como Atividade Física. A prática ajuda a elevar o nível de força e resistência do corpo, a flexibilidade e melhora a coordenação motora, tonificando os músculos, a panturrilha, a área abdominal, os tríceps e as coxas.

Por volta de 2008, um grupo de dançarinas de Pole Dance, dos Estados Unidos, mais precisamente na cidade de Utah, em Salt Lake City, elaboraram um abaixo-assinado, com um intuito de fazer com que a dança do poste pudesse entrar na modalidade Olímpica, fazendo parte dos Jogos da Olimpíada de Verão de 2012, região de Londres.

Dentro do mundo Pole Dance podemos citar dois tipos de barra: A de Show e a de Exercício. Basicamente dá para entender a diferença de uma para outra. As barras dos Shows são disponibilizadas para os eventos nos clubes e elas promovem efeitos de caráter visual.

Os postes dos shows são bem decorados com plásticos ou tintas, apresentam água, brilho e materiais específicos que quando expostos a uma iluminação Estroboscópica, aparecem nitidamente no poste dando aquele ar mais divertido e animado. O mesmo acontece quando há uma Iluminação oculta nas bases das vigas dos postes. Na maioria dos casos, os postes de shows são produzidos de Aço Inox.

Já no caso das barras dos exercícios, como o próprio nome diz, é voltado para o público que pratica o Pole Dance como Atividade Física. A prática ajuda a elevar o nível de força e resistência do corpo, a flexibilidade e melhora a coordenação motora, tonificando os músculos, a panturrilha, a área abdominal, os tríceps e as coxas.

Principais tipos de movimentos no Pole Dance

Da mesma forma que ocorre com as Artes Marciais, danças e Exercícios Físicos, o Pole Dance também é composto por uma série de movimentos que são denominados por suas nomenclaturas. Dependendo de um país para outro, essas nomenclaturas podem ser um pouco diferentes, mas de uma forma geral, mundialmente elas apresentam o mesmo significado. 
Para se ter uma noção, a dança tem aproximadamente trezentos tipos de movimentos e combinações, e cada uma delas vai se desenvolvendo gradativamente. 
Esses movimentos são divididos em nível básico, nível intermediário, nível avançado e nível master. A seguir separamos alguns nomes dos principais movimentos de cada fase do Pole Dance: 
•	Nível Básico: A etapa básica é onde temos o nosso primeiro contato direto com a barra do Pole Dance, e aprendemos as posturas necessárias. A medida que se aprende os giros básicos, os músculos vão se fortalecendo e começamos a conseguir passar para o próximo nível de aprendizado. Dos movimentos básicos dessa etapa podemos destacar o Fireman básico e Cruzado, o Chair (Cadeira), o Carrousel, o Seat básico, o Seat Glamour e o Back Hook. 
•	Nível Intermediário: Quando o aluno evolui na etapa básica, ele passa para a próxima, que é a intermediária. Nessa fase é onde começa as inversões e as mudanças corporais que acabam se tornando mais visíveis e significativas. Dos principais movimentos podemos destacar a Inversão básica, a Inversão Split, o Crucifixo Invertido, o Berço Slipt, o Seat Split, o Butterfly, o Escorpião, o Geminis, a Ballerina, o Marley, o Hip Hold e o Super Man. 
•	Nível avançado: Na fase avançada, o aluno começa a aprender movimentos mais difíceis, conjugados, no qual q performance já é muito mais nítida. Dos movimentos do nível avançado podemos mencionar o Broken Doll, a Ayesha, o Extend Butterfly, o Jade Split, o Poison e o Shoulder Mount. 
•	Nível Master: E por fim tem o nível Master, que é composto por movimentos demandam muita força, resistência, Flexibilidade e técnicas. Tratam-se de movimentos que precisam de bastante treinos e práticas. Dos principais destacamos o movimento Death Lay, o Flag Pole, o Starfish, o Twisted Handspring Lift, o Iron X e o Planche.

