in

Fluxo Menstrual Intenso(Menorragia): Como Diminuir e Regular

A Menstruação é um assunto que toda mulher já está cansada de saber, afinal tem que lidar com ela todo mês inevitavelmente, além dos sintomas da Tensão Pré-Menstrual que invadem sem nem ao menos avisar. E quando o Fluxo Menstrual Intenso surge? Ficamos ainda mais perdidas e as vezes nem sabemos porque exatamente está acontecendo não é mesmo? Essa saga inicia na vida da mulher ainda na fase da adolescência e perdura por muitos e muitos anos. Todo mês vem aquele sangramento, juntamente com seus efeitos que podem incluir dores e desconfortos. Conviver com tais características de caráter fisiológico, juntamente com o nosso conhecimento acerca do nosso próprio corpo, nos ajudam a identificar quando há algo errado ginecologicamente com a nossa saúde. Existem distúrbios do tipo que claramente afetam o ciclo e o fluxo da menstruação, por isso é sempre muito importante que a mulher tenha mais atenção às mudanças que podem estar ocorrendo com o corpo dela e as vezes por descuido nem percebe. O primeiro fator que pode indicar que algo está errado é quando o Fluxo Menstrual Intenso começa a se fazer presente no Ciclo Feminino. Essas mudanças no Fluxo, incluem não apenas o aumento do volume, como também podem abarcar o surgimento de alguns coágulos de sangue ou até mesmo o aumento dos dias em que a menstruação perdura. Existem mulheres que começam a ficar menstruadas por até sete dias corridos. Se isso não é algo que acontecia com você e de repente muda, você precisa consultar um profissional da Ginecologia, para que ele identifique as causas dessas mudanças bruscas. De acordo com alguns médicos da área, a maioria das mulheres começam a notar tais alterações na medida em que notam que precisam comprar mais absorventes do que costumavam usar, ou trocá-los com muito mais frequência. Além disso, alguns sintomas como cansaço extremo, Mal-estar e muita fadiga, são sinais de uma possível Anemia.

A Menstruação é um assunto que toda mulher já está cansada de saber, afinal tem que lidar com ela todo mês inevitavelmente, além dos sintomas da Tensão Pré-Menstrual que invadem sem nem ao menos avisar. E quando o Fluxo Menstrual Intenso surge? Ficamos ainda mais perdidas e as vezes nem sabemos porque exatamente está acontecendo não é mesmo?

Essa saga inicia na vida da mulher ainda na fase da adolescência e perdura por muitos e muitos anos. Todo mês vem aquele sangramento, juntamente com seus efeitos que podem incluir dores e desconfortos.

Presente Para o Seu Parceiro

Sauna e Spa Familiar para Homens

Conheça >> www.spawellbeing.com.br.

Conviver com tais características de caráter fisiológico, juntamente com o nosso conhecimento acerca do nosso próprio corpo, nos ajudam a identificar quando há algo errado ginecologicamente com a nossa saúde.

Existem distúrbios do tipo que claramente afetam o ciclo e o fluxo da menstruação, por isso é sempre muito importante que a mulher tenha mais atenção às mudanças que podem estar ocorrendo com o corpo dela e as vezes por descuido nem percebe.

O primeiro fator que pode indicar que algo está errado é quando o Fluxo Menstrual Intenso começa a se fazer presente no Ciclo Feminino. Essas mudanças no Fluxo, incluem não apenas o aumento do volume, como também podem abarcar o surgimento de alguns coágulos de sangue ou até mesmo o aumento dos dias em que a menstruação perdura.

Existem mulheres que começam a ficar menstruadas por até sete dias corridos. Se isso não é algo que acontecia com você e de repente muda, você precisa consultar um profissional da Ginecologia, para que ele identifique as causas dessas mudanças bruscas.

De acordo com alguns médicos da área, a maioria das mulheres começam a notar tais alterações na medida em que notam que precisam comprar mais absorventes do que costumavam usar, ou trocá-los com muito mais frequência.

Além disso, alguns sintomas como cansaço extremo, Mal-estar e muita fadiga, são sinais de uma possível Anemia.

De que forma você pode saber se o seu Fluxo Menstrual está além do normal?

