Categorias
Maquiagem

Maquiagem Vegana: Conheça mais sobre o esse assunto

Quando o assunto é maquiagem nós separamos com muitas variedades e inovações que movimento o mercado da beleza a todo vapor. A mulherada se apaixona cada vez mais pela arte da make e quanto mais evolução melhor. Hoje o artigo irá falar um pouco sobre. Maquiagem Vegana, que surgiu nesses últimos anos como uma opção de make mais sustentável.

Primeiramente, falando de sustentabilidade no mundo da maquiagem, é muito natural confundir a make orgânica, com a maquiagem Vegana e inclusive com a natural.

Para não existir nenhuma dúvidas sobre isso, preparamos um conteúdo bem completo para você aprender de uma vez por todas a diferenciar tais makes e ainda aprender de vez sobre a maquiagem Vegana. Bora lá?

De que maneira a maquiagem surgiu?

A make faz parte da vida do seres humanos desde já muito tempo. Para quem acha que surgiu tão recente, separamos aqui toda história e evolução da maquiagem que hoje se tornou tão importante na vida de muitas mulheres.

Inicialmente a maquiagem se expôs por intermédio de pinturas no corpo. Antigamente, tanto homens como mulheres pintavam o corpo, com imagens que representavam sua espiritualidade e religião. As pinturas também representavam as alianças existentes na tribo, como uma maneira de afastar os adversários de tribos rivais.

Nessa época, a maquiagem através das pinturas no corpo, eram sempre feitas com um propósito, dentre eles também podemos citar a finalidade curativa, no qual as pinturas serviam para camuflar e proteger o indivíduo da ira dos elementos da natureza.

O povo egípcio foi a sociedade organizada que ficou primeiramente conhecida pela utilização de maquiagem. Para se ter uma ideia, há cerca de oito mil anos atrás eles já chamavam atenção por conta disso.

Nesse período eles era vistos como químicos cheios de sofisticação e eles usavam uma diversidade enorme de matérias de cunho vegetal, animal e mineral na criação de suas tintas usadas para as maquiagens.

Independente da classe, todo egípcio usava maquiagem tanto só redor dos olhos, como na boca. Na verdade isso era visto como uma espécie de acessório que era usado pelo povo todos os dias.

Cerca de dois mil anos após os egípcio, lá por volta de quatro mil antes de Cristo, o povo grego e romano começaram a usar maquiagem, porém de maneira bem discreta. Como o costume dos povos proibia a mulher de se tornar independente, o uso da make era praticamente em segredo. Basicamente elas utilizavam um pó na região do rosto e acrescentavam uma leve corzinha nós lábios e na região das maçãs (praticamente o blush da pra época?

Se formos mais além, aproximadamente por volta do século quinze, usar maquiagem era visto como um sinal de desonestidade, visto que a mesma promove certas alterações nas características do indivíduo. Em vista disso, esse uso era considerado pecado nesse período, sem contar que o uso mais discreto também era justificado por essa crença. Quanto menos nítida fosse sua maquiagem, melhor era.

Foi no século dezesseis que a utilização de make começou a ganhar um novo significado. Graças ao capitão da Venezuela, que usava sempre tudo muito destacado, chamando muito a atenção e caracterizado pelo exagero, a maquiagem meio que se tornou um status.

Além do fato dele ter um preço bem salgado nessa época, quem usava começou a ser visto como alguém que tinha mais dinheiro. Assim, os integrantes da Aristocracia começaram a usar a make de forma bem exagerada, justamente para serem diferenciados dos povos de classe média.

Mas por volta do século dezenove o conceito do uso de make mudou novamente. Por conta da declaração da Rainha Victoria, ao considerar o uso de make algo extremamente vulgar, assim de tornou vista a maquiagem.

As classes mais refinadas não usavam a make por ser vista como imprópria e pela maquiagem ser mal vista, a mulherada da época começou a buscar mecanismos que ajudassem a ter um efeito parecido da make sem usá-la. Por conta disso, muitas mordiam os próprios lábios e beliscavam suas bochechas, para tentar alcançar aquele ar mais corado que até então a maquiagem proporcionava.

