in

Co-Wash: Antes e Depois. Veja aqui

Boa parte das mulheres acreditavam que era necessário investir muito dinheiro em técnicas caras para fazer com que os cabelos ficassem cada vez mais bonitos, contudo, essa crença está sendo cada vez mais esquecido, já que conhecemos cada vez mais técnicas simples que fazem esse trabalho de forma surpreendente, como é o caso do Co-Wash. Ao longo do tempo, o mercado da beleza foi desenvolvendo produtos e técnicos bem em conta que promoviam resultados excelentes nos cuidados com a cabeleira. Em vista disso, foi se tornando cada vez mais acessível a possibilidade de tratar os fios, sem gastar muita grana. Além dos produtos incríveis disponíveis, graças a internet foi se propagando cada vez mais técnicas diferentes para cuidar das madeixas. Técnicas principalmente caseiras, o que foi facilitando cada vez mais a vida mulher, que começou a cuidar dos seus fios em casa mesmo, poupando tempo e dinheiro e acima de tudo: garantindo resultados excelentes. Os cuidados capilares foram se desenvolvendo e evoluindo cada vez mais, e junto com essas mudanças surgiram métodos e produtos que democraticamente começaram a ajudar e tornar possível a chance de qualquer pessoa ter a capacidade de tratar os cabelos. Dentro desse contexto a mulher começou a ganhar sua independência, visto que passou a exercer maior controle sobre os seus próprios fios, descobrindo quais técnicas e produtos funcionam efetivamente ou não para o cuidado deles. Dos métodos mais conhecidos para cuidados de cabelos destacamos o Cronograma Capilar, o Low Poo, No Poo e o Co-Wash. São procedimentos que estão ganhando cada vez mais o coração da mulherada que adora cuidar das madeixas e trazem efeitos incríveis para elas, sem precisar de muita dificuldade. Para quem não sabe, a técnica do Cronograma Capilar consiste na promoção da restauração da saúde dos cabelos, por intermédio de uma agenda elaborada com Tratamentos que devem ser realizados mensalmente e que incluem basicamente hidratar, nutrir e Reconstruir os fios. Esse procedimento, quando feito de forma aliada ao cronograma estabelecido, faz com que suas madeixas se recuperem totalmente de qualquer efeito negativo provocado pelo Sol, pelo Secador ou por qualquer outro procedimento realizado com química. Resumidamente você traz vida novamente aos cabelos. No caso das técnicas de No Poo e Low Poo, o objetivo principal é auxiliar na manutenção da presença dos óleos e dos Lipídeos Naturais das madeixas. Com o passar dos dias, a cada processo de lavagem que realizamos utilizando Shampoo nos cabelos, acaba agredindo-os progressivamente, visto que o produto é composto por Sulfatos. Pensando nisso, a técnica do Low Poo visa a utilização exclusiva de shampoos que não apresentem essa substância na sua composição (Sulfato), enquanto que no Método No Poo, não se utiliza nenhum tipo de Shampoo. Ambas também buscam utilizar produtos que sejam derivados de petróleo ou de Silicone não solúvel em água, para cuidar dos cabelos, uma vez que o componente prejudicial existente no Shampoo tradicional só é totalmente retirado dos fios depois do uso de produtos desse gênero. A mulher que já se beneficiou de métodos capilares como o Low Poo e o No Poo, muito possivelmente também irá se dar muito bem utilizando o método Co-Wash. Um exemplo disso é a querida blogueira Bru Serrano, que utilizava há cerca de dois anos a técnica de Low Poo, quando resolver testar o Co-Wash. Ela se apaixonou pelo método e não abandonou ele mais nos cuidados dos fios. A Blogueira fez o teste durante uma viagem que fizera na praia e desde então não conseguiu mais deixar de fazer o Co-Wash na sua rotina capilar. Se você está se sentindo perdida sobre o que o Co-Wash se trata, podemos afirmar que resumidamente o procedimento abarca a lavagem dos cabelos usando apenas um produto básico do nosso dia a dia: O condicionador. Embora seja comum estranhar um pouco a ideia de lavar os cabelos com apenas condicionador, fique sabendo que esse método promove muito benefícios nas madeixas, inclusive aquelas que acabam sofrendo com muito ressecamento. A técnica Co-Wash promove maior leveza no processo de limpeza das madeixas e em vista disso, a cabeleira fica muito mais hidratada, mais definida e solta. Geralmente, quem pratica Low Poo que também vira adepta ao Co Wash, mas independentemente do que você faz para cuidar dos seus fios, o artigo de hoje irá te explicar tudo sobre o Co-Wash e te mostrar que é possível sim fazer esse tratamento em casa mesmo, sem gastar muito e promover excelentes resultados que você irá se apaixonar. Pode ficar animada que as dicas hoje serão bem acessíveis e não existe dificuldade alguma para reproduzi-las. Então anote todas e depois é só colocar em prática e turbinar suas madeixas com muita saúde, beleza, brilho e maciez.

