in

Bebê a bordo: como montar um enxoval prático e funcional

Muito antes dele vir ao mundo, já existem mil e uma coisas o esperando. Basta descobrir a gravidez, que já começa uma deliciosa fase na vida dos pais: a escolha do enxoval do filho. Mais do que simplesmente comprar o que o bebê vai usar, buscar as roupinhas e acessórios é uma forma de vivenciar a gestação e preparar a chegada de um novo período da família, repleto de mais amor!

Mas essa também é uma função que precisa ser desempenhada com muita responsabilidade, priorizando o bem estar do bebê e respeitando cada uma das etapas. Por isso, a Grow Up, empresa de confecção infantil, elencou cinco dicas principais para os papais não se perderem nas compras.

Menos é mais! No começo, busque peças sem muitos detalhes

Logo depois do nascimento, é muito importante pensar em bodies e calças sem detalhes. Nessa fase, é melhor que nada fique em contato com a pele do bebê a não ser o suedine, que tem um toque bem macio. Bordados e aplicações podem gerar irritação e, além disso, peças lisas são mais fáceis de lavar. Mas se tiver bordado, confira se ele é forrado.

Priorize roupas fáceis de abrir e fechar

como montar enxoval pratico do bebe - facil de fechar - dicas de menina

Um recém-nascido é muito delicado! Então, os macacõezinhos com abertura frontal são ideiais, porque facilitam na hora de vestir, sem ter a dificuldade de virar o bebê de costas ou passar a roupa pela cabeça dele.

Ao longo do primeiro mês de vida, esse padrão de roupinha vai continuar sendo o mais adequado, já que nessa fase a prioridade deve ser dar condições para um sono sem incômodos e praticidade para troca de fralda. Ah! Macacão com zíper em vez de botão é muito mais fácil de vestir durante as madrugadas, quando acontece muito de não ligarmos a luz para trocar o bebê.

Aos três meses, já é possível mudar um pouco o padrão de roupa

Nesse período, dá para introduzir peças com aberturas nas costas e alguns detalhes. Se for um jeans confortável, leve e com uma boa quantidade de elastano, também já é possível utilizar aos três meses.

Entre quatro e seis meses, seu bebê vai precisar de peças com reforço

Dos quatro aos seis meses, o tamanho M é realidade, a cabeça do bebê já está mais firminha, mas é preciso ter outros cuidados. É importante acrescentar o babador à rotina, já que o nascimento dos dentinhos pode aumentar a baba.

E também é hora de adotar roupas reforçadas já que, para muitos, começa a fase de engatinhar. Então, é muito útil ter algumas peças com reforço no joelho. Sempre prezando pelo conforto, porque é preciso dar flexibilidade para os movimentos do bebê.

Pense bem nas quantidades e esteja preparada para qualquer condição climática

como montar enxoval pratico do bebe - dicas de menina

É muito comum que muitas mães comprem e até ganhem muitos e muitos bodies nesse período. Ótimo! Mas vai ser difícil você vestir o bebê apenas com a parte de cima. Então, pense no número de calças adequado para isso.

Para essas peças mais básicas, planeje sempre em uma quantidade reserva, para evitar ficar “desabastecida” nos dias de lavagem. Foque nos itens que vão ser indispensáveis na rotina. E mesmo que seu filho nasça no verão, num momento como o que vivemos, sem muita estação definida, é sempre bom ter um mínimo de peças voltada para o calor e para o frio.

This post was created with our nice and easy submission form. Create your post!

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comments

0 comments

Corrimento Amarelado e Coceira O Que Pode Ser? - Dicas de Menina

Corrimento Amarelado e Coceira O Que Pode Ser?

Como tirar ferrugem da roupa? Dicas de Menina

Como tirar ferrugem da roupa? Bicarbonato, Vanish!