in

Como Dormir de Conchinha? Veja 10 Dicas

Quando o assunto envolve casais, existe um grande conflito quando se trata de dormir de conchinha. Há que adore dormir nessa posição, da mesma forma que há quem não goste. Trata-se de um clássico do relacionamento sério e todo casal passa por esse momento quando as coisas estão mais firmes. Dormir de conchinha é uma das maneiras de aumentar o nível de intimidade de um casal, mas homens e mulheres enxergam isso de ângulos diferentes. Para a mulherada, dormir de conchinha com o parceiro é sinal de acolhimento emocional, proteção e uma das formas de se demonstrar que existem envolvimento na relação. Para os homens, dormir nessa posição é uma das formas de ficar com o braço dormente ou de dar aquela encostada básica na parceira para começar a esquentar o clima a dois. Em outras palavras, dormir de conchinha pode significar dormir literalmente ou simplesmente sentir desconfortos. Os homens principalmente, veem essa posição para começar uma brincadeirinha na cama. Algumas pesquisas realizadas nesse contexto, analisaram a maneira como os casais costumam dormir juntos. Quando o tema é dormir de conchinha, chegou-se a conclusão de que é apenas uma forma de demonstrar que o casal se importa um com o outro, mas a realidade das coisas é bem diferente. Nos filmes vemos casais dormindo dessa forma, são perfeitos que parece ser a melhor posição do mundo. Mas na vida real, essa posição pode ser de fato desconfortável para um dos parceiros, principalmente o homem, que geralmente sente a necessidade de ter muito espaço na hora de dormir. Se o seu namorado, marido ou ficante não gosta de dormir de conchinha com você, não confunda isso com ausência de amor. Muitos deles simplesmente não conseguem dormir assim, pois traz desconfortos, ficam com os braços dormentes e não pegam no sono. Veja mais adiantes alguns dos principais motivos que levam o parceiro a não gostar e dormir de conchinha: • A posição traz incômodos, visto que o braço começa a ficar dolorido, uma vez que permanece estático na mesma posição. Inclusive, para isso ocorrer não precisa nem passar a noite inteira assim, depois de alguns minutos o parceiro já começa a ter essas sensações negativas; • Há casais que conseguem dormir assim, mas há aqueles (a maioria), que não conseguem de jeito nenhum. Se esse for o seu caso, que tal ficar de conchinha antes de pegar no sono ou enquanto assiste um filme? É uma ótima opção de manter a proximidade sem afetar a qualidade do sono dos dois; • Nós mulheres não pensamos também que o nosso cabelo muitas vezes fica no rosto do nosso parceiro quando ficamos na posição de conchinha. Essa questão também é um dos motivos que fazem com que eles não gostem de dormir assim. • Como já mencionamos, o braço do parceiro costuma ficar com dormência. Aliás, até a mulher, por mais que ame dormir assim, muitas vezes também sente incômodo depois de um certo período de tempo nessa mesma posição. • Muitos homens detestam essa posição para dormir porque geralmente ficam excitados e quando isso acontece e a mulher quer de fato dormir, eles acabam tendo que se contentar com pegar no sono, isto é, tentar pegar no sono, em uma situação como essa. De forma geral, podemos sim afirmar que para a maioria da classe masculina, a posição e conchinha é ótima quando a proposta é rolar algo a mais quente naquela noite, e não para dormir. Aliás, conchinha não significa que só o homem abraça a mulher pelas costas, a mulher também pode abraçá-lo nessa posição. Muitas vezes é a forma de dormir de conchinha que mais funciona para os casais. Se você e seu parceiro vai dormir ou não de conchinha, só vão ter quartos separados ou vão dormir grudados, isso somente vocês poderão decidir. O casal, para uma melhor conivência precisa estabelecer limites e regras, principalmente na hora de ir para a cama descansar. Vocês podem variar na conchinha: um dia ele abraça outro ela abraça ou na posição que ficar melhor para ambos. O importante é que vocês tenham uma boa conversa sincera para ver o que agrada ou desagrada o outro e encontrem um consenso para quem ambos fiquem satisfeitos. O mais importante de tudo é não ficar chateado se o seu parceiro não quiser dormir nessa posição, afinal isso não tem ligação com o sentimento dele por você, e sim com os incômodos que a posição acaba trazendo. Mas se você e o seu homem querem experimentar a sensação, tem dicas que podem facilitar nesse momento. Foi pensando nisso, que o artigo reuniu as melhores dez dicas para você saber como dormir de conchinha. Anote todas elas e aproveite para curtir esse momento a dois. Vale muito a pena!