Boa parte das mulheres acreditavam que era necessário investir muito dinheiro em técnicas caras para fazer com que os cabelos ficassem cada vez mais bonitos, contudo, essa crença está sendo cada vez mais esquecido, já que conhecemos cada vez mais técnicas simples que fazem esse trabalho de forma surpreendente, como é o caso do Co-Wash.

Ao longo do tempo, o mercado da beleza foi desenvolvendo produtos e técnicos bem em conta que promoviam resultados excelentes nos cuidados com a cabeleira. Em vista disso, foi se tornando cada vez mais acessível a possibilidade de tratar os fios, sem gastar muita grana.

Além dos produtos incríveis disponíveis, graças a internet foi se propagando cada vez mais técnicas diferentes para cuidar das madeixas. Técnicas principalmente caseiras, o que foi facilitando cada vez mais a vida mulher, que começou a cuidar dos seus fios em casa mesmo, poupando tempo e dinheiro e acima de tudo: garantindo resultados excelentes.

Os cuidados capilares foram se desenvolvendo e evoluindo cada vez mais, e junto com essas mudanças surgiram métodos e produtos que democraticamente começaram a ajudar e tornar possível a chance de qualquer pessoa ter a capacidade de tratar os cabelos.

Dentro desse contexto a mulher começou a ganhar sua independência, visto que passou a exercer maior controle sobre os seus próprios fios, descobrindo quais técnicas e produtos funcionam efetivamente ou não para o cuidado deles.

Dos métodos mais conhecidos para cuidados de cabelos destacamos o Cronograma Capilar, o Low Poo, No Poo e o Co-Wash. São procedimentos que estão ganhando cada vez mais o coração da mulherada que adora cuidar das madeixas e trazem efeitos incríveis para elas, sem precisar de muita dificuldade.

Para quem não sabe, a técnica do Cronograma Capilar consiste na promoção da restauração da saúde dos cabelos, por intermédio de uma agenda elaborada com Tratamentos que devem ser realizados mensalmente e que incluem basicamente hidratar, nutrir e Reconstruir os fios.

Esse procedimento, quando feito de forma aliada ao cronograma estabelecido, faz com que suas madeixas se recuperem totalmente de qualquer efeito negativo provocado pelo Sol, pelo Secador ou por qualquer outro procedimento realizado com química. Resumidamente você traz vida novamente aos cabelos.

No caso das técnicas de No Poo e Low Poo, o objetivo principal é auxiliar na manutenção da presença dos óleos e dos Lipídeos Naturais das madeixas. Com o passar dos dias, a cada processo de lavagem que realizamos utilizando Shampoo nos cabelos, acaba agredindo-os progressivamente, visto que o produto é composto por Sulfatos.

Pensando nisso, a técnica do Low Poo visa a utilização exclusiva de shampoos que não apresentem essa substância na sua composição (Sulfato), enquanto que no Método No Poo, não se utiliza nenhum tipo de Shampoo.

Ambas também buscam utilizar produtos que sejam derivados de petróleo ou de Silicone não solúvel em água, para cuidar dos cabelos, uma vez que o componente prejudicial existente no Shampoo tradicional só é totalmente retirado dos fios depois do uso de produtos desse gênero.

A mulher que já se beneficiou de métodos capilares como o Low Poo e o No Poo, muito possivelmente também irá se dar muito bem utilizando o método Co-Wash. Um exemplo disso é a querida blogueira Bru Serrano, que utilizava há cerca de dois anos a técnica de Low Poo, quando resolver testar o Co-Wash.