Da mesma forma que ocorre com as Artes Marciais, danças e Exercícios Físicos, o Pole Dance também é composto por uma série de movimentos que são denominados por suas nomenclaturas. Dependendo de um país para outro, essas nomenclaturas podem ser um pouco diferentes, mas de uma forma geral, mundialmente elas apresentam o mesmo significado.

Para se ter uma noção, a dança tem aproximadamente trezentos tipos de movimentos e combinações, e cada uma delas vai se desenvolvendo gradativamente.

Esses movimentos são divididos em nível básico, nível intermediário, nível avançado e nível master. A seguir separamos alguns nomes dos principais movimentos de cada fase do Pole Dance:

  • Nível Básico: A etapa básica é onde temos o nosso primeiro contato direto com a barra do Pole Dance, e aprendemos as posturas necessárias. A medida que se aprende os giros básicos, os músculos vão se fortalecendo e começamos a conseguir passar para o próximo nível de aprendizado. Dos movimentos básicos dessa etapa podemos destacar o Fireman básico e Cruzado, o Chair (Cadeira), o Carrousel, o Seat básico, o Seat Glamour e o Back Hook.
  • Nível Intermediário: Quando o aluno evolui na etapa básica, ele passa para a próxima, que é a intermediária. Nessa fase é onde começa as inversões e as mudanças corporais que acabam se tornando mais visíveis e significativas. Dos principais movimentos podemos destacar a Inversão básica, a Inversão Split, o Crucifixo Invertido, o Berço Slipt, o Seat Split, o Butterfly, o Escorpião, o Geminis, a Ballerina, o Marley, o Hip Hold e o Super Man.
  • Nível avançado: Na fase avançada, o aluno começa a aprender movimentos mais difíceis, conjugados, no qual q performance já é muito mais nítida. Dos movimentos do nível avançado podemos mencionar o Broken Doll, a Ayesha, o Extend Butterfly, o Jade Split, o Poison e o Shoulder Mount.
  • Nível Master: E por fim tem o nível Master, que é composto por movimentos demandam muita força, resistência, Flexibilidade e técnicas. Tratam-se de movimentos que precisam de bastante treinos e práticas. Dos principais destacamos o movimento Death Lay, o Flag Pole, o Starfish, o Twisted Handspring Lift, o Iron X e o Planche.

Pode Dance Street: Você já ouviu falar?

Com certeza você deve conhecer as populares danças de rua não é mesmo? Sabia que também existe a modalidade de rua do Pole Dance? É o que chamamos de Pole Dance Street. 
Essa modalidade de dança é praticada nas regiões urbanas, onde o dançarino (a) utiliza os postes de sinalização de trânsito, por exemplo, para praticarem a modalidade. 
As roupas que são utilizadas são especiais para evitar machucar a pele, como calça jeans e tênis. Há também a prática nos meios de transporte urbanos, apesar de ser mais raro. Quando ocorre, geralmente é em metrôs ou trens, pois neles existem barras de metal, que justamente são voltados para dar mais segurança e suporte de apoio para quem os utiliza. 
Os praticantes de Pole Dance Street se penduram nos canos e fazem movimentos ao das da população que fazem uso desses transportes públicos. Incrível não é mesmo?

Com certeza você deve conhecer as populares danças de rua não é mesmo? Sabia que também existe a modalidade de rua do Pole Dance? É o que chamamos de Pole Dance Street.

Essa modalidade de dança é praticada nas regiões urbanas, onde o dançarino (a) utiliza os postes de sinalização de trânsito, por exemplo, para praticarem a modalidade.

As roupas que são utilizadas são especiais para evitar machucar a pele, como calça jeans e tênis. Há também a prática nos meios de transporte urbanos, apesar de ser mais raro. Quando ocorre, geralmente é em metrôs ou trens, pois neles existem barras de metal, que justamente são voltados para dar mais segurança e suporte de apoio para quem os utiliza.

