in

Menstruação Rosa é Normal? Cólica? Gravidez?

Menstruação Rosa é Normal Dicas de Menina
Foto: via Boa Forma Abril.com

A mulher deve ficar atenta à sua menstruação, pois dependendo da cor e fluxo pode indicar seu estado de saúde.

A menstruação rosada e pouca ou mesmo vermelho claro é normal, geralmente ocorre quando há um menor fluxo de sangue e ele acaba se misturando com o muco e secreção vaginal e assim fica com a cor mais clara.

Escolha de Nossas Editoras

Dica de Instagram Para Seguir

Siga @dazzlook no Instagram

Siga @dazzlook - Dicas de compras, promoções, moda, beleza e estilo. Conecte-se.

Siga @dazzlook no Instagram Siga @dazzlook no Instagram

A menstruação rosa também pode ser gravidez, indicando que ocorreu a nidação, processo no qual o óvulo fecundado se implanta no útero. A mulher pode sentir os mesmos sintomas do período pré-menstrual como cólicas, aumento dos seios, variação de humor e retenção de líquidos.

Durante a gravidez também pode haver outros tipos de menstruação, como a menstruação vermelho escuro ou marrom, que geralmente é vista como um sinal de alerta, já que indica que pode estar ocorrendo um aborto.

Já a menstruação vermelha e gosmenta pode acontecer no começo ou no fim da menstruação, onde o sangue se apresenta com uma coloração mais escura e gosmenta tendo um aspecto viscoso e elástico.

Saiba mais sobre a menstruação rosa e como identificar se você está com algum problema de saúde ou não.

Como funciona a menstruação?

A menstruação é a fase final do ciclo menstrual. Ela ocorre quando há a descamação do endométrio.

O endométrio é o tecido que recobre o útero e que é desenvolvido durante o ciclo menstrual, pois tem como objetivo ser o local onde o óvulo fecundado se fixa e também onde ocorre o desenvolvimento da placenta e embrião.

Quando não há fecundação, o endométrio começa a descamar através de estímulos de hormônios e começa a ser expelido pela vagina através de um fluxo de sangue.

Menstruação rosa é normal?

Geralmente mulheres que tem ciclos menstruais com grande fluxo apresentam uma maior estimulação de estrogênio e consequentemente um endométrio mais grosso e desenvolvido. E assim a menstruação acaba tendo uma coloração que varia do vermelho vivo ao vinho ou marrom.

No entanto em caso de mulheres que tomam anticoncepcional elas apresentam uma menor concentração do hormônio e como consequência o endométrio é fino e a menstruação tem menor fluxo, apresentando uma coloração mais clara ou marrom.

Outra razão para a menstruação rosada é quando os hormônios da fertilidade não realizam o ciclo hormonal completo, que geralmente ocorre para que a ovulação seja possível.

Quando isso acontece o ciclo passa a ser conhecido como anovulatório, onde não há ovulação e assim há um menor crescimento de sangue no útero, o que consequentemente resultará em uma menstruação com menor fluxo. O sangue acaba se misturando com o muco e secreções vaginais e fica mais claro.

Mulheres que praticam esportes ou são atletas também podem apresentar menstruação rosada, pois a prática de esportes, especialmente corrida, proporciona uma diminuição na concentração de estrogênio.

No entanto quem tem uma baixa concentração de estrogênio deve ficar atenta, pois de acordo com alguns estudos a mulher tem a tendência a sofrer de osteoporose futuramente.

Outra razão menos comum seria a gravidez. Pois quando o óvulo fecundado se fixa no útero pode causar um pequeno sangramento. Nesse caso o sangramento é visto como um corrimento rosado que pode aparecer após a relação sexual ou até três dias depois, que é o tempo em que o espermatozoide vive dentro do útero.

No entanto esse corrimento rosado não é muito comum, sendo que é mais fácil a mulher desconfiar que está grávida através da ausência da menstruação. Por isso nesse caso o indicado é esperar ou fazer um teste de gravidez para tirar suas dúvidas.

Tipos de menstruação na gravidez

Cólica? Gravidez? Dicas de Menina
Foto: via Portal Veneza

Além do corrimento rosado durante a gravidez a mulher pode apresentar outros tipos de menstruação, ou melhor, sangramentos.