Ela se apaixonou pelo método e não abandonou ele mais nos cuidados dos fios. A Blogueira fez o teste durante uma viagem que fizera na praia e desde então não conseguiu mais deixar de fazer o Co-Wash na sua rotina capilar.

Se você está se sentindo perdida sobre o que o Co-Wash se trata, podemos afirmar que resumidamente o procedimento abarca a lavagem dos cabelos usando apenas um produto básico do nosso dia a dia: O condicionador.

Embora seja comum estranhar um pouco a ideia de lavar os cabelos com apenas condicionador, fique sabendo que esse método promove muito benefícios nas madeixas, inclusive aquelas que acabam sofrendo com muito ressecamento.

A técnica Co-Wash promove maior leveza no processo de limpeza das madeixas e em vista disso, a cabeleira fica muito mais hidratada, mais definida e solta.

Geralmente, quem pratica Low Poo que também vira adepta ao Co Wash, mas independentemente do que você faz para cuidar dos seus fios, o artigo de hoje irá te explicar tudo sobre o Co-Wash e te mostrar que é possível sim fazer esse tratamento em casa mesmo, sem gastar muito e promover excelentes resultados que você irá se apaixonar.

Pode ficar animada que as dicas hoje serão bem acessíveis e não existe dificuldade alguma para reproduzi-las. Então anote todas e depois é só colocar em prática e turbinar suas madeixas com muita saúde, beleza, brilho e maciez.

Entenda mais sobre o que de fato é o Co-Wash

Se você ainda tem medo de ser complicado fazer a técnica, não precisa se preocupar, que apesar do nome Co-Wash transparecer a ideia de algo mais sofisticado, é um método bem simples e facilmente você irá entender como praticá-lo. Como já mencionamos, nesse procedimento o processo de tratamento é feito apenas com o Condicionador, então o Shampoo está totalmente descartado, inclusive no processo que consiste em lavar os fios. Poucos realmente sabem que o Condicionador, da mesma forma que o Shampoo, apresenta em sua composição determinados Emolientes que possuem a capacidade de limpar as madeixas. Lavar os fios com o produto condicionante, previne o seu ressecamento que na maioria das vezes decorre do uso do Shampoo.

Se você ainda tem medo de ser complicado fazer a técnica, não precisa se preocupar, que apesar do nome Co-Wash transparecer a ideia de algo mais sofisticado, é um método bem simples e facilmente você irá entender como praticá-lo.

Como já mencionamos, nesse procedimento o processo de tratamento é feito apenas com o Condicionador, então o Shampoo está totalmente descartado, inclusive no processo que consiste em lavar os fios.

Poucos realmente sabem que o Condicionador, da mesma forma que o Shampoo, apresenta em sua composição determinados Emolientes que possuem a capacidade de limpar as madeixas. Lavar os fios com o produto condicionante, previne o seu ressecamento que na maioria das vezes decorre do uso do Shampoo.

O Co-Wash pode ser feito com qualquer tipo de condicionador?

Apesar de ser um método simples de cuidado capilar, não é qualquer tipo de condicionador que pode ser usado, visto que a maioria dos produtos que costumamos usar variam entre Parafina, Petrolato e Silicones Insolúveis em sua composição, que acabam grudando nos fios e só saem de vez com o uso de produtos que tenha Sulfatos.

Em vista disso, é necessário adquirir produtos condicionantes específicos para o processo de Co-Wash, pois dessa forma, você conseguirá limpar profundamente as madeixas evitando que ocorra qualquer tipo de acúmulo de resíduo nas mesmas.

Conheça os principais benefícios promovidos pela técnica

O que nos move literalmente na busca de cuidados capilar, são obviamente os benefícios que cada um tem a capacidade de promover na região. Não tem sensação mais satisfatória do eu ver o resultado nítido nas madeixas, não é mesmo? Com o Co-Wash não seria diferente. O método traz muitos pontos positivos para os cabelos, dos quais podemos destacar os principais. Veja a seguir: • Protege os fios durante o processo de limpeza deles; • Protege os fios do Ressecamento que é provocado pelo uso de Shampoos; • Previne a eliminação da oleosidade natural das madeixas, que geralmente provocada com o uso dos tradicionais shampoos; • Promove a redução de Frizz; • É capaz de trazer muito mais definição para cabelos cacheados; • Ajuda a domar o volume excessivo em cabelos lisos e ainda deixa eles maia alinhados, uma vez que o produto condicionante não abre tanto as cutículas capilares; • O processo dá muito mais durabilidade na cor e na matização dos fios, para quem tem que pintar ou matizar semanalmente os mesmos; • E nutre profundamente os fios.