Quando o assunto envolve casais, existe um grande conflito quando se trata de dormir de conchinha. Há que adore dormir nessa posição, da mesma forma que há quem não goste. Trata-se de um clássico do relacionamento sério e todo casal passa por esse momento quando as coisas estão mais firmes.

Dormir de conchinha é uma das maneiras de aumentar o nível de intimidade de um casal, mas homens e mulheres enxergam isso de ângulos diferentes.

Para a mulherada, dormir de conchinha com o parceiro é sinal de acolhimento emocional, proteção e uma das formas de se demonstrar que existem envolvimento na relação.

Para os homens, dormir nessa posição é uma das formas de ficar com o braço dormente ou de dar aquela encostada básica na parceira para começar a esquentar o clima a dois.

Em outras palavras, dormir de conchinha pode significar dormir literalmente ou simplesmente sentir desconfortos. Os homens principalmente, veem essa posição para começar uma brincadeirinha na cama.

Algumas pesquisas realizadas nesse contexto, analisaram a maneira como os casais costumam dormir juntos. Quando o tema é dormir de conchinha, chegou-se a conclusão de que é apenas uma forma de demonstrar que o casal se importa um com o outro, mas a realidade das coisas é bem diferente.

Nos filmes vemos casais dormindo dessa forma, são perfeitos que parece ser a melhor posição do mundo. Mas na vida real, essa posição pode ser de fato desconfortável para um dos parceiros, principalmente o homem, que geralmente sente a necessidade de ter muito espaço na hora de dormir.

Se o seu namorado, marido ou ficante não gosta de dormir de conchinha com você, não confunda isso com ausência de amor. Muitos deles simplesmente não conseguem dormir assim, pois traz desconfortos, ficam com os braços dormentes e não pegam no sono.

Veja mais adiantes alguns dos principais motivos que levam o parceiro a não gostar e dormir de conchinha:

• A posição traz incômodos, visto que o braço começa a ficar dolorido, uma vez que permanece estático na mesma posição. Inclusive, para isso ocorrer não precisa nem passar a noite inteira assim, depois de alguns minutos o parceiro já começa a ter essas sensações negativas;

• Há casais que conseguem dormir assim, mas há aqueles (a maioria), que não conseguem de jeito nenhum. Se esse for o seu caso, que tal ficar de conchinha antes de pegar no sono ou enquanto assiste um filme? É uma ótima opção de manter a proximidade sem afetar a qualidade do sono dos dois;

• Nós mulheres não pensamos também que o nosso cabelo muitas vezes fica no rosto do nosso parceiro quando ficamos na posição de conchinha. Essa questão também é um dos motivos que fazem com que eles não gostem de dormir assim.

• Como já mencionamos, o braço do parceiro costuma ficar com dormência. Aliás, até a mulher, por mais que ame dormir assim, muitas vezes também sente incômodo depois de um certo período de tempo nessa mesma posição.

• Muitos homens detestam essa posição para dormir porque geralmente ficam excitados e quando isso acontece e a mulher quer de fato dormir, eles acabam tendo que se contentar com pegar no sono, isto é, tentar pegar no sono, em uma situação como essa.

De forma geral, podemos sim afirmar que para a maioria da classe masculina, a posição e conchinha é ótima quando a proposta é rolar algo a mais quente naquela noite, e não para dormir.