Os praticantes de Pole Dance Street se penduram nos canos e fazem movimentos ao das da população que fazem uso desses transportes públicos. Incrível não é mesmo?

O Pole Dance mexe com o seu corpo todo

Não deve ser novidade saber que praticar a modalidade de dança é fazer com que todas as suas partes corporais trabalhem juntamente. Em apenas uma aula por exemplo, você pode fazer diversos giros com a barra trabalhando abdominais. Os movimentos que são feitos, dependem diretamente do nível de condicionamento físico do dançarino ou dançarina.

Como já mencionamos, o Pole Dance ajuda a promover o fortalecimento dos grupos musculares corporais simultaneamente. Quem pratica consegue perceber isso logo no dia seguinte depois da aula, pois ele sente a dor natural nos músculos depois que faz um exercício físico mais intenso.

Muitos acreditam ser uma missão quase impossível conseguir se manter preso na barra, mas muitos profissionais dos ramos afirmam que o segredo é fazer a Isometria dos músculos corporais, isto é, manter eles contraídos para conseguir manter o movimento e sua boa execução, sem precisar fazer aquele esforço enorme para lutar contra a gravidade.

Trabalhando os Braços e os Abdominais

Quando praticamos o Pole Dance, trabalhamos principalmente dois grupos de músculos, que naturalmente são mais exigidos nos movimentos: Os músculos da região do braço, principalmente o bíceps e o Tríceps e os Músculos do Abdômen.

Os músculos dos braços são bem trabalhados uma vez que a maioria dos exercícios exigem que haja apoio das mãos na barra, a fim de que haja sustentação para o corpo.

Já no caso dos músculos abdominais, estes são bem trabalhados porque manter o abdômen bem contraído é o que mantem o corpo em equilíbrio na barra, pois se ele ficar em modo relaxado, o corpo acaba não se sustenta no ar. Em vista disso, desde o abdominal reto, até os oblíquos, as infra abdominais e o Transverso da região são intensamente trabalhados.  

Sem contar que as aulas em questão, abarcam exercícios que promovem o ganho de massa muscular, o que facilita na hora de executar os movimentos necessários.