O que nos move literalmente na busca de cuidados capilar, são obviamente os benefícios que cada um tem a capacidade de promover na região. Não tem sensação mais satisfatória do eu ver o resultado nítido nas madeixas, não é mesmo?

Com o Co-Wash não seria diferente. O método traz muitos pontos positivos para os cabelos, dos quais podemos destacar os principais. Veja a seguir:

• Protege os fios durante o processo de limpeza deles;

• Protege os fios do Ressecamento que é provocado pelo uso de Shampoos;

Super Dicas de Compras

Roupas, bolsas, Make up e muito mais. Produtos escolhidos por nossa curadoria especialmente para você. Confira ;)

• Previne a eliminação da oleosidade natural das madeixas, que geralmente provocada com o uso dos tradicionais shampoos;

• Promove a redução de Frizz;

• É capaz de trazer muito mais definição para cabelos cacheados;

• Ajuda a domar o volume excessivo em cabelos lisos e ainda deixa eles maia alinhados, uma vez que o produto condicionante não abre tanto as cutículas capilares;

• O processo dá muito mais durabilidade na cor e na matização dos fios, para quem tem que pintar ou matizar semanalmente os mesmos;

• E nutre profundamente os fios.

Qualquer mulher pode aproveitar os benefícios do Co-Wash?

De forma geral o método de Co-Wash faz com que a oleosidade natural existente nos fios capilares permaneça positivamente, visto que os Shampoos cheios de sulfatos acabam eliminando-a, fazendo com que o cabelo fique mais ressecando.

Porém nem todo mundo pode acabar se beneficiando dele, já que as mulheres com couro cabelo muito oleoso não vai conseguir controlar esse problema usando Co-Wash.

Além disso, o procedimento não é recomendado para quem realiza atividade física regularmente ou que acaba tendendo a suar com mais frequência, pelo mesmo motivo que não é recomendado para quem tem muita oleosidade nas madeixas.

A lavagem capilar com o método Co-Wash pode ser frequente?

Quem possui cabelos com muito ressecamento ou opacidade pode ser utilizar com frequência o método Co-Wash para lavar os fios. Porém é importante lembrar que essa frequência é intercalada, o que significa que não é toda vez que você vai lavar as madeixas que você vai fazer a técnica. Isso porque o produto condicionador não possui a capacidade funcional de promover a eliminação total das substâncias impuras presentes na região. Essa função total é exercida pelo shampoo, por isso não se deve aboli-lo totalmente da sua vida. Se você quer começar a praticar o método de Co-Wash, precisa estar ciente de que é necessário praticá-la como uma espécie de Limpeza Detox ou lavar pelo menos os fios com um Shampoo a cada quinzena. Essa recomendação é feita justamente para prevenir a possível propagação de bactérias, de caspas ou de seborreia na região capilar.

Quem possui cabelos com muito ressecamento ou opacidade pode ser utilizar com frequência o método Co-Wash para lavar os fios. Porém é importante lembrar que essa frequência é intercalada, o que significa que não é toda vez que você vai lavar as madeixas que você vai fazer a técnica.

Isso porque o produto condicionador não possui a capacidade funcional de promover a eliminação total das substâncias impuras presentes na região. Essa função total é exercida pelo shampoo, por isso não se deve aboli-lo totalmente da sua vida.

Se você quer começar a praticar o método de Co-Wash, precisa estar ciente de que é necessário praticá-la como uma espécie de Limpeza Detox ou lavar pelo menos os fios com um Shampoo a cada quinzena.

Essa recomendação é feita justamente para prevenir a possível propagação de bactérias, de caspas ou de seborreia na região capilar.

Aprenda o passo a passo para realizar o Co-Wash

De forma simplificando, o método do Co-Wash abarca justamente a substituição do Shampoo no processo de lavagem capilar, pelo próprio condicionador. E depois que você realiza o procedimento é necessário hidratar os fios, como você faz costumeiramente.

Principalmente para quem tem cabelos crespos ou cacheados, esse processo de hidratação é importantíssimo, pois vai garantir que as madeixas fiquem bem nutridas, cheias de saúde e de força.