Aliás, conchinha não significa que só o homem abraça a mulher pelas costas, a mulher também pode abraçá-lo nessa posição. Muitas vezes é a forma de dormir de conchinha que mais funciona para os casais.

Se você e seu parceiro vai dormir ou não de conchinha, só vão ter quartos separados ou vão dormir grudados, isso somente vocês poderão decidir. O casal, para uma melhor conivência precisa estabelecer limites e regras, principalmente na hora de ir para a cama descansar.

Vocês podem variar na conchinha: um dia ele abraça outro ela abraça ou na posição que ficar melhor para ambos. O importante é que vocês tenham uma boa conversa sincera para ver o que agrada ou desagrada o outro e encontrem um consenso para quem ambos fiquem satisfeitos.

O mais importante de tudo é não ficar chateado se o seu parceiro não quiser dormir nessa posição, afinal isso não tem ligação com o sentimento dele por você, e sim com os incômodos que a posição acaba trazendo.

Mas se você e o seu homem querem experimentar a sensação, tem dicas que podem facilitar nesse momento. Foi pensando nisso, que o artigo reuniu as melhores dez dicas para você saber como dormir de conchinha. Anote todas elas e aproveite para curtir esse momento a dois. Vale muito a pena!

Super Dicas de Compras

Roupas, bolsas, Make up e muito mais. Produtos escolhidos por nossa curadoria especialmente para você. Confira ;)

Afinal, dormir de conchinha tem algum significado?

De forma geral, a posição que um casal geralmente usa para dormir pode revelar muitas coisas sobre a relação. Trata-se de uma forma de linguagem do corpo noturna e sem percebermos falamos muita coisa mesmo dormindo, através dos nossos gestos corporais.  A grande curiosidade é saber o que significa quando um casal dorme de conchinha não é mesmo? Pois bem, a posição da conchinha é de fato a mais popular e conhecida e representar a ligação do casal, a demonstração de união e afeto, é um ato muito romântico.  Quem gosta de dormir nessa posição sente segurança, proteção e comodidade. A posição representa o nível de intimidade de um casal e por isso muitas mulheres, principalmente gostam de dormir assim.  Apesar de estar ligado com a ligação do casal, não significa que dormir de conchinha ou não, indique falta ou excesso de amor. Tudo depende das preferências do homem e da mulher é claro!

De forma geral, a posição que um casal geralmente usa para dormir pode revelar muitas coisas sobre a relação. Trata-se de uma forma de linguagem do corpo noturna e sem percebermos falamos muita coisa mesmo dormindo, através dos nossos gestos corporais.

A grande curiosidade é saber o que significa quando um casal dorme de conchinha não é mesmo? Pois bem, a posição da conchinha é de fato a mais popular e conhecida e representar a ligação do casal, a demonstração de união e afeto, é um ato muito romântico.

Quem gosta de dormir nessa posição sente segurança, proteção e comodidade. A posição representa o nível de intimidade de um casal e por isso muitas mulheres, principalmente gostam de dormir assim.

Apesar de estar ligado com a ligação do casal, não significa que dormir de conchinha ou não, indique falta ou excesso de amor. Tudo depende das preferências do homem e da mulher é claro!