Quando falamos do aumento dos níveis do Fluxo Menstrual, podemos falar basicamente de duas categorias pelo qual ele se divide. Tais categorias mostram quando existe um certo excesso de perda de sangue, que não é nada normal. A primeira Etapa do aumento do Fluxo Menstrual Intenso é chamada de Menorragia. Nesse caso, o aumento do Fluxo acontece em determinados intervalos e de forma bem regular. A segunda etapa é o que chamamos de Hipermenorréia e nesse caso, o aumento é irregular. De forma mais precisa, para que você se saiba se o seu Fluxo está excessivo, segundo médicos da área, quando a perda diária de sangue ultrapassa oitenta milímetros de volume ou quando o fluxo dura mais do que sete dias, significa que existe algum tipo de disfunção. Se você se encaixa em uma dessas circunstâncias, precisa ficar bem atenta e ir em busca de uma orientação médica, pois só o profissional será capaz de dizer com precisão o que pode estar acontecendo com sua saúde. Alguns tipos de mudanças no fluxo Menstrual da mulher podem ser decorrentes de alguma variação hormonal, doença crônica, Afecção Ginecológica (Mioma Uterino, Pólipos, etc) ou até mesmo decorrente de enfermidades que afetam o Sistema Sanguíneo. Vale enfatizar que também pode ocorrer por conta do uso de algum remédio. Por existir tantas possibilidades, é imprescindível buscar ajuda médica, afinal você não saberá diagnosticar o seu problema em essa ajuda não é mesmo?

Quando falamos do aumento dos níveis do Fluxo Menstrual, podemos falar basicamente de duas categorias pelo qual ele se divide. Tais categorias mostram quando existe um certo excesso de perda de sangue, que não é nada normal.

A primeira Etapa do aumento do Fluxo Menstrual Intenso é chamada de Menorragia. Nesse caso, o aumento do Fluxo acontece em determinados intervalos e de forma bem regular. A segunda etapa é o que chamamos de Hipermenorréia e nesse caso, o aumento é irregular.

De forma mais precisa, para que você se saiba se o seu Fluxo está excessivo, segundo médicos da área, quando a perda diária de sangue ultrapassa oitenta milímetros de volume ou quando o fluxo dura mais do que sete dias, significa que existe algum tipo de disfunção.

Se você se encaixa em uma dessas circunstâncias, precisa ficar bem atenta e ir em busca de uma orientação médica, pois só o profissional será capaz de dizer com precisão o que pode estar acontecendo com sua saúde.

Alguns tipos de mudanças no fluxo Menstrual da mulher podem ser decorrentes de alguma variação hormonal, doença crônica, Afecção Ginecológica (Mioma Uterino, Pólipos, etc) ou até mesmo decorrente de enfermidades que afetam o Sistema Sanguíneo. Vale enfatizar que também pode ocorrer por conta do uso de algum remédio.

Por existir tantas possibilidades, é imprescindível buscar ajuda médica, afinal você não saberá diagnosticar o seu problema em essa ajuda não é mesmo?

Conheça mais sobre as principais causas decorrentes de um Fluxo Menstrual Intenso

Não é bem da noite para o dia que o seu Fluxo aumenta significativamente. Inicialmente a menstruação chega bem suave, com aquela corzinha de borra de café. Em seguida, ela vai tomando forma e atinge a cor vermelha do sangue, e só no final volta para aquele aspecto amarronzado.

Geralmente o ciclo dura entre três e sete dias, dependendo de cada mulher. Porém, existem aquelas que acabam sofrendo com um Fluxo Menstrual Intenso. Fluxo este que pode atormentar a qualidade de vida da mulher.

É muito importante ter a ciência de que um Fluxo excessivamente intenso não é nada normal. Essa característica pode ser indício do que citamos anteriormente: Menorragia. Tal problema pode desencadear quadros anêmicos e ainda é um sinal de que algo de errado está afetando o seu organismo.

Não há muitos segredos para descobrir se o seu Fluxo é ou não intenso. Você só precisa se atentar mais aos detalhes. Responda francamente algumas perguntas a si mesma:

• Você menstrua por mais de sete dias?

• Te a necessidade de trocar de absorvente o tempo todo? Não consegue fiar mais de uma hora com o mesmo?