Se você está louca para aplicar a técnica nas suas madeixas, veja a seguir como você deve fazê-la:

1. Primeiramente, você deve molhar os cabelos utilizando água em temperatura morna, massageando-os por cerca de alguns minutos. Essa massagem ajudará a eliminar a gordura presente no eu couro cabeludo;

Nossas Dicas de Makeup

Roupas, bolsas, Make up e muito mais. Produtos escolhidos por nossa curadoria especialmente para você. Confira ;)

2. Em seguida, você deverá retirar todo o excesso de água dos fios, com o auxílio de uma toalha. Esse processo é importante, porque a água em excesso acaba atrapalhando e impedindo que o condicionador consiga penetrar totalmente nos fios;

3. Feito isso, você irá começar aplicando o condicionador inicialmente na região da raiz dos cabelos, levando-o para todo o comprimento até as pontas. Não precisa economizar o produto, aplique sem medo.

4. Ao aplicar o condicionador, vá fazendo massagem nas madeixas e no couro cabeludo, para que a circulação da região seja ativada e a limpeza seja bem profunda;

5. Na hora de massagear as madeixas, faça isso em movimentos de cima para baixo, a fim de que elas sejam bem limpas com o produto utilizado;

6. Depois disso é só enxaguar bem o cabelo, de tal forma que todo o excesso de condicionador seja eliminado eficientemente. Se você quiser, pode utilizar também outro condicionador, que seja mais concentrado (e livre de óleo mineral), na região das pontinhas dos cabelos, antes mesmo de enxaguá-las.

Para quem gosta daquela sensação mais refrescante e de limpeza profunda, pode adicionar opcionalmente alguns tipos de óleos essenciais no produto condicionante, antes de aplicá-lo nos fios para realizar o processo Co-Wash.

Os melhores óleos para esse caso são os de Copaíba, Tea Tree, de Cedro, de Laranja, Limão ou óleo de lavanda. Basta três gotinhas do óleo para garantir o efeito desejado.

Aliás, é recomendado que se faça também, depois do Co-Wash, um processo de lavagem bem profunda dos fios com algum Shampoo Anti-resíduo ou Detox a cada quinzena.

Quais os tipos de cabelos que mais se beneficiam da técnica?

De forma geral, podemos afirmar que o método Co-Wash é mais recomendado para mulheres que tem algum tipo de processo químico no cabelo, ressecamento ou que simplesmente apresentam fios cacheados ou crespos. Se você tem cabelo oleoso, por favor evite fazer o Co-Wash. Quem tem cabelos tingidos, precisa usar a técnica intercalando-a com a lavagem tradicional utilizando o shampoo, a fim de garantir que a cor dos fios tenha maior durabilidade. Mas se você não tem cabelo muito ressecado ou se o seu perfil não se encaixa em nenhum dos mencionados anteriormente, fique tranquila, que com exceção dos cabelos oleosos, qualquer outro pode sim ser beneficiado pelo método Co-Wash. Não há necessidade de ter receio de testar essa técnica de cuidado capilar, pois ela facilmente acaba se adaptando a cada tipo de cabelo, desde o mais liso até o mais cacheadinho. O único ponto que precisamos observar com mais atenção é o referente a questão produtiva de óleo presente no nosso couro cabeludo. O Co-Wash limpa os fios com suavidade, hidratando-os profundamente e quem tem cabelo oleoso pode acabar sentindo eles pesarem muito mais, caso apliquem o método em questão. Então se você tem fios óleos não precisa se desesperar. A dica é aderir técnicas como o Low Poo para cuidar da cabeleira, pois são métodos que usam Shampoos com baixos níveis de sulfatos. Apesar de praticamente todo tipo de cabelo se beneficiar do Co-Wash, são os ondulados, cacheados e os crespos que acabam se beneficiando muito mais. Sabe porquê? Esses tipos de cabelos ficam sem frizz e sem opacidade quando lavados pela técnica Co-Wash, justamente porque o método não abre tanto as cutículas capilares, mantendo assim os nutrientes presentes nos fios. Quem tem cabelo muito seco também pode se beneficiar demais com a técnica. Aliás aqui vale um alerta: Quem possui algum tipo de problema que atinge a região do couro cabeludo, como é o caso da seborreia, como por exemplo, deve evitar o método em questão. Isso porque o Co-Wash pode acabar desenvolvendo a proliferação de fungos e bactérias no couro cabeludo, capazes de provocar quedas de cabelo dentre outras desvantagens.

