Categorias
Beleza

Micropigmentação Labial: Preço, Como Funciona?

Mulheres que desejam realçar os lábios ou mesmo disfarçar alguma cicatriz ou marca no local optam pela micropigmentação labial.

A micropigmentação labial é um tratamento parecido com a micropigmentação de sobrancelhas, que consiste na pigmentação dos lábios, dando mais volume a eles e também os deixando mais delineados.

O visual fica parecido como se a mulher tivesse passado batom, no entanto o efeito é permanente, podendo durar de um a dois anos.

Mas como funciona o processo? Qual o preço?

Essas e outras informações você vai conferir a seguir.

Como funciona a micropigmentação labial?

O procedimento pode ser feito tanto no contorno dos lábios como dentro deles. Para aplicar a pigmentação são usadas agulhas, assim como no procedimento da tatuagem.

A cor é escolhida de acordo com o tom da pele e dos lábios da mulher. Geralmente em mulheres com tom de pele mais claros são usadas cores mais voltadas para a cor rosa, já mulheres com a pele mais morena a cor é mais escura, sendo mais avermelhada. Podem ser usados diferentes tons da cor escolhida para dar um efeito dégradé nos lábios.

A cor também é utilizada para dar mais volume aos lábios, sendo que aplicar pigmentos mais claros em determinadas áreas podem dar um efeito de lábios mais volumosos.

Antes de ser realizado o procedimento, é apresentado à mulher as cores disponíveis e a mesma deve escolher, de acordo com sua intenção.

O contorno dos lábios, por exemplo, é realizado para corrigir erros de simetrias, imperfeições causadas pelo envelhecimento da pele ou para realçar os lábios.

Já o preenchimento é realizado para realçar o lábio natural com cor clara, sucos e flácidos (que estejam envelhecidos) e também para reconstrução de má formação (como lábio leporino) ou lábio com cicatrizes.

Quais os tipos de micropigmentação labial existem?

A micropgimentação labial pode ser classificada de acordo com a agulha utilizada, assim como sua forma de aplicação. Entre as técnicas aplicadas, temos:

Lábios hipocrômicos e acrômicos sem sulcos ou flacidez

Essa técnica é realizada através do preenchimento. São usadas agulhas circulares de uma, duas ou três pontas para realizar o contorno dos lábios. Essas agulhas são posicionadas a 60° e 90°, variando de acordo com a espessura desejada.

Quando é feito o preenchimento são realizados movimentos de pintura com a ajuda da agulha do tipo pincel, a qual permite uma maior uniformidade.

Lábios envelhecidos ou com cicatrizes

Essa técnica também é realizada através do preenchimento. São utilizadas agulhas pincel de cinco pontas para fazer o contorno dos lábios.

O preenchimento é feito por um aparelho que é posicionado a 60° e 45°, variando de acordo com o formato dos lábios.

Reconstrução labial pós-cirúrgica

Ainda pode ser feita uma reconstrução labial pós-cirúrgica, esse procedimento é realizado em caso de perda de tecidos, o que pode acontecer devido à acidentes e queimaduras.

Também há o caso de pessoas que nasceram com fissura labiopalatal, que acabam ficando com uma cicatriz nos lábios. Nesse caso o pigmento deve ser colocado através de agulhas circulares de uma, duas ou três pontas para fazer o contorno.

A posição que a máquina é posicionada é de 90°, isso faz com que haja maior profundidade na aplicação. Nesse caso o a cor colocada é o mais próximo possível dos lábios da mulher para dar mais naturalidade ao resultado.

Iluminador

O iluminador serve para dar uma levantada em lábios pequenos, finos e envelhecidos. Nessa técnica é utilizado o pigmento branco e agulhas de três pontas circulares.

A micropigmentação labial provoca dor?

Foto: via Portal da Cidade Cascavel

A mulher não sente necessariamente dor, no entanto há um leve desconforto antes e depois de realizada a técnica, uma vez que o pigmento é aplicado através de agulhas.

Durante o procedimento há um desconforto menor já que é passado um creme anestésico no local.

Quanto tempo dura a micropigmentação labial?

A micropigmentação labial dura de um a dois anos, pois como as células se renovam a cada 28 dias, o pigmento vai clareando com o passar do tempo. Dessa forma a cor vai saindo. Mas isso depende de cada organismo.