E durante todo essa evolução nada maquiagem, não poderíamos de falar sobre o período em que ela foi utilizada com finalidade de protesto. Foi até meados do século vinte que ela ainda era vista como algo vulgar, e nesse período somente atrizes e prostitutas usavam.

Contudo, durante os protestos do Sufrágio feminino, onde a mulher lutou por seu direito ao voto, teve início também uma nova era para a classe feminina e nessas manifestações elas usaram batons de tom vermelho forte, como um meio de protestar também. Foi a primeira vez que a mulherada se revelou conta o uso restrito da make que até então na época era super mel visto pela sociedade.

Finalmente, no século vinte a maquiagem se tornou algo popular, graças também só cinema. Nesse período haviam milhares de batons sendo comercializados por dez centavos de dólares e em sua mensagem em tom de publicidade, estimulava o público feminino a incorporar qualquer personagem de Hollywood, como meio também de liberdade.

Embora o uso do make aos poucos tenha ganhado mais popularidade, ainda sim era um tanto vergonhoso ser visto comprando os produtos, mas foi desde essa época que a maquiagem se tornou definitivamente a queridinha da mulherada do mundo todo.

Mas demorou um pouco para seu a preocupação com o meio ambiente viesse juntamente com a utilização da maquiagem. Até então as mulheres usavam qualquer tipo de produto, independente se ele fosse tóxico para o rosto e para os lábios.

Foi quando a maquiagem do tipo orgânica surgiu, que o uso da make ganhou um pouco mais de conscientização e é sobre isso que iremos aprofundar nossa leitura agora.

Os produtos Orgânicos começaram a surgir quando?

Basicamente, quando usamos o termo orgânico estamos nos referindo com ênfase nos alimentos cujo cultivo fora feito sem nenhum uso de qualquer produto de caráter químico, que fora criado pela humanidade.

A preocupação pelo orgânico surgiu em meados do século vinte e em vista disso o número de produtos de fertilização de origem sintética cresceu significativamente, incluindo também os pesticidas usados para o cultivo de agricultura.

Muitos fazendeiros da época acabaram criando Associações, que incluíram as primeiras certificações no ramo orgânico produtivo. E foi por volta dos anos setenta que essa produção orgânica começou a ser cada vez mais estimulada, e em decorrência dos números de poluição ambiental se mostrarem cada vez maiores justamente por conta do uso de produtos Agrotóxicos, o processo produtivo orgânico continuou a crescer e regulamentos e certificados do gênero surgiram com ainda mais força em todo o mundo nos anos oitenta e noventa.

Foi por volta dos anos dois mil que o mercado produtivo de orgânicos cresceu absurdamente e se expandiu para muito mais além do comércio de alimentos. Desde os produtos cosméticos, até as roupas e os produtos agora cuidados domésticos começaram também a surgir na versão orgânica.

De forma geral, todo e qualquer produto de origem orgânica, incluindo a maquiagem, são feitos com itens cultivados de acordo com as normas que o mercado estabeleceu para que eles estejam dentro da classificação de orgânico. Assim sendo são produtos livres de qualquer item sintético e nocivo em sua fórmula.

Entenda agora a distinguir a Maquiagem vegana, da maquiagem orgânica, natural e Cruelty-Free

A maquiagem no formato convencional é aquela que não se encaixa em nenhuma das definições que mencionando no tópico: ela nem é natural, nem vegana e muito mesmos orgânica.

Ela é basicamente aquela versão tradicional que surgiu primeiro e você acha facilmente tanto nas Farmácias, como nas lojas do ramo e até mesmo em Supermercados. Por ser tradicional você encontra com muito mais facilidade.

E embora a meme convencional seja regulamentada pela ANVISA, ela não tem nenhum compromisso quanto aí uso de itens naturais em sua formulação e assim não retratam nenhuma preocupação com a natureza e a vida animal. E essa é a principal diferença entre esse tipo de maquiagem e as outras que vamos no colocar a seguir para você.

Se tem uma coisa que é bem normal é acabarmos confundindo a maquiagem Vegana, com a orgânica e a natural, por exemplo, mas a realidade é que elas não são sinônimos.

Aprenda agora as principais diferenças e três elas:


• Maquiagem Natural

Quando falamos de make natural estamos nos referindo aos produtos que são livres de itens prejudiciais e nocivos para a saúde humana em sua fórmula. Ela também são isentos de substâncias que podem afetar negativamente o nosso meio ambiente, como é o caso do Parabéns, do Sulfato e dos Corantes.