Aprenda 10 dicas para dormir de conchinha

Para o casal que quer tentar dormir na posição para experimentar a sensação, separamos as de melhores dicas para tornar esse momento mais prazeroso. Anote todas elas atentamente:  1.	O casal deve escolher quem vai ficar fora e dentro da conchinha Ou seja, o casal tem que decidir quem vai abraçar por trás. Geralmente é o homem que abraça a mulher, mas conchinha também é ao contrário: mulher abraçando o homem pelas costas.  Vocês podem chegar em um consenso para ver quem fica fora ou dentro da conchinha, ou simplesmente revezarem. Uma noite ele fica fora, outra você fica. Assim vocês conseguirão descobrir do que gostam mais.  2.	Aprenda a posicionar o braço para evitar dormência Quem fica doa lado de fora da conchinha acaba sofrendo com formigamentos no braço. Geralmente é por sisos que homens relutam em dormir assim. A diga para evitar as dormências é colocar o braço que vai pela parte de cima (sem ser o que abraça a pessoa), por cima da cabeça, encaixando no pescoço para servir de suporte d e apoio.  3.	Entendam quem manda em qual lado da cama O casal precisa definir regras na posição da conchinha, o que inclui estabelecer qual lado é o lado de cada um na cama. De forma geral a posição de conchinha é feita na região central da cama, o que faz com que o espaço de nenhum dos dois seja invadido. Portanto observem se estão no centro da cama, para evitar que um dos dois fique com um espaço menor na cama e acaba caindo no meio da madrugada sem querer.  4.	Aprendam o que se deve fazer com as pernas De todo esse processo, as pernas, sem dúvida nenhuma é as que ficam mais livres durante a conchinha do casal. O importante é que cada um deixe elas na posição mais confortável para si, sempre tendo cuidado para não atrapalhar o parceiro.  Quem fica do lado de fora da conchinha, não pode colocar a perna em cima do outro, pois quando você dorme, o corpo relaxa e solta todo o peso dele naturalmente. Assim, que está sendo abraçado pode não conseguir dormir com o peso das pernas de quem está abraçando.  5.	Se mantenha na posição de encolhido Se você optar por ficar entro da conchinha, onde o parceiro te abraça pelas costas, o ideal é que você fique bem encolhida como se fosse um neném, visto que o parceiro que abraça fica maior e está te protegendo.  6.	Vocês podem enroscar as pernas Na posição de conchinha vocês podem enroscar as pernas. Ou seja, quem está dentro da conchinha tem que colocar a perna em cima e quem fica no lado de fora mantem a perna por baixo. A outra perna e quem está sendo abraçado vem logo em seguida e a do que está abraçando vem entrelaçando.  Muitos casais adoram a sensação de enroscar as pernas quando estão nessa posição. Vale muito a pena tentar!  7.	Entendam que os direitos para ambos são iguais É muito importante reforçar essa questão, porque quando penamos em dormir de conchinha, naturalmente já imaginamos um homem abraçando uma mulher não é mesmo? Mas a conchinha também e ao contrário. Abrace também o seu parceiro pelas cosas. Às vezes o casal não gosta da conchinha tradicional onde o homem que abraça, mas se adequa mais facilmente ao inverso, onde a mulher abraça pelas costas. Revezem entre vocês e descubram o que é melhor para o casal! 8.	Mude um pouco a posição Vocês já tentaram dormir de frente um para o outro? Quem geralmente fica dentro da conchinha, pode sim mudar a posição, virando e apoiando o rosto no peito do parceiro.  Essa mudança ajuda a descansar da posição de conchinha e também é muito romântico. Experimentem! 9.	Teste outras modalidades de conchinha Para quem não sabe, não existe apenas a modalidade tradicional de conchinha, onde um abraça o outro pelas costas. Existem também, por exemplo, conchinha de costas. No tópico a seguir iremos mostrar as principais modalidades dessa posição para que você e seu parceiro experimentem e encontrem o que melhor se adequa a vocês.  10.	Se desejar sair da posição de conchinha, faça isso sutilmente É natural acabar acontecendo de a posição da conchinha começar a atrapalhar o sono e incomodar um dos dois, ou os dois. Se isso acontecer, para sair da conchinha, se o parceiro já tiver adormecido, saia com cuidado e de forma sutil para não o acordar.  A dica é ir tirando os braços e as pernas bem devagar, com movimentos precisos. Principalmente no caso da mulher, que tende a ficar chateada quando o parceiro sai da posição, é importante ter cuidado nessa hora, para que ela não perceba e continue dormindo.