Quais os cuidados que devem ser tomados antes da micropigmentação labial?

Antes de realizar a micropigmentação labial é preciso tomar alguns cuidados como manter os lábios hidratados e sem lesões. Caso seus lábios estejam machucados ou com alguma infecção como herpes, não é recomendado que você realize o procedimento.

Mas se seus lábios estão em perfeita saúde trate-os com hidratantes e protetores labiais com fator solar, dessa forma sua pele vai estar protegida de rachaduras e ressecamento.

Também é importante se atentar ao local e ao profissional que vai realizar o procedimento. Pois a micropigmentação labial é um método parcialmente invasivo, já que as agulhas utilizadas no tratamento fazem pequenos furos nos lábios deixando-os suscetíveis à infecções.

Por isso é bom se certificar de que o profissional que está te atendendo utiliza agulhas descartáveis e se há limpeza em seu local de trabalho.

Quais os cuidados que devem ser tomados após a micropigmentação labial?

Foto: via Espaço Ju Aguiar

Após a micropigmentação é importante saber que se formam casquinhas nos lábios, isso acontece devido à cicatrização que ocorre por causa dos pequenos furos feitos pelas agulhas. A mulher não deve tirar essas casquinhas para não prejudicar a boa cicatrização do local.

Durante a primeira semana a mulher não deve usar batom, para não irritar o local.

É bom que a mulher também mantenha os lábios sempre limpos e use hidratante labial com filtro solar para proteger os lábios dos raios ultravioletas.

E isso é necessário não apenas do lado de foram, mas também dentro de salas e escritórios. Pois os raios ultravioletas podem ultrapassar vidros, além da luz das lâmpadas também poderem prejudicar a pele.

A mulher não deve se expor ao sol durante trinta dias. Também não é indicado usar cremes que tem ácidos em sua pigmentação, já que pode irritar a pele.

Também é preciso evitar beijar os tocar os lábios no travesseiro, durante os primeiros sete dias. E também é preciso evitar o contato com a água da piscina ou mar.

Geralmente é necessário fazer um retoque no local entre 25 e 40 dias após a realização do primeiro procedimento.

Também é indicado que a mulher lave bem a boca, caso coma comidas gordurosas. É bom também evitar álcool e pimenta, já que essas substâncias podem irritar os lábios.

É indicado manter a pele limpa, hidratada e utilizar uma pomada cicatrizante. Os hidratantes indicados são os que tenham em sua fórmula pantenol e manteiga de karité.

Todas as mulheres podem realizar a micropigmentação labial?

Não. A micropigmentação labial não é recomendada para mulheres diabéticas que estejam com a diabetes mal controlada para mulheres grávidas e mulheres que tenham ferimentos nos lábios.

O procedimento também não é indicado para pessoas alérgicas e também para quem utiliza marca-passo, já que o pigmento usado é hipoalérgico, sendo feito à base de glicerina.

Qual o preço da micropigmentação labial?

O valor vai depender do local que você for realizar o procedimento. Mas em geral o valor de cada sessão pode variar entre R$900 e R$1800.

Quanto tempo dura a sessão?

A sessão costuma durar de uma hora a uma hora e meia.

Para quem a micropigmentação labial é indicada?

Foto: via Priscila Iwama

A micropigmentação é indicada para mulheres que desejam disfarçar cicatrizes nos lábios, corrigir assimetrias, caso o lábio superior não seja proporcional ao inferior, ou simplesmente queiram dar maior destaque aos lábios, tornando-os mais definidos e dando a cor desejada, proporcionando um efeito parecido com o batom.

Além disso, a técnica pode ajudar a rejuvenescer lábios que estejam caídos ou apresentem uma coloração esbranquiçada, o que realmente acontece conforme envelhecemos.

Como durante o procedimento, os lábios são perfurados pelas agulhas, acaba estimulando a produção de colágeno e elastina, o que é ótimo para rejuvenescer a pele.

O que é revitalização labial?

Um procedimento parecido com a micropigmentação labial é a revitalização labial.

A diferença entre essas duas técnicas é que a revitalização labial não é tão invasiva quanto a micropigmentação labial implantando uma quantidade menor de pigmento na pele, dando apenas um efeito de contorno nos lábios.