Outra característica da maquiagem natural é que ela é composta por noventa e cinco por cento de itens naturais em sua fórmula, enquanto que apenas cinco por cento é de itens orgânicos.

Dos produtos proibidos para a produção de uma maquiagem natural destacamos: A Amônia, os conservantes de origem sintética, bem como os corantes; a Dietanolamidas, os itens derivados de Petróleo e Propileno, as fragrâncias de origem sintética, o silicone e os GMO’s.

Sempre que você comprar um produto que bem dizendo ser a base de produtos de origem natural, isso indica que apenas uma parte de seus itens são de fato naturais.


• Maquiagem Orgânica

Agora quando falamos de makes orgânicas, estamos nos referindo a produtos cujos ingredientes em sua maioria são de origem devidamente orgânica. Nessa caso, cerca de noventa e cinco por cento de sua formulação é composta por itens orgânicos, diferentemente da make natural se só comporta cinco por cento. Os outros cinco por cento que são dedicados a itens de origem natureba.

Dos itens proibidos na produção de make orgânica destacamos os Adubos de origem sintética, os Agrotóxicos e os GMO’s. Aliás preste atenção nos rótulos dos produtos, quando você vê a mensagem indicando que a produção é feita com itens de origem orgânica, na maioria dos casos indica que apenas setenta por cento do produto e de fato composto por itens desse gênero.


• Maquiagem Vegana

Para que um produto possa ser considerado efetivamente orgânico, significa que ele não pode ter nenhum item de origem animal em sua fórmula. Em outras palavras, a maquiagem vegana é livre de itens como Albumina, cera de abelha, Colágeno, Gelatina, Gordura de origem animal, Lanolina, Leite, Mel e Tutano.

Outro aspecto importante é que a Maquiagem vegana não é testada em animais, apesar de que alguns de seus itens podem sim ser testados. Isso não ocorre se por exemplo você notar na embalagem a mensagem Cruelty-Free.


• Maquiagem Cruelty-Free

E por fim, o termo Cruelty-Free significa isento de crueldade, portanto esse tipo de maquiagem não é testada em animais de nenhuma maneira, nem mesmo nenhum item de sua composição.

Na sua fórmula pode conter itens de origem Natural ou até mesmo sintética, mas o que a caracteriza como Cruelty-Free é justamente o fato de não ser testada de jeito nenhum em animais.

Os produtos do gênero levam a certificação de empresas como a PETA, a Choose Cruelty-Free e a CCIC&BUAV.

Aspectos importantes sobre a Maquiagem vegana, orgânica, natural e Cruelty-Free

Para não haver confusão na hora de distinguir uma da outra, separamos alguns pontos importantes que precisamos saber:
• Todo produto de origem orgânica é também natural, mas nem todo produto de origem natural é necessariamente orgânico,
• Todos os produtos de origem natural ou orgânica podem sim conter itens de origem animal em sua composição,
• Se tratando de produto vegano, sua fórmula pode sim ser constituída por itens de origem sintética, como é no caso do Parabéns, do Sulfato e dos Corantes em geral,
• Quando um produto é vegano não quer dizer que ele é Cruelty-Free.

Afinal, como escolher o tipo de maquiagem melhor para a gente?

Com tantas variedades é normal se sentir um pouco perdida na hora de fazer as escolhas certas em relação a maquiagem. Para quem se preocupa muito em manter a pele saudável, a melhor opção e a maquiagem orgânica.

Se você é contra os testes feitos em animais, opte por produtos Cruelty-Free. É sempre importante estar atenta aos rótulos dos produtos e por isso a dica é ficar de olho se na embalagem tem selos como o da ECOCERT e do IBD, mas ainda sim indicamos pesquisar bem sobre o produto pois pode ocorrer dele ter um desses selos simplesmente porque usa algum tipo de item em sua fórmula que é aprovado por alguma dessas instituições.

Veja agora como a Maquiagem pode afetar a sua pele

Independente se você usa maquiagem vegana e de outro tipo, se você tem o hábito diário de se maquiar é importante estar atenta a como esses produtos aplicados na pele podem afetar ela.