É possível aparecer sangramento marrom. Nesse caso é preciso ter muito cuidado, pois pode ser sinal de aborto ou gravidez ectópica.

O aborto espontâneo ao contrário do que muitos pensam tem seu lado bom, pois ele ocorre quando o organismo nota que o embrião está mal formato geneticamente e assim interrompe a gravidez, para não haver complicações futuras.

A mulher pode nem sentir que está abortando, tendo apenas três dias de atraso na menstruação, mas outras vezes além do sangramento a mulher pode apresentar cólicas.

No entanto quando o aborto acontece mais de duas vezes é preciso que a mulher consulte um médico para investigar por que isso está ocorrendo. Algumas das causas podem ser diabetes, disfunções da tireoide e do útero, infecções, doenças autoimunes ou falta do hormônio progesterona.

A gravidez ectópica ocorre quando o óvulo fecundado é implantado fora do útero, geralmente em uma das trompas de Falópio. Mas também pode ocorrer na cavidade abdominal, do ovário ou no colo do útero.

Quando a gravidez ectópica ocorre o embrião não se desenvolve normalmente, podendo destruir várias estruturas do corpo feminino durante seu crescimento.

Ela deve ser tratada, caso contrário pode haver hemorragias, que podem colocar em risco a vida da mãe.

A gravidez ectópica pode ser causada pelo hábito de fumar, doença inflamatória pélvica, inflamações ou cicatrizes nas trompas de Falópio ou se a mulher já teve uma gravidez ectópica antes em uma trompa de Falópio.

Quando a mulher apresenta gravidez ectópica pode apresentar hemorragia vaginal leve, dor abdominal ou pélvica, atraso na menstruação, seios sensíveis e inchados, cansaço, náusea e mais vontade de urinar.

A gravidez ectópica pode ser tratada através do uso de medicamentos ou cirurgia.

É importante que a mulher fique atenta ao seu corpo quando notar o sangramento rosado ou marrom e se certifique que está mesmo grávida, o que pode ser feito através de um teste de gravidez ou exame de sangue para detectar o hormônio HCG, conhecido como hormônio da gravidez.

Para ajudar você deve se certificar de que o sangramento está ocorrendo de forma anormal, se sua menstruação está atrasada e se você teve relações sexuais recentes sem usar proteção. Dessa forma você poderá procurar ajuda médica, caso necessário.

Menstruação vermelha e gosmenta

Quando a menstruação se apresentar vermelha e gosmenta indica o começo ou o fim da menstruação, fases em que o sangue fica mais grosso, viscoso e elástico.

Quando esse tipo de sangramento ocorre no fim da menstruação há um menor fluxo de sangue e ele adquire essa coloração mais escuro porque se mistura com bactérias e fungos o canal vaginal.

Já no início a menstruação esse tipo de sangramento indica que o fluxo se tornará maior com o passar dos dias, o que acontece normalmente durante a menstruação.

No entanto é preciso ter cuidado, pois se essa coloração escura permanecer durante toda a menstruação pode ser sinal de alguma doença como endometriose, tumores ou sinal de aborto se você estiver grávida.

A endometriose é uma doença em que o endométrio cresce em outras regiões do corpo como região pélvica, fora do útero, nos ovários, intestino, reto, bexiga e peritônio (membrana que reveste a pélvis).

Quando a apresenta essa doença a mulher pode sentir dores durante o período menstrual e relação sexual e também pode ter infertilidade.

Escolha de Nossas Editoras

Dica de Instagram Para Seguir

Siga @dazzlook no Instagram

Siga @dazzlook - Dicas de compras, promoções, moda, beleza e estilo. Conecte-se.

Siga @dazzlook no Instagram Siga @dazzlook no Instagram

A doença pode aparecer por vários motivos, entre eles quando a mulher tem menstruação retrógrada, ou seja, quando o sangue da menstruação sofre refluxo para a cavidade pélvica através das trompas de Falópio, fazendo com que as células que compõem o endométrio fiquem espalhadas nas paredes dos órgãos da região pélvica e comecem a crescer.

Outro motivo pode ser a transformação de células embrionárias que revestem o abdômen e cavidades pélvicas em tecido endometrial. Também pode ocorrer se a mulher tiver deficiência em seu sistema imunológico, já que ele tem um papel importante em reconhecer e destruir células endometriais que crescem em local indevido.