Essa técnica é indicada para mulheres que já tenham lábios corados e definidos, e pequenos erros de simetria e imperfeições devido ao envelhecimento da pele.

Quais cuidados tomar com os lábios?

Independente de realizar ou não o procedimento de micropigmentação labial é importante que você cuide da saúde dos lábios. Pois essa é uma parte importante do corpo humano, já que é através da boca que inicia a digestão dos alimentos e também é ela que impede a entrada de agentes infecciosos.

Entre os cuidados que você deve ter com os lábios estão:

Hidratar os lábios

Ao hidratar os lábios você vai evitar que os lábios fiquem ressecados e assim se formem feridas. Para hidratar essa área tão sensível do rosto é necessário utilizar cremes labiais hidratantes feitos com ingredientes nutritivos e que ajudam na cicatrização como manteiga de karité, pantenol, vitamina E, aveia coloidal, pró-vitamina B5, glicerina, óleos naturais como girassol, macadâmia, zinco, cobre, manganês e magnésio.

O hidratante deve ser usado uma vez ao dia durante épocas mais quentes. Já nas épocas mais frias, deve ser usado de duas a três vezes ao dia, já que é no frio que a pele resseca mais.

Limpar bem a pele dos lábios

Também é importante que você limpe a pele dos lábios, utilizando um tônico adstringente facial ou outro produto específico para os lábios. Dessa forma você ajuda a limpar as impurezas dos lábios e deixa-os prontos para receber o hidratante.

Esfoliar os lábios

Foto: via Desejos de Beleza

Se seus lábios estão ressecados é importante que você faça uma esfoliação, pois ela ajuda a retirar as células mortas, renovando a pele. No entanto a esfoliação não deve ser feita se seus lábios estiverem feridos, pois dessa forma pode machucá-los ainda mais.

A esfoliação pode ser feita com cremes específicos ou receitas caseiras, fazendo uso de açúcar cristal, vaselina ou bicarbonato de sódio.

Você pode utilizar o açúcar cristal em união com o azeite, para que seja mais fácil espalhar a mistura nos lábios. Você deve fazer movimentos circulares, deixar agir por uns minutos e lavar o local com água.

Também é possível utilizar o açúcar juntamente com o mel, fazendo o mesmo procedimento da mistura anterior. A vaselina também é um ótimo hidratante, que pode ser aplicada nos lábios com a ajuda de uma escova de dentes com cerdas macias. Nesse caso você não deve retirar a vaselina, deixando-a nos lábios para hidrata-los.

Para utilizar o bicarbonato, você deve misturá-lo com um pouco de água e fazer uma pasta. Também deve aplica-lo com uma escova de dentes de cerdas macias e fazer movimentos circulares. Mas nesse caso você deve retirar a mistura com água.

Deixar maus hábitos de lado

Alguns maus hábitos podem acabar prejudicando os lábios, entre eles umedecê-los com a língua. Pois como o pH da saliva é ácido, pode acabar danificando os lábios, por isso é bom evitar.

Também evite arrancar a pele dos lábios. Mesmo que seus lábios da estejam ressecados e tenham peles descolando é bom evitar tirá-las, já que dessa forma você pode acabar atrapalhando o processo de cicatrização.

Beber muita água

É importante que você beba bastante água, dessa forma você vai evitar a desidratação e por consequência seus lábios não ficarão ressecados. O ideal é que você beba ao menos dois litros de água durante o dia.

Comer de forma correta

Ter uma alimentação equilibrada também pode ajudar para a saúde dos lábios, já que comidas com gordura, sódio e açúcar podem provocar inflamação no organismo.

Proteger os lábios com protetores labiais com fator FHS

É importante proteger seus lábios contra a ação dos raios solares, já que as queimaduras do sol podem deixar os lábios ressecados e rachados. Por isso é importante usar filtros solares específicos para os lábios.

Evitar o cigarro

O cigarro também pode fazer mal aos lábios, já que pode causar alergia de contato, diminui a irritação local, provoca degradação do colágeno e ainda origina rugas ao redor dos lábios.

Evitar água da piscina e do mar

Você deve evitar a água da piscina e do mar, já que o cloro e o sal faz com que a barreira de hidratação da pele da boca se rompa, deixando-a vulnerável, proporcionando lábios desidratados, o que pode provocar o envelhecimento da área.

Deixe uma resposta