in

Depilação a Laser Dói? Qual o preço?

Qual o preço Dicas de Menina
Foto: via W Spa

A depilação a laser é um método mais eficiente de remover os pelos indesejados. Pois através da utilização do laser ele retarda o crescimento do fio e ainda tira a capacidade dos folículos pilosos de produzir fios novos.

Uma dúvida que algumas mulheres têm é se a depilação a laser dói, mais do que a cera ou mesmo tatuagem.

Escolha de Nossas Editoras

Dica de Instagram Para Seguir

Siga @dazzlook no Instagram

Siga @dazzlook - Dicas de compras, promoções, moda, beleza e estilo. Conecte-se.

Siga @dazzlook no Instagram Siga @dazzlook no Instagram

Sim, na verdade a depilação a laser dói, sendo que a sensação pode ser maior ou menor dependendo da sensibilidade da pessoa, já que a pele é exposta a uma temperatura muito alta, durante alguns instantes, causando ardência no local.

No entanto a dor equivale à cera e é menor do que a tatuagem. Os locais que são mais doloridos é onde a pele é mais fina como na virilha e axila.

A depilação a laser pode fazer mal se for feita de forma incorreta, com uma temperatura maior que a orientada, podendo causar queimaduras de segundo grau, deixando a pele vermelha e com bolhas.

Por isso é preciso ter cuidado ao escolher a clínica e o profissional para aplicar o método, sendo indicado que o método seja realizado por um médico.

O melhor laser para depilação escolhido em 2018 foi o laser Soprano XL, pois ele permite a utilização do método em peles morenas e negras.

Confira a seguir como funciona a depilação a laser, mais informações sobre os melhores lasers para depilação e o preço cobrado pela aplicação da técnica.

Depilação a laser como funciona?

A depilação a laser não é tão nova assim, sendo criada na década de 1970. Mas com o passar dos anos ela passou por evoluções, sendo que atualmente usa a fototermólise seletiva.

A fototermólise seletiva permite que a melanina (substância que se encontra no pelo e é responsável por sua coloração escura) receba a maior parte da energia, enquanto a pele recebe menos. Isso não só diminui a dor que o método causa como o torna mais eficiente.

A melanina capta mais luz por ser uma substância escura. E assim a energia é passada através do pelo, sendo transmitida ao folículo piloso (que é responsável por gerar os pelos).

Isso faz com que o folículo piloso seja destruído ou perca sua capacidade de produzir novos fios e também torna o crescimento dos pelos mais lento. Assim os pelos crescem mais devagar e tornam-se mais finos e claros.

Depilação a laser dói mais que cera? E tatuagem?

Qual o preço Dicas de Menina
Foto: via Claudia Abril.com

A depilação a laser era muito dolorida quando foi criada, mas devido à introdução da fototermólise seletiva em 1983 ela se tornou mais suportável, já que atinge maiormente o pelo e não a pele.

No entanto a pessoa pode sentir uma ardência, sendo uma dor suportável assim como a cera, em que se sente um puxão. No entanto há alguns lugares que são mais doloridos do que outros. O buço, a axila e a virilha, por exemplo, são locais quem doem mais, pois são lugares em que a pele é mais fina.

Já no caso da tatuagem costuma ser bem mais dolorida, dependendo do local. As partes mais doloridas são costelas, quadril, estômago, parte interna dos joelhos, axilas parte de dentro do cotovelo, mamilos, lábios, virilhas e genitais.

No entanto há algumas formas de tornar a experiência de fazer depilação a laser menos dolorida. Entre elas:

Uso de anestésicos tópicos – como a lidocaína, que impede a transmissão de impulsos nervosos.

Uso de cremes anestésicos – os feitos com xilocaína que ajuda a dar uma sensação de dormência na epiderme, assim aliviando a dor.

Uso da crioterapia – é uma técnica que ajuda a resfriar o corpo com a ajuda de nitrogênio líquido, gelo seco em spray ou sondas. Essa técnica é capaz de reduzir a temperatura até 196 graus Celsius negativos dessa forma resfriando e diminuindo a sensibilidade da pele, assim ajudando a reduzir a dor.

Uso de rolo de gelo – assim como a crioterapia ele ajuda a reduzir a temperatura e consequentemente a dor.

Depilação a laser faz mal?