Principais benefícios de se praticar Pole Dance

A prática de Pole Dance traz benefícios incríveis para você. Quer saber os principais deles? Veja mais a seguir: 
1.	Te ajuda a emagrecer
Além do fato de que os seus músculos ficam mais tonificados, você também emagrece praticando Pole Dance, visto que ele é um ótimo aliado na queima de calorias.  Para você ter uma ideia, uma aula de Dança do poste, com duração mínima de uma hora, faz com que você gaste entre quatrocentas e setecentas calorias. É um jeito maravilhosos de entrar em forma concorda?
2.	Aumenta a sua Flexibilidade
Como já mencionamos, a prática aumenta o seu nível de flexibilidade. Isso ocorre porque os movimentos que precisam ser feitos demandam uma amplitude maior do nível de abertura dos brações e das pernas. Por conta disso, é sempre muito importante fazer os devidos alongamentos em todas as aulas que for realizar.  
3.	Eleva a sua Autoestima
Sem dúvida, o Pole Dance dá um Up na autoestima de que prática. Aprender não é tão fácil assim, mas a cada desafio vencido dá uma sensação de alegria imensurável. A cada evolução você tem a sensação de que conseguiu superar, e vai aumentando a sua autoestima e vontade de crescer cada vez mais. 
Além disso, o Pole Dance deixa você em forma e com a saúde em dia, o que te faz ganhar mais autoconfiança e você começa a se achar muito mais bonita e poderosa. Vale muito a pena!
Então se você está pensando em começar a aprender, saiba que nas primeiras aulas você praticamente terá a sensação de que jamais conseguirá executar os movimentos, mas ao longo do tempo, você saberá verdadeiramente do que é capaz, então não desista!
4.	Qualquer pessoa pode praticar
Certamente quando pensamos no Pole Dance já imaginamos aquelas dançarinas perfeitas e sexys, com aqueles corpos que dão inveja não é mesmo? Mas isso não significa que a dança é voltada para esse perfil de mulher. Qualquer pessoa pode aprender e se torna “crack” no assunto. 
Então se você é baixinha, magrinha, gordinha ou alta você pode sim fazer Pole Dance. Quando você começar, seu professor irá lhe orientar e te ajudar a trabalhar primeiro o se corpo, a fim de que ele ganhe mais resistência e força. 
A partir disso você poderá começar a aprender movimentos de nível acrobático e vai evoluindo com o passar do tempo. Desse modo, não tenha receio ou medo de tentar aprender, se você quer vai lá e faz. Não imponha limites para si mesma e para seus sonhos!
5.	A gordurinha debaixo do braço vai embora
Sabe aquela gordurinha debaixo do braço, que apareço quando a gente balança o braço dando tchau? Não é tão fácil se livrar dela e ela incomoda a maioria das mulheres. 
Mas felizmente a dança do poste trabalha bastante os músculos do braço e ajuda a eliminar essas terríveis gordurinhas. Os músculos dos seus braços ganharão muito mais definição e nunca mais ter o pesado da gordurinha do tchau!
6.	Te ajuda a alcançar a tão sonhada barriguinha chapada
A maioria da mulherada sonha em ter aquela barriguinha chapada tão difícil de alcançar. E a boa notícia é que o Pole Dance facilita esse processo. A prática ajuda a promover o fortalecimento e a definição dos músculos dos membros da região superior, além de trabalhar intensamente os músculos do abdômen, o que incluem os quatro músculos que compõem a área. 
Os músculos se fortalecem primeiramente porque para se equilibrar na barra é necessário que o abdômen permaneça contraído. Aliás, as aulas de Pole Dance incluem a execução de exercícios voltados para deixar os músculos essas regiões mais fortes, a fim de que o aluno consiga evoluir para a execução de movimentos mais avançados na barra. 
7.	Melhora a coordenação Motora
Caso você esteja no grupo de indivíduos que acham que não conseguem fazer atividades mais complexas, justamente porque não possuem tão boa coordenação motora, fique sabendo que você pode sim, inclusive melhorá-la significativamente. 
No começo do aprendizado tudo vai parecer muito mais complicado, afinal você é iniciante e é difícil mesmo. Porém, os exercícios abarcam movimentos de danças, ioga e ginástica, que contribuem significativamente para o bom desenvolvimento da coordenação motora. 
Quando você menos perceber, você vai saber naturalmente a hora certa de trocar as mãos e simultaneamente girar com o seu tronco, sem ter dificuldades para isso. O que aliás, mostra que a capacidade de concentração também melhora drasticamente. 
8.	Te deixa muito mais feliz
Com as obrigações e correrias da vida cotidiana, acabamos sofrendo mais com estresses, preocupações e falta de tempo para fazer algo que gostamos. Isso acaba prejudicando diretamente a nossa saúde física e mental, por isso cultivar um Hobbies acaba melhorando esse cenário e faz com que nós fiquemos muito mais felizes. 
Se você quer começar o Hobbie do Pole Dance na sua vida, saiba que não será diferente. A cada vitória você sente uma alegria incrível, ganha autoestima, autoconfiança e coragem. Seus níveis de felicidades sobem de uma maneira que você talvez não sinta há um bom tempo por conta da rotina. 
Sem contar que é e saudável separar um tempinho para cuidar de si mesma, e fazer uma atividade física é uma das formas de fazer isso. As aulas são excelentes, você conhecerá novas pessoas, fará novas amizades e irá fortalecer ainda mais o seu espírito. Se exercitar é tudo de bom!

A prática de Pole Dance traz benefícios incríveis para você. Quer saber os principais deles? Veja mais a seguir:

  1. Te ajuda a emagrecer

Além do fato de que os seus músculos ficam mais tonificados, você também emagrece praticando Pole Dance, visto que ele é um ótimo aliado na queima de calorias.  Para você ter uma ideia, uma aula de Dança do poste, com duração mínima de uma hora, faz com que você gaste entre quatrocentas e setecentas calorias. É um jeito maravilhosos de entrar em forma concorda?