Para o casal que quer tentar dormir na posição para experimentar a sensação, separamos as de melhores dicas para tornar esse momento mais prazeroso. Anote todas elas atentamente:

1. O casal deve escolher quem vai ficar fora e dentro da conchinha

Ou seja, o casal tem que decidir quem vai abraçar por trás. Geralmente é o homem que abraça a mulher, mas conchinha também é ao contrário: mulher abraçando o homem pelas costas.
Vocês podem chegar em um consenso para ver quem fica fora ou dentro da conchinha, ou simplesmente revezarem. Uma noite ele fica fora, outra você fica. Assim vocês conseguirão descobrir do que gostam mais.

2. Aprenda a posicionar o braço para evitar dormência

Quem fica doa lado de fora da conchinha acaba sofrendo com formigamentos no braço. Geralmente é por sisos que homens relutam em dormir assim. A diga para evitar as dormências é colocar o braço que vai pela parte de cima (sem ser o que abraça a pessoa), por cima da cabeça, encaixando no pescoço para servir de suporte d e apoio.

3. Entendam quem manda em qual lado da cama

O casal precisa definir regras na posição da conchinha, o que inclui estabelecer qual lado é o lado de cada um na cama. De forma geral a posição de conchinha é feita na região central da cama, o que faz com que o espaço de nenhum dos dois seja invadido.
Portanto observem se estão no centro da cama, para evitar que um dos dois fique com um espaço menor na cama e acaba caindo no meio da madrugada sem querer.

Nossas Dicas de Makeup

Roupas, bolsas, Make up e muito mais. Produtos escolhidos por nossa curadoria especialmente para você. Confira ;)

4. Aprendam o que se deve fazer com as pernas

De todo esse processo, as pernas, sem dúvida nenhuma é as que ficam mais livres durante a conchinha do casal. O importante é que cada um deixe elas na posição mais confortável para si, sempre tendo cuidado para não atrapalhar o parceiro.

Quem fica do lado de fora da conchinha, não pode colocar a perna em cima do outro, pois quando você dorme, o corpo relaxa e solta todo o peso dele naturalmente. Assim, que está sendo abraçado pode não conseguir dormir com o peso das pernas de quem está abraçando.

5. Se mantenha na posição de encolhido

Se você optar por ficar entro da conchinha, onde o parceiro te abraça pelas costas, o ideal é que você fique bem encolhida como se fosse um neném, visto que o parceiro que abraça fica maior e está te protegendo.

6. Vocês podem enroscar as pernas

Na posição de conchinha vocês podem enroscar as pernas. Ou seja, quem está dentro da conchinha tem que colocar a perna em cima e quem fica no lado de fora mantem a perna por baixo. A outra perna e quem está sendo abraçado vem logo em seguida e a do que está abraçando vem entrelaçando.
Muitos casais adoram a sensação de enroscar as pernas quando estão nessa posição. Vale muito a pena tentar!

7. Entendam que os direitos para ambos são iguais

É muito importante reforçar essa questão, porque quando penamos em dormir de conchinha, naturalmente já imaginamos um homem abraçando uma mulher não é mesmo? Mas a conchinha também e ao contrário.

Abrace também o seu parceiro pelas cosas. Às vezes o casal não gosta da conchinha tradicional onde o homem que abraça, mas se adequa mais facilmente ao inverso, onde a mulher abraça pelas costas. Revezem entre vocês e descubram o que é melhor para o casal!

8. Mude um pouco a posição

Vocês já tentaram dormir de frente um para o outro? Quem geralmente fica dentro da conchinha, pode sim mudar a posição, virando e apoiando o rosto no peito do parceiro.
Essa mudança ajuda a descansar da posição de conchinha e também é muito romântico. Experimentem!

9. Teste outras modalidades de conchinha

Para quem não sabe, não existe apenas a modalidade tradicional de conchinha, onde um abraça o outro pelas costas. Existem também, por exemplo, conchinha de costas. No tópico a seguir iremos mostrar as principais modalidades dessa posição para que você e seu parceiro experimentem e encontrem o que melhor se adequa a vocês.