• Se Fluxo Menstrual Intenso é tão intenso que você deixa de fazer algumas atividades comum do dia a dia?

• Você acaba enchendo mais de três coletores de menstruação durante o seu ciclo?

Caso você tenha respondendo positivamente para mais de uma dessas perguntas, provavelmente você está com um fluxo excessivo e precisa verificar se tem algo de errado com sua saúde.

Ter um Fluxo Intenso não necessariamente trata os mesmos problemas para qualquer mulher que o tenha. Com tudo, na maioria das vezes ele provoca Anemia e falta de Ferro no organismo.

Dentre os principais indícios que indicam quadros anêmicos destacamos: Fadiga, sensação de Fraqueza, Tontura e assim por diante. Qualquer mínima suspeita que você tenha, busque ajuda de um médico. Anemia pode trazer muitos riscos a sua saúde, caso não tenha os cuidados adequados.

Principais fatores que provocam irregularidades no fluxo Menstrual

Existem basicamente cinco fatores que podem fazer com que o Fluxo Menstrual de uma mulher fique fora do normal. Veja um pouco mais sobre cada um deles a seguir: 1. Desequilíbrios Hormonais: Existem vários motivos que podem desequilibrara os hormônios no organismo, e isso acaba ocorrendo com muito mais frequência nas adolescentes e nas mulheres que estão cegando no período da menopausa. Além disso, quem sofre com a Síndrome do Ovário Policístico ou Endometriose, também pode ser atingido por tais desequilíbrios. Em vista disso, é importante sempre avaliar as taxas hormonais. 2. Problemas de caráter Ginecológico: Vários problemas Ginecológicos podem alterar o Fluxo da Menstruação de uma mulher. Dos quais podemos citar os miomas, os pólipos, as doenças inflamatórias da região pélvica e diversos outros fatores ligados a área reprodutiva feminina. Existem casos em que não dá para notar tão facilmente os sintomas, em vista disso, os exames preventivos não podem ser deixados de lado nunca. 3. Uso do DIU ou de outros tipos de Remédios: Mulheres que fazem uso do DIU de cobre, como método contraceptivo também podem acabar sofrendo com um Fluxo /menstrual Intenso. Se esse é o seu caso, ou se você faz uso regular de algum remédio específico, fique bem atenta pois isso pode ser o motivo do seu fluxo estar excessivo. Aliás, não deixe de avisar o seu médico desse fator, afinal ele não saberá adivinhar se você toma ou não algum medicamento. 4. Complicações durante período Gestacional: Mulheres que já sofreram aborto espontâneo podem sofrer com o Fluxo excessivo, visto que o ocorrido somado com os elevados níveis de estresse podem desencadear irregularidades no ciclo. Além disso, casos de Gravidez Ectópica (Embriões que se desenvolvem fora da região do útero), pode elevar o fluxo dos sangramentos. 5. Outros problemas de Saúde: Alguns problemas nos Rins, na Tireoide e no fígado, por exemplo podem estar causando irregularidades no seu Fluxo Menstrual. Em vista disso, ressaltamos a a importância de procurara um médico, para saber se há algo de errada com a sua saúde que esteja provocando o Fluxo Intenso.

Existem basicamente cinco fatores que podem fazer com que o Fluxo Menstrual de uma mulher fique fora do normal. Veja um pouco mais sobre cada um deles a seguir:

1. Desequilíbrios Hormonais: Existem vários motivos que podem desequilibrara os hormônios no organismo, e isso acaba ocorrendo com muito mais frequência nas adolescentes e nas mulheres que estão cegando no período da menopausa. Além disso, quem sofre com a Síndrome do Ovário Policístico ou Endometriose, também pode ser atingido por tais desequilíbrios. Em vista disso, é importante sempre avaliar as taxas hormonais.

2. Problemas de caráter Ginecológico: Vários problemas Ginecológicos podem alterar o Fluxo da Menstruação de uma mulher. Dos quais podemos citar os miomas, os pólipos, as doenças inflamatórias da região pélvica e diversos outros fatores ligados a área reprodutiva feminina. Existem casos em que não dá para notar tão facilmente os sintomas, em vista disso, os exames preventivos não podem ser deixados de lado nunca.