  • Aumenta a sua Flexibilidade

Como já mencionamos, a prática aumenta o seu nível de flexibilidade. Isso ocorre porque os movimentos que precisam ser feitos demandam uma amplitude maior do nível de abertura dos brações e das pernas. Por conta disso, é sempre muito importante fazer os devidos alongamentos em todas as aulas que for realizar.  

  • Eleva a sua Autoestima

Sem dúvida, o Pole Dance dá um Up na autoestima de que prática. Aprender não é tão fácil assim, mas a cada desafio vencido dá uma sensação de alegria imensurável. A cada evolução você tem a sensação de que conseguiu superar, e vai aumentando a sua autoestima e vontade de crescer cada vez mais.

Além disso, o Pole Dance deixa você em forma e com a saúde em dia, o que te faz ganhar mais autoconfiança e você começa a se achar muito mais bonita e poderosa. Vale muito a pena!

Então se você está pensando em começar a aprender, saiba que nas primeiras aulas você praticamente terá a sensação de que jamais conseguirá executar os movimentos, mas ao longo do tempo, você saberá verdadeiramente do que é capaz, então não desista!

  • Qualquer pessoa pode praticar

Certamente quando pensamos no Pole Dance já imaginamos aquelas dançarinas perfeitas e sexys, com aqueles corpos que dão inveja não é mesmo? Mas isso não significa que a dança é voltada para esse perfil de mulher. Qualquer pessoa pode aprender e se torna “crack” no assunto.

Então se você é baixinha, magrinha, gordinha ou alta você pode sim fazer Pole Dance. Quando você começar, seu professor irá lhe orientar e te ajudar a trabalhar primeiro o se corpo, a fim de que ele ganhe mais resistência e força.

A partir disso você poderá começar a aprender movimentos de nível acrobático e vai evoluindo com o passar do tempo. Desse modo, não tenha receio ou medo de tentar aprender, se você quer vai lá e faz. Não imponha limites para si mesma e para seus sonhos!

  • A gordurinha debaixo do braço vai embora

Sabe aquela gordurinha debaixo do braço, que apareço quando a gente balança o braço dando tchau? Não é tão fácil se livrar dela e ela incomoda a maioria das mulheres.

Mas felizmente a dança do poste trabalha bastante os músculos do braço e ajuda a eliminar essas terríveis gordurinhas. Os músculos dos seus braços ganharão muito mais definição e nunca mais ter o pesado da gordurinha do tchau!

  • Te ajuda a alcançar a tão sonhada barriguinha chapada

A maioria da mulherada sonha em ter aquela barriguinha chapada tão difícil de alcançar. E a boa notícia é que o Pole Dance facilita esse processo. A prática ajuda a promover o fortalecimento e a definição dos músculos dos membros da região superior, além de trabalhar intensamente os músculos do abdômen, o que incluem os quatro músculos que compõem a área.

Os músculos se fortalecem primeiramente porque para se equilibrar na barra é necessário que o abdômen permaneça contraído. Aliás, as aulas de Pole Dance incluem a execução de exercícios voltados para deixar os músculos essas regiões mais fortes, a fim de que o aluno consiga evoluir para a execução de movimentos mais avançados na barra.

  • Melhora a coordenação Motora

Caso você esteja no grupo de indivíduos que acham que não conseguem fazer atividades mais complexas, justamente porque não possuem tão boa coordenação motora, fique sabendo que você pode sim, inclusive melhorá-la significativamente.

No começo do aprendizado tudo vai parecer muito mais complicado, afinal você é iniciante e é difícil mesmo. Porém, os exercícios abarcam movimentos de danças, ioga e ginástica, que contribuem significativamente para o bom desenvolvimento da coordenação motora.