Para tratar a doença podem ser tomados medicamentos para controlar a dor e diminuir o progresso da endometriose e fazer uma cirurgia para retirada dos tecidos.

Menstruação laranja

Quando a menstruação se apresenta em tom alaranjado pode ser sinal de infecção. A cor fica laranja porque o sangue menstrual se mistura com algum fluido amarelo, proveniente de alguma infecção.

A mulher deve ficar atenta a outros sintomas como cheiro fétido, dor pélvica e febre.

Pode haver corrimento amarelo nas seguintes infecções: vaginose bacteriana, vaginose por Trichomonas ou gonorreia.

O ideal é quando notar que a menstruação está alaranjada ou o corrimento amarelo ir ao médico para saber do que se trata.

Menstruação vermelho vivo

Cólica? Gravidez? Dicas de Menina
Foto: via Dicas da Doutora

A menstruação vermelho vivo indica que tudo está completamente normal. Ela ocorre geralmente no meio da menstruação quando há um fluxo maior, devido ao fato do sangue descer em maior quantidade e velocidade.

Pode haver a presença de coágulos e pequenos pedaços do endométrio. É algo normal, mas caso seja excessivo é recomendado que você procure um médico.

Menstruação marrom

Geralmente a menstruação marrom ocorre no início ou no fim da menstruação. Nessas fases o sangue demora a descer e pelo sangue entrar em contato com oxigênio, fungos e bactérias começa a se decompor assim ficando mais escuro.

É comum um ciclo menstrual apresentar a menstruação apenas com o aspecto marrom quando a mulher faz uso de anticoncepcionais, pois há baixa do hormônio estrogênio.

Em caso de mulheres que usam anticoncepcional sem pausa, devem parar de usar o medicamento por alguns dias para que a menstruação desça normalmente.

E no caso de mulheres que usam a cartela de anticoncepcional com pausa ela deve procurar seu médico para ver se a dosagem que está tomando não é muito baixa.

A menstruação marrom também pode acontecer quando a mulher está grávida. Nesse caso é um sangramento marrom. Ele pode indicar descamação do endométrio, o que pode causar aborto.

O corrimento marrom ainda pode indicar doenças como endometriose, lesões ou miomas no colo do útero.

Caso o corrimento marrom venha acompanhado de uma coloração amarelada também pode indicar infecção.

Menstruação preta

Quando o sangue da menstruação está muito escuro com uma coloração preta indica que o sangue demorou muito para descer, tendo mais contato com o oxigênio, fungos e bactérias do canal vaginal.

A mulher geralmente nota isso quando usa anticoncepcional, pílula do dia seguinte ou está perto de entrar na menopausa.

Assim como o sangramento marrom também pode ocorrer na gravidez, podendo ser indicação de aborto.

Menstruação cinza

Menstruação com coloração cinza pode ser indicação de infecção. Para ter certeza a mulher deve notar se há outros sintomas que acompanham este como cheiro ruim, dor pélvica e febre.

E se a mulher está grávida, a menstruação cinza também pode ser indicação de aborto.

Dicas

Quais cuidados a mulher deve ter durante a menstruação?

Não só é importante saber o que significa a cor rosa e outras cores que podem aparecer no sangramento da menstruação como saber os cuidados que você deve ter durante esse período.

Como a menstruação mexe com os hormônios, não só a parte emocional da mulher fica abalada, mas ela também pode sentir desconfortos como cólicas e dores de cabeça.

E como se não bastasse tem que se preocupar com o sangramento, devendo trocar o absorvente com frequência, havendo risco de ocorrer vazamentos.

Para te ajudar nessa fase tão difícil reunimos alguns cuidados que você deve ter. Confira:

Controle os dias da menstruação

Cólica? Gravidez? Dicas de Menina
Foto: via VIX

É importante que você calcule mais ou menos quando sua menstruação vai ocorrer. Assim você pode se preparar e evitar marcar compromissos, já que nessa época é normal a mulher desejar ficar em casa.

Ad DDM

Prepare um kit para levar com você

É importante que você tenha em sua bolsa absorventes, lenços umedecidos e até mesmo calcinhas limpas para o caso de haver vazamentos.