3. Uso do DIU ou de outros tipos de Remédios: Mulheres que fazem uso do DIU de cobre, como método contraceptivo também podem acabar sofrendo com um Fluxo /menstrual Intenso. Se esse é o seu caso, ou se você faz uso regular de algum remédio específico, fique bem atenta pois isso pode ser o motivo do seu fluxo estar excessivo. Aliás, não deixe de avisar o seu médico desse fator, afinal ele não saberá adivinhar se você toma ou não algum medicamento.

4. Complicações durante período Gestacional: Mulheres que já sofreram aborto espontâneo podem sofrer com o Fluxo excessivo, visto que o ocorrido somado com os elevados níveis de estresse podem desencadear irregularidades no ciclo. Além disso, casos de Gravidez Ectópica (Embriões que se desenvolvem fora da região do útero), pode elevar o fluxo dos sangramentos.

5. Outros problemas de Saúde: Alguns problemas nos Rins, na Tireoide e no fígado, por exemplo podem estar causando irregularidades no seu Fluxo Menstrual. Em vista disso, ressaltamos a a importância de procurara um médico, para saber se há algo de errada com a sua saúde que esteja provocando o Fluxo Intenso.

Dicas para conhecer melhor o seu Fluxo Menstrual

Se você quer saber detalhadamente como conhecer o seu Fluxo Menstrual e detectar se ele está normal ou não, prese atenção nas dicas maravilhosas que separamos para te ensinar a monitorar melhor sua saúde:

• Conhecendo o seu Fluxo: Se você não usa nem nunca usou, comece a usar o Coletor Menstrual. A dica é bem simples e faz toda a diferença, sabe porquê? O absorvente na maioria das vezes nos dá aquela impressão de que estamos perdendo muito mais sangue do que literalmente estamos. Em vista disso, muita mulher acha que tem um fluxo Menstrual Intenso sem verdadeiramente ter. Só o coletor te mostrará com precisão a realidade.

• Faça a medição do volume do seu Fluxo: De forma geral, nós mulheres sabemos quando o fluxo aumenta ou reduz, as na prática fica difícil ter certeza se ele está dentro da normalidade ou não. Aproveite o coletor menstrual e comece a medir o volume dos seus ciclos. Como já mencionamos, de acordos com profissionais da área, perder mais de oitenta milímetros de sangue a cada menstruação indica fluxo fora do normal. Só fazendo a medição você saberá ao certo seu o seu fluxo está na média da normalidade.

• Preste bem atenção aos sinais que o seu corpo dá: Apesar de ser uma dica aparentemente boba, muitas mulheres se distraem e deixam passar muitos sinais importantes despercebidos. Se você se incomoda de mas com o seu fluxo, não consegue viver normalmente quando está naqueles dias e sente muitos outros desconfortos que te paralisam, é hora de buscar ajuda profissional, pois isso não é normal.

E quando a Menstruação vem em pedaços? O que significa?

Existem mulheres que acabam enfrentando também com a menstruação em pedaços. São basicamente coágulos de sangue que se formam, quando há um desequilíbrio hormona feminino, fazendo com que o volume de sangue engrosse e acabe sendo liberado em partículas. Essa situação é mais comum do que imaginamos e na maioria dos casos não indica nenhum problema grave. Em vista, disso boa parte das mulheres que apresentam coágulos na menstruação, nem precisam fazer nenhum tratamento específico. Mas é claro que sempre tem uma exceção não é mesmo? Em raras situações, esse tipo de menstruação indica possíveis chances de Anemia, Endometriose ou até mesmo a existência de Mioma. Por existir essa mínima possibilidade, a mulher precisa ir a um Ginecologista para avaliar se os coágulos são normais ou se encaixam em algumas das exceções. Com a saúde, todo cuidado é pouco!

Existem mulheres que acabam enfrentando também com a menstruação em pedaços. São basicamente coágulos de sangue que se formam, quando há um desequilíbrio hormona feminino, fazendo com que o volume de sangue engrosse e acabe sendo liberado em partículas.

Essa situação é mais comum do que imaginamos e na maioria dos casos não indica nenhum problema grave. Em vista, disso boa parte das mulheres que apresentam coágulos na menstruação, nem precisam fazer nenhum tratamento específico.