Quando você menos perceber, você vai saber naturalmente a hora certa de trocar as mãos e simultaneamente girar com o seu tronco, sem ter dificuldades para isso. O que aliás, mostra que a capacidade de concentração também melhora drasticamente.

  • Te deixa muito mais feliz

Com as obrigações e correrias da vida cotidiana, acabamos sofrendo mais com estresses, preocupações e falta de tempo para fazer algo que gostamos. Isso acaba prejudicando diretamente a nossa saúde física e mental, por isso cultivar um Hobbies acaba melhorando esse cenário e faz com que nós fiquemos muito mais felizes.

Se você quer começar o Hobbie do Pole Dance na sua vida, saiba que não será diferente. A cada vitória você sente uma alegria incrível, ganha autoestima, autoconfiança e coragem. Seus níveis de felicidades sobem de uma maneira que você talvez não sinta há um bom tempo por conta da rotina.

Sem contar que é e saudável separar um tempinho para cuidar de si mesma, e fazer uma atividade física é uma das formas de fazer isso. As aulas são excelentes, você conhecerá novas pessoas, fará novas amizades e irá fortalecer ainda mais o seu espírito. Se exercitar é tudo de bom!

Principais curiosidades sobre o Pole Dance

  • Qualquer pessoa pode praticar, de qualquer idade, sem restrições baseadas em biótico corporal, por exemplo;
  • É uma ótima forma de ganhar massa muscular, força e ficar mais flexível;
  • Para praticar o ideal é usar um top e um shortinho curto, visto que as roupas escorregam na barra e dificultam os movimentos;
  • Nas primeiras aulas é supernormal acabar ficando com alguns hematomas, principalmente quem tem a pele mais sensível, visto que é necessário desempenhar certa força para fazer os movimentos.

Existem contraindicações?

Quem quer começar a praticar o Pole Dance precisa consultar um médico, caso tenha problemas com Labirintite ou Hérnia de disco. De forma geral essa é a única restrição, pois o médico pode não aconselhar seguir esse rumo de atividade física.

Mas fora isso, se você não tiver nenhum problema de saúde que possa te restringir, e joga e aproveite as aulas menina!

As aulas são muito caras?

Não há um preço padrão de aulas de Pole Dance, porque tudo vai depender da região onde você mora e da escola de dança que você deseja começar a praticar. Mas para você ter uma ideia, as mensalidades das aulas podem variar entre sessenta e cento e sessenta reais.

O ideal mesmo é que você pesquise as escolas disponíveis perto de onde você mora e compare os preços e a qualidade dos instrutores, a fim de escolher a melhor opção para você.

Que tal perder a vergonha e começar de vez a aprender a dançar na barra? Chame as amigas, comece hoje mesmo. Depois que você descobrir a sensação de praticar o Pole Dance, nunca mais você vai largar. Aproveite e acredite em si mesma, você é capaz de muito mais coisas do que imagina!

Avatar

Written by Carolina Santos

Todo mundo, inclusive você, deve conhecer a Maizena, ou também chamada de Amido de Milho. Trata-se de um ingrediente bem tradicional da cozinha brasileira, que além de ser ótimo para fazer várias receitas, traz benefícios estéticos para nossos cabelos. Você já ouviu falar na Hidratação com Maizena? No mundo da beleza, essa receitinha ganhou o coração de muitas mulheres, pois fortalece e hidrata os fios profundamente. Claro que não é toda receita que você encontra na Internet que realmente dá um efeito desejado nos cabelos, por isso é muito importante saber como usar o Amido de milho e aproveitar todas as suas propriedades benéficas de forma eficiente. Mas antes de aprender a como fazer a Hidratação com Maizena, separamos muitas informações sobre o assunto e vamos explicar detalhadamente sobre seus efeitos positivos na saúde capilar.

Hidratação com Maisena para Cabelo Funciona?

Muay Thai Feminino

Muay Thai Feminino: Antes e Depois, Benefícios e Emagrece?