Também leve remédios para cólicas e dor de cabeça. É sempre bom estar prevenida.

Não use roupas apertadas

Evite roupas apertadas, especialmente nas regiões próxima à vagina, para deixa-la respirar e você se sentir mais confortável. Uma boa dica é usar calcinhas de algodão.

Coma alimentos ricos em ferro

Como a mulher perde um pouco de sangue é bom comer alimentos ricos em ferro como feijão, carne vermelha, cereais integrais, lentilha e legumes.

Também é bom ter uma alimentação balanceada para ter força para realizar as atividades diárias.

Tome bastante água

Como durante a menstruação a mulher pode ter retenção de líquidos o ideal é que beba bastante água para se manter hidratada.

Mantenha a higiene íntima

É importante que você mantenha a vagina limpa e lave-a com sabonete neutro, evitando esponja, para não haver infecção.

Troque os absorventes com frequência

Cólica? Gravidez? Dicas de Menina
Foto: via M de Mulher

Também é bom trocar os absorventes a cada quatro horas. Caso use o absorvente interno deve ser a cada duas horas. Assim você evitará o cheiro forte da menstruação e infecções.

Durma bem

É importante que você também tenha uma boa noite de sono e durma pelo menos oito horas por noite, para que esteja bem descansada.

Faça atividades que você curta

Como a mulher fica sensível durante a menstruação é bom que ela faça atividades que curta, assim evitará que fique estressada e relaxe. Ver um bom filme, ler um livro ou revistas são atividades que são boas para fazer em repouso e ajudam a relaxar.

Deixe uma resposta

Tipos de menstruação Dicas de Menina

Tipos de menstruação: Você conhece todos?

Toda mulher tem uma região chamada de Vulva, que nada mais é do que aquela parte externa existente nos órgãos da genitália feminina. Para quem não sabe, essa região abarca a abertura da Vagina, os lábios maiores, os menores e o próprio clitóris. A sua parte externa é coberta por pelos pubianos e além disso, existem vários tipos de vulva. Ao redor da abertura da Vagina, há cerca de dois conjuntos compostos por dobras de pele. O primeiro conjunto, que é o conhecido como conjunto interno, é composto pelos lábios menores, não possuem pelos e são pequenos no tamanho. O segundo conjunto, que é o da parte externa, é composto pelos lábios maiores e nele, existem pelos pubianos que revestem toda a parte externa do local. Ambos tipos de lábios possuem formação baseada em Tecido do tipo Conjuntivo, que se localiza bem na região do centro. Porém, vale enfatizar que é nos maiores que há muito mais concentração de Tecido Adiposo. E qual a função dos lábios? Simplesmente de proteger a região inicial de abertura da Vagina e inclusive a abertura da Uretra. A Uretra nada mais é do que um pequeno tubo curto que é responsável por transportar a urina da região da bexiga para a parte externa do corpo. Existem glândulas no interior da abertura Vaginal e elas são responsáveis por produzir um líquido parecido com o muco, que ajuda a lubrificar o local durante o sexo. Essa glândula é conhecida como Glândula de Bartholin, e elas ficam localizadas exatamente uma de cada lado da abertura. No local anterior a Vagina, há um encontro de lábios menores que visam formar uma pequena tampinha de pele, justamente para formar o que chamamos de Prepúcio. Para quem não sabe, o Clitóris da mulher fica bem em cima desse Prepúcio. O Clitóris, é uma região estruturada supersensível da área íntima feminina, que quando estimulada sexualmente acaba aumentando de tamanho. Para se ter uma noção, os lábios de caráter menor também acabam se encontrando na parte posterior da abertura Vaginal e por isso forma-se a chamada Comissura Posterior. Sabe aquele espacinho existente entre a Vagina e o Ânus? Pois bem, aquilo ali é o que conhecemos por períneo. Você mulher, sabia tanto assim sobre a sua Vulva? É muito importante conhecer a sua região íntima e no artigo de hoje, detalharemos muito mais sobre o assunto. Aliás, você conhecerá os tipos de Vulvas e aprenderá tudo e muito mais que envolve esse Universo feminino. Preparada? Tenha uma boa leitura!!

Tipos de Vulva: Conheça todas as formas e tipos