A depilação a laser pode fazer mal se não for bem feita. Pois caso a intensidade do aparelho não estiver bem calculada poderá causar queimaduras de segundo grau, tendo vermelhidão, presença de bolhas e escurecimento da área afetada.

Por isso é recomendado que a primeira sessão seja realizada com uma baixa graduação do aparelho, dessa forma o médico poderá analisar a pele da paciente.

Também é necessário que a paciente tome alguns cuidados, como não tomar sol poucos dias após a sessão de depilação a laser, caso contrário poderá ficar com a pele manchada.

E o risco aumenta se sua pele for morena ou negra, pois como nesses tipos de pele há uma presença maior de melanina, a substância presente tanto na pele quanto no pelo podem se confundir e assim causar manchas escurecidas.

Uma forma de prevenir isso é deixar a potência da emissão de luz mais baixa e realizar mais sessões.

Não é recomendado que seja feita a depilação a laser nas partes íntimas, pois de acordo com pesquisas realizadas pela Academia Espanhola de Dermatologia em Barcelona e a Health Center da Western Washington University quando é realizada a depilação íntima há maior risco de infecções.

Quais os cuidados que devo tomar com a depilação a laser?

Qual o preço Dicas de Menina
Foto: via Clinica Rennove Icaraí

O primeiro cuidado que você deve ter antes de realizar o procedimento é escolher um bom profissional capacitado. É recomendado que a depilação a laser seja realizada por um médico dermatologista com especialização em laser.

É importante que você também opte por um profissional de confiança, que tenha sido recomendado por algum conhecido. Assim você terá mais segurança para realizar o procedimento.

Você deve ficar ao menos três semanas sem tomar sol antes de realizar a sessão, para que a pele bronzeada não atraia a luz do laser e assim provoque manchas.

Você também não deve se expor ao sol até três semanas depois de cada sessão, pois o sol atrapalha a cicatrização da pele, já que ela fica vulnerável a queimaduras solares e o aparecimento de manchas. O ideal é se for sair no sol passe o protetor solar.

É comum também o médico aplicar um gel calmamente após a sessão. E caso haja ardência ou queimação no local onde foi passado o laser, o indicado é que você faça compressas geladas por trinta minutos para aliviar.

Também não é indicado que você se depile com cera quente ou fria, pinça ou eletrólise durante quatro a seis semanas antes e durante o tratamento a laser.

Você pode se depilar com gilete ou creme depilatório, já que essas formas não retiram a haste do folículo, mantendo a estrutura do pelo.

Escolha de Nossas Editoras

Dica de Instagram Para Seguir

Siga @dazzlook no Instagram

Siga @dazzlook - Dicas de compras, promoções, moda, beleza e estilo. Conecte-se.

Siga @dazzlook no Instagram Siga @dazzlook no Instagram

Locais onde há tatuagem não são indicados para ser realizada a depilação a laser, já que como a luz é atraída pela cor, o pigmento da tatuagem que está em uma área mais profunda será atingido, queimando a pele ao seu redor.

Não é indicado que as mulheres realizem a depilação a laser próximo do ciclo menstrual, pois a pele fica mais sensível e pode haver maior desconforto. Também não é recomendado fazer o procedimento no inverno, pois a pele fica sensível devido ao frio.

Depilação a laser preço

Qual o preço Dicas de Menina
Foto: via Fernandes Estética

O preço da depilação a laser vai depender da área em que ela é realizada, sendo que o preço varia de acordo com o tamanho do local que o laser será passado.

O preço pode variar de cem a mil reais, dependendo da região em que você mora e da clínica que for realizar o tratamento.

Quanto tempo dura a depilação a laser?

Para ter o resultado almejado não basta apenas uma sessão, sendo que varia de quatro a seis sessões.

O tratamento não é para sempre, sendo que depois de algum tempo os folículos podem voltar a produzir pelos e novos folículos podem aparecer.

É indicado que seja feita a manutenção a cada ano. A manutenção dura de uma a duas sessões e através dela o tratamento pode durar mais tempo, de dois a cinco anos.

Qual a vantagem de fazer depilação a laser?

Muitas mulheres desejam se livrar dos pelos de uma vez por todas, afinal eles prejudicam a estética da pele feminina.

E uma forma mais prática de se livrar dos pelos por mais tempo é através da depilação a laser, uma vez que os outros métodos têm curta duração.