Mas é claro que sempre tem uma exceção não é mesmo? Em raras situações, esse tipo de menstruação indica possíveis chances de Anemia, Endometriose ou até mesmo a existência de Mioma.

Por existir essa mínima possibilidade, a mulher precisa ir a um Ginecologista para avaliar se os coágulos são normais ou se encaixam em algumas das exceções. Com a saúde, todo cuidado é pouco!

Fatores que podem provocar uma Menstruação com coágulos

Por ser algo na maioria das vezes normal a mulher não precisa se preocupar tanto, porém, existem determinados fatores que acabam contribuindo para a formação de um ciclo menstrual com pedaços. Basicamente, quando ela tem dois ou mais ciclos seguidos com formação de coágulos, pode indicar a existência de alguns problemas. Observe os principais:

• Possível Aborto: Se a mulher está grávida, e apresenta sinais de Menstruação com coágulos, pode ser sinal de um possível aborto espontâneo que ocorre por volta do primeiro trimestre gestacional. Se a coloração da menstruação varia entre tons amarelados ou acinzentados reforça ainda mais as suspeitas de um aborto. Para ter certeza se você passou por isso ou não, só indo a um médico qualificado, além do fato de que você precisa se tratar e evitar perda excessiva de sangue.

• Existência de Endometriose: A doença existe quando o Tecido do Endométrio acaba crescendo para a região externa do útero. Em vista disso a mulher pode acabar tendo um Fluxo Menstrual Intenso, dores fortes e a presença de coágulos no ciclo. Embora ser um problema que afeta muito mais as mulheres entre trinta e quarenta anos de idade, pode atingir qualquer faixa etária.

• Existência de Miomas: Para quem não sabe, o Mioma trata-se de um Tumor Benigno que se forma na parede Interna do Útero e na maioria dos casos provoca sintomas dos quais podemos mencionar dores na região, Menstruação muito intensa com presença de pedaços de sangue e sangramentos for de época.

• Quadros de Anemia Ferropriva: A anemia provoca a deficiência de ferro no organismo e por isso pode ser uma das causas que provocam coágulos na menstruação.

Presente Para o Seu Parceiro

Sauna e Spa Familiar para Homens

Conheça >> www.spawellbeing.com.br.

• Outras doenças que atingem a Região do Endométrio: Das enfermidades que podem atingir o endométrio podemos citar a Hiperplasia Endometrial, que é justamente quando o Endométrio cresce de forma excessiva e a Polipose, que é quando pólipos começam a se formar na região. Ambas doenças provocam coágulos no Ciclo Menstrual.

• Falta de Vitaminas e Minerais no Organismo: Quando as vitaminas e os minerais responsáveis por regular a coagulação sanguínea ficam em escassez no organismo, dá para imaginar o que acaba acontecendo concorda? Pois bem, a falta de vitamina K ou C, por exemplo é um dos exemplos de deficiência vitamínica que provoca pedaços de sangue na menstruação.

• Realização de Exames Ginecológicos ou Parto: Determinados exames ginecológicos podem alterar o nosso Fluxo menstrual, provocando formação de coágulos, ou até mesmo complicações durante o parto.

Dicas infalíveis para diminuir os Desconfortos de um Fluxo Menstrual Intenso

Felizmente existe algumas precauções que podemos tomar para ajudar a enfrentar melhor os desconfortos que um Fluxo Menstrual Intenso pode causar. Pensando em lhe ajudar nesse aspecto, reunimos as melhores dicas que com certeza farão muita diferença na sua vida. Anote e teste todas, com certeza você vai gostar! • Fazer compressas quentes e aplicar na região do ventre ajuda a aliviar dores; • Opte por usar absorvente grande, noturno ou coletores Menstruais, pois vão te dar mais conforto e segurança; • Procure se alimentar adequadamente, com alimentos ricos em Ferro e Açucar Natural; • O ideal é evitar consumir muita cafeína nesse período; • Consuma bastante água diariamente; • Inclua a prática de atividade Física Aeróbica ou as atividades de alongamentos nesse período; • Descanse bastante; • Caso sinta dores, tome medicamentos analgésico que sejam indicados pelo seu médico de confiança. Essas são dicas que podem te ajudar, porém a sua melhora vai depender muito do fator que está provocando esse Fluxo Intenso Menstrual, portanto consulte o seu médico para melhores orientações, afinal, se você estiver com um problema mais sério não é garantia que tais dicas façam muita eficácia no seu caso.