Veja adiante os principais ingredientes nocivos que podem ser encontrados nas maquiagens e exatamente onde você pode encontrá-los:


• Substâncias como o BHA e o BHT

Nos produtos como batom ou sombras para os olhos, você facilmente pode se separar com dois itens: o BHA e o BHT. Através de estudos e análises comprovou-se que ambos são cancerígenos em Animais e embora não tenha sido suficientemente testados no ser humano é sempre recomendado evitar qualquer tipo de produto com eles em sua fórmula.


• Chumbo

O chumbo também é uma substância que pode ser encontrada em produtos cosméticos como o batom.

Ele é comprovadamente Cancerígeno e ainda pode desencadear outros problemas como é o caso da Depressão, Agitação, Hiperatividade, problemas para conseguir se concentrar ou aprender algo, irregularidades no ciclo menstrual, enfermidades como o Alzheimer e a doença de Parkinson dentre outros. Portanto se afaste de qualquer produto que tenha chumbo na sua composição.


• Parabenos

Essa substância você consegue encontrar em variados tipos de maquiagens, uma vez que ela age diretamente contra determinados Fungos e Micróbios.

Entretanto, apesar disso, o Parabéns acha afetando o nosso Sistema Endócrino e além de possuir também ação de caráter Estrogênico, pode provocar malefícios mesmo sendo uma utilizado em doses relativamente baixas.


• Oxibenzona

A próxima substância nociva pela qual devemos ter cuidado é a Oxibenzona. Ela também é facilmente encontrada em vários tipos de produtos de make por possui ação contra os malefícios dos raios solares na pele.

Em contrapartida, essa “proteção” pode facilmente desencadear quadros alérgicos, alterações nas células e ainda promover irregularidades hormonais.


• Lauril Sulfato de Sódio

Esse próximo item devemos ter cautela, e ele é encontrado nós produtos desenvolvidos para remoção de Maquiagem. Seu uso pode provocar também quadros alérgicos e ainda há suspeitas de que ele também é cancerígeno.

Além dessas, existem muitas outras substâncias que também são nocivas e a gente precisa evitar adquirir produtos cuja fórmula as contenham. Assim sendo você também deve evitar itens como Amianto, Butilparabeno, Butilhidroxianosol ou Hidroxitolueno, DEA, MEA e TEA, Geleia Mineral, Metenamia e muitos outros que são de fato tóxicos.

Felizmente hoje já existem muitas opções de maquiagem mais seguras, que dão o mesmo efeito da make convencional, sem agredir a saúde da pele.

Afinal, a make de origem orgânica é mesmo a melhor?

Embora se fale muito sobre a Maquiagem vegana ultimamente, ainda sim muitos afirmam que a orgânica é a melhor. Claramente se sua escolher for pela maquiagem vegana, natural, orgânica ou Cruelty-Free, qualquer uma delas vai ser uma escolha melhor do que se você optar pela make tradicional.

Mas particularmente, a de origem orgânica traz muitas vantagens em si quando comparada a convencional. Para se ter uma noção, o processo produtivo de uma make tradicional se foca unicamente no resultado final estético que irá proporcionar de forma imediata.

E embora o uso frequente de tais produtos acarretem consequências para a pele ao longo do tempo, a indústria não se preocupa com isso muito menos com k meio ambiente. Nessa caso o mais importante é lançar a base com a cobertura mais alta ou a sombra mais pigmentada possível, por exemplo.

Veja só os principais efeitos que a make convencional pode provocar:
• Os olhos podem ficar irritados,
• A pele pode sofrer irritação,
• Podem surgir manchinhas ou erupções na pele,
• Os lábios podem ficar inflamados,
• A pele pode ficar mais oleosa ou mais ressecada,
• Pode ocorrer quadros de alergia,
• O risco de ter câncer aumenta significativamente.

O que faz com que a Make Orgânica não provoque essas reações negativas?

A maquiagem orgânica não provoca essa reações decorrentes da make tradicional justamente porque os itens que compõem a sua formulação são livres de compostos de origem sintética ou Petroquímica, como é o caso da convencional.

Muito pelo contrário, Maquiagem de origem orgânica é constituída por itens naturebas que soa ótimos também para manter a pele bem tratada, o que faz com que seu uso continuo preserve a saúde dela ao invés de prejudica-la gradativamente.