10. Se desejar sair da posição de conchinha, faça isso sutilmente

É natural acabar acontecendo de a posição da conchinha começar a atrapalhar o sono e incomodar um dos dois, ou os dois. Se isso acontecer, para sair da conchinha, se o parceiro já tiver adormecido, saia com cuidado e de forma sutil para não o acordar. A dica é ir tirando os braços e as pernas bem devagar, com movimentos precisos. Principalmente no caso da mulher, que tende a ficar chateada quando o parceiro sai da posição, é importante ter cuidado nessa hora, para que ela não perceba e continue dormindo.

Conheça as principais cinco posições para dormir de conchinha

A boa notícia, é que se o parceiro ou parceiro não gosta de dormir de conchinhas, naquela posição mais comum que conhecemos, existem outras, mais simples que podem ser experimentadas pelo casal.  Pensando nisso, separamos as cinco modalidades principais de dormir de conchinha para vocês aproveitarem. Fique atenta a seguir:

A boa notícia, é que se o parceiro ou parceiro não gosta de dormir de conchinhas, naquela posição mais comum que conhecemos, existem outras, mais simples que podem ser experimentadas pelo casal.

Pensando nisso, separamos as cinco modalidades principais de dormir de conchinha para vocês aproveitarem. Fique atenta a seguir:

• Conchinha do tipo Tradicional: Essa primeira modalidade é a comum que já conhecemos, onde o casal deita na posição de conchinha, onde um fica por fora, abraçando o outro pelas costas e o que fica dentro, fica bem encolhido. Como já observamos dá para trocar a posição, ou seja, o homem abraça a mulher, mas também pode ser abraçado por ela na posição inversa. Não é todo mundo que gosta de dormir assim, mas de toda forma é uma posição romântica e cheia de intimidade de um casal, que serve não só para dormir, mas nos momentos mais íntimos como uma simples conversa aconchegante na cama ou durante uma sessão de filme em casa.

Conchinha do tipo Tradicional: Essa primeira modalidade é a comum que já conhecemos, onde o casal deita na posição de conchinha, onde um fica por fora, abraçando o outro pelas costas e o que fica dentro, fica bem encolhido. Como já observamos dá para trocar a posição, ou seja, o homem abraça a mulher, mas também pode ser abraçado por ela na posição inversa. Não é todo mundo que gosta de dormir assim, mas de toda forma é uma posição romântica e cheia de intimidade de um casal, que serve não só para dormir, mas nos momentos mais íntimos como uma simples conversa aconchegante na cama ou durante uma sessão de filme em casa.

• Conchinha do tipo “Meia-Conchinha”: Quanto a temperatura do ambiente do quarto do casal é muito alta, fica mais difícil conseguir aguentar dormir de conchinha na modalidade tradicional. Em vista disso, a opção mais viável é a meia-conchinha, que é nada mais nada menos a posição onde o homem, por exemplo, deita de barriga para cima o braço apoiando a cabeça, e a mulher encosta a cabeça em seu ombro, entrelaçando suas pernas nas dele.

 Conchinha do tipo “Meia-Conchinha”: Quanto a temperatura do ambiente do quarto do casal é muito alta, fica mais difícil conseguir aguentar dormir de conchinha na modalidade tradicional. Em vista disso, a opção mais viável é a meia-conchinha, que é nada mais nada menos a posição onde o homem, por exemplo, deita de barriga para cima o braço apoiando a cabeça, e a mulher encosta a cabeça em seu ombro, entrelaçando suas pernas nas dele.

• Conchinha na modalidade Frontal: Essa modalidade é super-romântica e usada por casais no ápice da paixão. Nela ambos se viram um de frente para o outro e se abraçam, entrelaçando as pernas.

• Conchinha na modalidade Frontal: Essa modalidade é super-romântica e usada por casais no ápice da paixão. Nela ambos se viram um de frente para o outro e se abraçam, entrelaçando as pernas.