Felizmente existe algumas precauções que podemos tomar para ajudar a enfrentar melhor os desconfortos que um Fluxo Menstrual Intenso pode causar. Pensando em lhe ajudar nesse aspecto, reunimos as melhores dicas que com certeza farão muita diferença na sua vida.

Anote e teste todas, com certeza você vai gostar!

• Fazer compressas quentes e aplicar na região do ventre ajuda a aliviar dores;

• Opte por usar absorvente grande, noturno ou coletores Menstruais, pois vão te dar mais conforto e segurança;

• Procure se alimentar adequadamente, com alimentos ricos em Ferro e Açucar Natural;

• O ideal é evitar consumir muita cafeína nesse período;

• Consuma bastante água diariamente;

• Inclua a prática de atividade Física Aeróbica ou as atividades de alongamentos nesse período;

• Descanse bastante;

• Caso sinta dores, tome medicamentos analgésico que sejam indicados pelo seu médico de confiança.

Essas são dicas que podem te ajudar, porém a sua melhora vai depender muito do fator que está provocando esse Fluxo Intenso Menstrual, portanto consulte o seu médico para melhores orientações, afinal, se você estiver com um problema mais sério não é garantia que tais dicas façam muita eficácia no seu caso.

Remédios Naturais que ajudam a regular o Fluxo Menstrual Intenso

Existem alguns métodos de origem natura que podem ser utilizados para ajudar a regular o fluxo Menstrual Intenso. Claro que você deve sempre seguir primeiramente as recomendações de um profissional, afinal se o seu caso for ligado a algum tipo de doença crônica, por exemplo, dicas naturais por si só não serão o bastante.

De acordo com algumas pesquisas realizadas, chegou-se à conclusão de que determinados tratamentos naturais, sob a orientação médica, podem fazer bastante efeito. Separamos para você mais algumas atitudes que você pode incluir no dia a dia para ajudar no processo de regulação do Fluxo. Veja-as a seguir:

• Inclua no seu cardápio alimentar, o consumo de alimentos fontes de vitamina C, ferro e Ômega 3;

• Consuma chá de Alquemila;

• Experimente chá de Gengibre com Mel;

• Faça a diluição de cerca de duas gramas de semente de mostarda em pó, em um copo de leite e beba essa mistura pelo menos uma vez diariamente;

• Outra dica é misturar dez pedacinhos de Tamarindo com cinco ameixas secas, em aproximadamente meio litro de água. Pegue essa mistura e deixe-a descansando do dia para noite e depois, logo cedo, é só coá-la, adicionar mel a gosto e beber em jejum diariamente;

• Prepare um chá de sementes de coentro e consuma pelo menos até três porções diariamente;

• Comece a adicionar canela no seu cardápio alimentar;

• Comece a consumir suco natural de groselha no seu cotidiano;

• Não deixe também de incluir Flor de Bananeira no seu cardápio alimentar;

• Comece a consumir suco de Aloe Vera.

Apesar de terem sido feitos testes para avaliar a eficácia dessas dicas na regulação de um Fluxo Menstrual Intensão, não há nenhuma prova de caráter científico que garanta que vão funcionar.

Afinal, cada caso é um caso, e a partir do diagnóstico da sua situação o médico conseguirá avaliar quais são os métodos que tem chance de funcionar melhor para você.