Veja só quais as principais vantagens de se utilizar uma maquiagem de origem orgânica:
• Ele é isenta de qualquer substância química em sua fórmula,
• É isenta de qualquer produto nocivo ao meio ambiente,
• É isenta de qualquer crueldade com animais,
• Não provoca ressecamento na pele,
• Ajuda a deixar a pele sempre bem hidratada,
• Reduz as chances de ocorrência de problemas com Acne,
• Evita o aparecimento de quadros alérgicos ou de irritação.

Quando falamos de produto Natural, muitas pessoas acham que não esse tipo de produto não recebe tanta tecnologia em sua confecção, o que acaba não trazendo tanta segurança para quem o usa, mas o produto orgânico vai muito mais além do que qualquer crença.

Para se ter uma noção, a make de origem orgânica tem um prazo de vencimento bem similar da make convencional, que costuma ser de até dois anos.

Preços: Variam muito?

Fazer comparações entre preços de makes tradicionais e orgânicas não é tão simples assim, até porque há uma gama enorme de marcas existentes e dentre eles estão as de maior e menor qualidade que afetam diretamente no preço final do produto.

Antigamente era comum afirmar que as maquiagens orgânicas tinha custo bem mais alto do que as convencionais, porém com a tecnologia atual e maior demanda por produtos Orgânicos, essa ideia de que são mais caros acabou mudando com tempo.

Vale lembrar que a qualidade de um produto orgânico é bem mais alta e não é imparcial comparar ele com um produto convencional baratinho, por exemplo. Mas se pegarmos um produto tradicional de alta qualidade para fazer a comparação, aí sim teremos uma disputa acirradíssima.

Conheça agora algumas marcas de Maquiagem vegana, Orgânica e Cruelty-Free

Se você está pensando em adquirir maquiagem vegana, orgânica ou Cruelty-Free, nada mais justo do que separarmos algumas das marcas mais famosas, seja de importados ou nacionais, para que você possa pesquisar e escolher a sua preferida não é mesmo?

Pensando nisso nós vamos deixar aqui algumas indicações das melhores para você:


• Marcas importadas

Se tratando de importados existem marcas como a Alva, que é de maquiagens orgânicas e Cruelty-Free. Nesse mesmo ramo destacamos também a BAIMS, a ILIA beauty e a Kiko, que sai de origem Alemã, Canadense e Italiana respectivamente.

A marca americana Kat Von D é voltada para produtos Cruelty-Free, embora não apresente certificação como as outras que citamos anteriormente. Temos também a Too Face que é muito conhecida pelas blogueiras de moda e beleza. A marca tem certificação, é americana e seus produtos também são Cruelty-Free.


• Marcas Nacionais

Felizmente no Brasil já tem boas marcas no ramos que oferecem makes excelentes. A Bioart, Arte Aromas e a Cativa Natureza são especialistas em maquiagem vegana e orgânica.

Assim como essas marcas também podemos citar a Nação Verde e Organela. Já a Hérnia tem produtos Orgânicos e Cruelty-Free e a Simple Organic tem alguns produtos de origem orgânica.

Enfim, independente da sua escolha, escolha com consciência. Não só a saúde da sua pele está em jogo, comi também a preservação do nosso meio ambiente.

Tenha mais cautela na hora de adquirir as maquiagens. Você pela maquiagem vegana, orgânica, natural ou Cruelty-Free, basta seguir as orientações de hoje e pesquisar mais sobre as marcas para decidir qual é mais a sua cara.

Sem dúvida nenhuma qualquer uma dessas escolhas será sempre melhor do que escolher os produtos convencionais. Que tal compartilhar essas dicas com as amigas também? Assim elas também vai conhecer mais sobre esse universo de makes mais seguros que valem muito mais a pena.

Está na hora de pararmos de pensar apenas no resultado final de uma maquiagem não concorda? O que ela pode provocar na sua saúde ao longo do tempo é algo que precisamos estar mais atentas e o nosso meio ambiente também precisa ser mais cuidado por nós, que precisamos dele para viver.

E aí, qual versão de make te chamou mais atenção? Maquiagem vegana, orgânica, Natural ou Cruelty-Free?