• Conchinha na modalidade bumbum: Esse tipo de conchinha dá mais liberdade para o casal. Nela o casal deita de costas um para o outro, e encosta os bumbuns. Ambos têm mais espaço e conforto e não deixam de estar dormindo de conchinha.

• Conchinha na modalidade bumbum: Esse tipo de conchinha dá mais liberdade para o casal. Nela o casal deita de costas um para o outro, e encosta os bumbuns. Ambos têm mais espaço e conforto e não deixam de estar dormindo de conchinha.

• Conchinha de pernas: E por último tem a conchinha de pernas, onde o casal entrelaça apenas as pernas. A posição também dá mais liberdade e conforto para ambos nos movimentos e a sensação de entrelaçar as pernas, a maiorias dos casais adora.

• Conchinha de pernas: E por último tem a conchinha de pernas, onde o casal entrelaça apenas as pernas. A posição também dá mais liberdade e conforto para ambos nos movimentos e a sensação de entrelaçar as pernas, a maiorias dos casais adora.

O importante é que o casal encontre a posição que satisfaça ambos. Não importa o tipo de conchinha que vocês prefiram, se os dois estiverem bem e felizes com a posição, tudo estará bem.

Chame o seu parceiro e converse com eles sobre todas as possibilidades. Testem as dicas e descubram juntos a melhor maneira de dormirem um com o outro de forma unida, romântica e confortável. Com certeza vocês vão achar a melhor forma e vão curtir muito esse momento de vocês. Aproveitem!

Ad DDM

Avatar

Written by Carolina Santos

Deixe uma resposta

Foi no início de 2017, que no Brasil, finalmente chegou a primeira marca de calcinha menstrual, e nos dias atuais existem variados tipos e marcas que são vendidas ou até mesmo importadas. Você conhece esse produto? Sabe para que ele serve? Pois bem, o artigo de hoje irá detalhar tudo a respeito para você. De forma geral, a calcinha menstrual surgiu para tentar substituir o uso dos absorventes interno e externos, além do uso de coletor menstrual. A maioria das mulheres, no período menstrual, utilizam o absorvente externo e em vista disso que as calcinhas menstruais são ótimas opções para substituí-los, uma vez que são mais confortáveis e sustentáveis. O tecido utilizado na fabricação de calcinha menstrual não infla e pode ser reutilizado por até dois anos, mediante cuidados e lavagens específicos para boa conservação. No território brasileiro destacam-se três marcas de calcinhas menstruais: A Panty’s, a Herself e Korui. Todas elas possuem mesma forma de ação. Mas será que esse tipo de produto é seguro mesmo? Será que funciona? Aliás, será que vale a pena substituir o bom e velho Absorvente externo? Fique atenta que separamos todos os detalhes para você.

Calcinha Menstrual funciona? Veja aqui!

Quem é mulher sabe bem como é desconfortável e constrangedor ter que conviver com odor vaginal, principalmente quando ocorre o mal cheiro na vagina após relação sexual. Existem muitos motivos que acabam provocando essa situação e o artigo de hoje irá lhe explicar detalhadamente sobre tudo e ainda te dar dicas para combater esses odores ruins na região íntima. Naturalmente, as mulheres apresentam um cheiro específico na vagina, e muitas delas têm vergonha quando o parceiro vai fazer sexo oral nelas. É muito importante compreender que esse odor vaginal é algo normal e toda mulher tem e não precisa ter vergonha nenhuma. A vulva tem sim seu cheiro específico. Diante de tantos produtos disponíveis no mercado para disfarçar esse cheiro, a mulherada exagera no desespero de camuflá-lo completamente e acaba prejudicando a sua própria saúde íntima. Preste bastante atenção a seguir que o artigo irá esclarecer muitas dúvidas do tipo e te fazer entender quando é normal ou não algum cheiro na região íntima. Tenha uma boa leitura!

Mal cheiro na Vagina : Mal cheiro após Relação