Principais Tratamentos clínicos para ajudar quem tem Fluxo Menstrual Intenso

Apesar de existirem tatas dicas naturais para ajudar a regular um fluxo Menstrual Intenso, sabemos que em alguns casos é necessário fazer tratamentos clínicos. Realizar exames de laboratório por exemplo, ajuda a detectar prováveis problemas que podem estar interferindo no seu fluxo e assim ajudar o médico a lhe receitar tratamento voltados para o seu caso, assim ele terá mais eficácia. Tais exames ajudam a fazer uma avaliação detalhada da produção hormonal no organismo, verificar se há indícios de problemas nos rins ou se há qualquer tipo de lesão hepática. Além dos exames laboratoriais, ultrassons, tomografia e Ressonância podem complementar ainda mais a investigação médica e ajudar a desvendar com precisão qualquer outro possível problema. E é depois da análise profunda e detalhada do médico e consequentemente do diagnóstico recebido que a paciente será direcionada para determinados tipos de tratamentos. Cada um deles vai focar nas necessidades maiores da mulher, e claro, sempre objetivando a melhora e a regulação do Fluxo Menstrual intenso. Em alguns casos, por exemplo, a utilização do DIU acaba sendo uma solução bastante eficaz. O fato do método liberar Levonogestrel, um hormônio específico, faz com que a Menstruação seja bloqueada e por isso em mais de setenta e cinco por cento do público feminino que sofre com fluxo intenso, o método do DIU funciona. Existem casos também onde é necessário realizar cirurgia. Essa opção só é recomendada quando os métodos de Tratamento clínico acabam falhando, quando existe algum tipo de distorção anatômica ou ainda quando o médico suspeita ou deseja confirmar a existência do Câncer.

Apesar de existirem tantas dicas naturais para ajudar a regular um fluxo Menstrual Intenso, sabemos que em alguns casos é necessário fazer tratamentos clínicos. Realizar exames de laboratório por exemplo, ajuda a detectar prováveis problemas que podem estar interferindo no seu fluxo e assim ajudar o médico a lhe receitar tratamento voltados para o seu caso, assim ele terá mais eficácia.

Tais exames ajudam a fazer uma avaliação detalhada da produção hormonal no organismo, verificar se há indícios de problemas nos rins ou se há qualquer tipo de lesão hepática.

Além dos exames laboratoriais, ultrassons, tomografia e Ressonância podem complementar ainda mais a investigação médica e ajudar a desvendar com precisão qualquer outro possível problema.

E é depois da análise profunda e detalhada do médico e consequentemente do diagnóstico recebido que a paciente será direcionada para determinados tipos de tratamentos. Cada um deles vai focar nas necessidades maiores da mulher, e claro, sempre objetivando a melhora e a regulação do Fluxo Menstrual intenso.

Em alguns casos, por exemplo, a utilização do DIU acaba sendo uma solução bastante eficaz. O fato do método liberar Levonogestrel, um hormônio específico, faz com que a Menstruação seja bloqueada e por isso em mais de setenta e cinco por cento do público feminino que sofre com fluxo intenso, o método do DIU funciona.

Existem casos também onde é necessário realizar cirurgia. Essa opção só é recomendada quando os métodos de Tratamento clínico acabam falhando, quando existe algum tipo de distorção anatômica ou ainda quando o médico suspeita ou deseja confirmar a existência do Câncer.

Ter um Fluxo Menstrual Intenso pode trazer danos para a saúde feminina?

Mais uma vez desejamos enfatizar que se o seu fluxo é verdadeiramente intenso, você precisa ir em busca de ajuda profissional para regulá-lo. Não adianta querer postergar, o sangramento excessivo pode sim prejudicar a sua saúde, desenvolvendo, por exemplo, quadros de Anemia.

Existem casos mais graves que acabam levando a mulher para a internação hospitalar, submetendo-a à procedimentos invasivos e até mesmo à necessidade de transfusões de sangue.
Essas mudanças no Fluxo Menstrual podem alterar o Aspecto sanguíneo feminino?

Como já mencionamos, há casos em que a menstruação vem com formação de coágulos, e isso é decorrente também dessas mudanças que a mulher acaba sofrendo no seu Fluxo Menstrual.

Aliás, a cor da menstruação pode ser alterando, chegando a ficar em um tom avermelhado demasiadamente forte e bem vivo.

Quem tem um Fluxo Menstrual Intenso pode ter alterações na Fertilidade?