Além disso, você pode economizar mais no tratamento, fazendo apenas cinco sessões do que uma vez a cada quinze dias tirar os pelos com cera.

Melhor laser para depilação 2018

Qual o preço Dicas de Menina
Foto: via Tend Skin Brasil

Há alguns lasers para depilação que são modernos e assim foram considerados os melhores de 2018.

Entre eles:

Solon

Também conhecido como Neodimio YAG (ítrio-alumínio-granada) é um laser criado no Brasil e que conta com a Multiwave Hair, uma ponteira de laser que tem um sistema de concentração de fótons que ocorre em comprimentos de onda específicos e com reciclagem fotônica, tornando a experiência menos dolorida.

Ela também permite que a aplicação seja feita em peles bronzeadas, já que tem baixa afinidade com melanina.

Esse tipo de laser tem um poder maior de penetração, podendo ser utilizado em áreas mais profundas da pele e por isso pode ser utilizado para tratamentos com varizes e remoção de tatuagens. Seu efeito inflamatório é menor, não causando queimadura.

Antes dele ser aplicado na pele é passada uma pomada anestésica ou feita uma anestesia local. O lugar onde ele foi passado pode ficar esbranquiçado e ocorrer um pequeno sangramento.

Também é possível formar uma casquinha na pele, indicando que o local foi lesionado, mas que sai com o passar dos dias.

O procedimento é rápido, sendo que são necessários apenas 10 minutos para realiza-lo na axila.

É contraindicado para mulheres grávidas, pessoas que fazem uso do hormônio progesterona, que tenham câncer de pele e doenças autoimunes.

O valor de cada sessão custa em médica 600 reais.

Candela Pro

Também conhecido como laser de alexandrita utiliza um mecanismo de resfriamento com gás criogênio, que entra em ação antes de cada disparo. Assim a pele é resfriada, o que diminui a sensibilidade e sensação de dor quando o laser é aplicado. No entanto esse modelo não é indicado para mulheres morenas e negras.

Esse laser é derivado de um cristal chamado alexandrita e contém comprimento de onda de 755 nanômetros. O laser de alexandrita também tem alta afinidade com a melanina e penetra profundamente na pele, sendo indicado ainda para remover tatuagens.

Antes da aplicação é utilizado um creme anestésico para que haja menos desconforto quando o profissional for passar o laser na sua pele. Para ser aplicado os pelos devem ser raspados.

Esse método não é indicado para pessoas com hiperpigmentação na pele (como no caso do melasma), pessoas que utilizam Rocutan, que estejam tratando câncer, pessoas com doença autoimune e gestantes.

Para ver os resultados o indicado é que sejam realizadas dez sessões. O intervalo entre as sessões deve ser de 45 dias para áreas pequenas e 60 dias para áreas grandes. As sessões duram em média vinte minutos.

O preço em média de uma sessão custa em torno de 150 reais.

Soprano XL

Esse método utiliza o laser diodo com pulsos de baixos picos de energia. Após a aplicação os pelos vão diminuindo de forma gradual e ao mesmo tempo, sem dar aquela impressão de falhas. Os fios também se tornam mais finos e claros.

Como o laser é atraído pela melanina presente nos pelos, os pelos de cores mais claras não conseguem ser eliminados. Dependendo do local onde o laser é aplicado a sessão pode durar de alguns minutos a uma hora.

Esse laser pode ser aplicado em todos os tons de pele e age de forma mais profunda, tendo assim maior efeito. Ele tem duas formas de ser aplicado, dinâmico e pontual, assim aumentando a efetividade do tratamento.

Ad DDM

Também há o resfriamento da ponteira, que não é necessário através fontes externas como o criogênio como no caso do candela pro, mas a própria ponteira tem esse mecanismo, o que diminui o ressecamento da pele e o risco de queimaduras.

O método não é indicado para mulheres grávidas, pessoas com lesões na pele e doenças fotoestimuláveis ativas como lúpus.

São recomendadas de seis a oito sessões para ver os resultados, sendo que cada sessão custa em torno de 150 reais para áreas menores e 750 reais para áreas maiores. Cada sessão deve ter um intervalo de 30 dias.

Deixe uma resposta

Veja um Pouco Sobre Esta Data Aqui Dicas de Menina

Dia da Gestante: Veja um Pouco Sobre Esta Data Aqui!

diu dicas de menina

Diu Cobre Engorda? Veja Este Post!