O Fluxo Intenso em si não altera a Fertilidade feminina, porém sabemos que esse excesso de sangramento pode ser decorrente de problemas mais graves, dos quais podemos destacar os desequilíbrios nos Ovários, Hipófise, Tireoide e dentre muitos outros tipos de afecções de caráter ginecológico. Tais problemas alteram sim a capacidade fértil da mulher, em determinadas situações, por isso não barra mão de ajuda médica. Talvez você não ache que possa ter um Fluxo muito intenso por algum problema maior, mas é sempre importante tirar qualquer dúvida com um profissional da área ginecológica, até porque só ele pode dizer com precisão se está tudo bem com nossa saúde. Aliás, quanto mais você demorar para ir em busca de orientação médica, se de fato você ter algum problema, você estará postergando o tratamento e poderá ter problemas maiores no futuro. Se você achava que o Fluxo intenso era normal, já sabe que não é e que você precisa regulá-lo. Aproveite para compartilhar essas informações com suas amigas e familiares, para que as mulheres saibam do risco que podem correr caso estejam nessa mesma situação. Afinal, com a saúde em dia temos qualidade de vida, e com qualidade de vida somos muito mais felizes, não concorda? Vá em busca da sua felicidade mulher!

O Fluxo Intenso em si não altera a Fertilidade feminina, porém sabemos que esse excesso de sangramento pode ser decorrente de problemas mais graves, dos quais podemos destacar os desequilíbrios nos Ovários, Hipófise, Tireoide e dentre muitos outros tipos de afecções de caráter ginecológico.

Tais problemas alteram sim a capacidade fértil da mulher, em determinadas situações, por isso não barra mão de ajuda médica.

Talvez você não ache que possa ter um Fluxo muito intenso por algum problema maior, mas é sempre importante tirar qualquer dúvida com um profissional da área ginecológica, até porque só ele pode dizer com precisão se está tudo bem com nossa saúde.

Aliás, quanto mais você demorar para ir em busca de orientação médica, se de fato você ter algum problema, você estará postergando o tratamento e poderá ter problemas maiores no futuro.

Se você achava que o Fluxo intenso era normal, já sabe que não é e que você precisa regulá-lo. Aproveite para compartilhar essas informações com suas amigas e familiares, para que as mulheres saibam do risco que podem correr caso estejam nessa mesma situação.

Afinal, com a saúde em dia temos qualidade de vida, e com qualidade de vida somos muito mais felizes, não concorda? Vá em busca da sua felicidade mulher!

Avatar

Written by Carolina Santos

Deixe uma resposta

o que faço Dicas de Menina

Não consigo emagrecer com nada: o que faço?

Não é nada difícil procurar em meio à população mundial, pessoas que sofram com algum tipo de dor, tensão ou desconforto nos músculos. Foi dentro desse contexto que a massagem surgiu como grande aliada, inclusive a Massagem Tailandesa. Na maior parte das vezes, por exemplo, os desconfortos são decorrentes das tarefas do dia a dia que executamos, juntamente com os estresses que inevitavelmente passamos. E a Massagem, veio como ferramenta de Relaxamento que ajuda a nos acalmar depois de toda a agitação de um dia turbulento. Aliás, você sabia que podia chegar ao ápice do relaxamento e melhorar as tensões que vive no cotidiano com simples sessões de massagem? Pois bem, agora você está sabendo. Não vale a pena destruir a nossa saúde por conta de trabalho e estresses que a vida naturalmente nos mergulha rotineiramente. Sabe aquele peso que você acaba sentindo depois de um árduo dia de trabalho ou de um dia conturbado cuidado dos filhos ou resolvendo problemas? A massagem pode te ajudar a reduzi-lo significativamente, de uma forma que talvez você nem tenha acreditado que funcionaria: Relaxamento profundo. Existem diversos tipos de massagens e uma delas é a Massagem Tailandesa. No artigo de hoje o nosse foco será lhe mostrar que tudo o que envolve esse tipo de técnica relaxante e ensiná-la a como fazer e aproveitar odos os seus benefícios. Mas antes, veja a seguir um pouco mais sobre a verdadeira história da Massagem, que s tornou a queridinha do ser humano desde há muitos anos. Com certeza você vai adorar conhecer um pouco mais sobre como tudo começou e não esqueça de aproveitar todas as dicas que lhe daremos no decorrer dessa matéria. Aproveite bem e tenha uma excelente leitura!

Massagem Tailandesa: O Que é?