De forma geral, podemos afirmar que o método Co-Wash é mais recomendado para mulheres que tem algum tipo de processo químico no cabelo, ressecamento ou que simplesmente apresentam fios cacheados ou crespos.

Se você tem cabelo oleoso, por favor evite fazer o Co-Wash. Quem tem cabelos tingidos, precisa usar a técnica intercalando-a com a lavagem tradicional utilizando o shampoo, a fim de garantir que a cor dos fios tenha maior durabilidade.

Mas se você não tem cabelo muito ressecado ou se o seu perfil não se encaixa em nenhum dos mencionados anteriormente, fique tranquila, que com exceção dos cabelos oleosos, qualquer outro pode sim ser beneficiado pelo método Co-Wash.

Não há necessidade de ter receio de testar essa técnica de cuidado capilar, pois ela facilmente acaba se adaptando a cada tipo de cabelo, desde o mais liso até o mais cacheadinho.

O único ponto que precisamos observar com mais atenção é o referente a questão produtiva de óleo presente no nosso couro cabeludo. O Co-Wash limpa os fios com suavidade, hidratando-os profundamente e quem tem cabelo oleoso pode acabar sentindo eles pesarem muito mais, caso apliquem o método em questão.

Então se você tem fios óleos não precisa se desesperar. A dica é aderir técnicas como o Low Poo para cuidar da cabeleira, pois são métodos que usam Shampoos com baixos níveis de sulfatos.

Apesar de praticamente todo tipo de cabelo se beneficiar do Co-Wash, são os ondulados, cacheados e os crespos que acabam se beneficiando muito mais. Sabe porquê? Esses tipos de cabelos ficam sem frizz e sem opacidade quando lavados pela técnica Co-Wash, justamente porque o método não abre tanto as cutículas capilares, mantendo assim os nutrientes presentes nos fios.

Ad DDM

Quem tem cabelo muito seco também pode se beneficiar demais com a técnica. Aliás aqui vale um alerta: Quem possui algum tipo de problema que atinge a região do couro cabeludo, como é o caso da seborreia, como por exemplo, deve evitar o método em questão.

Isso porque o Co-Wash pode acabar desenvolvendo a proliferação de fungos e bactérias no couro cabeludo, capazes de provocar quedas de cabelo dentre outras desvantagens.

Afinal, com que periodicidade você deve realizar o método Co-Wash?

Na verdade, não existe uma receita pronta que define exatamente quantas lavagens você deve fazer usando método Co-Wash.

Por não agredir tanto as madeixas, como a lavagem tradicional com o Shampoo faz, o método pode sim ser realizado diariamente, da mesma forma que se você quiser pode realizá-la uma vez ou mais a cada semana.

Essa questão de quantidade de lavagem vai depender bastante do tipo do cabelo da mulher e de que forma ele reage quando recebe o método. Lembrando que é importante não ficar mais de uma semana sem lavar os fios.

Quanto exatamente de produto precisa aplicar para fazer o método?

Da mesma forma como o corre com a questão da quantidade de lavagens que precisam ser feitas, não há exatamente uma quantidade específica de produto condicionante que deve ser usada quando for fazer o método Co-Wash.

O que vai definir a quantidade aproximada é justamente o comprimento e o volume do seu cabelo. Naturalmente que tem cabelo mais curto e sem volume, precisará de menos condicionador do que tem aquele cabelão batendo na cintura, concorda?

E não tenha medo de aplicar o produto. Tem gente que acha que não pode colocar condicionador demais nos fios ou deixa-lo agindo no couro cabeludo. Esqueça qualquer receio que você tenha, se você de fato que realizar e conhecer os benefícios da técnica Co-Wash.

Qual o melhor tipo de shampoo para intercalar entre as lavagens com o Co-Wash?

Sabemos que não há restrição com reação a frequência de uso do método Co-Wash, para a lavagem capilar. Contudo é importante lavar os fios a cada quinzena com um Shampoo, visto que somente ele é capaz de limpar e retirar todas as impurezas nas madeixas.

Essa intercalação é muito importante em alguns casos específicos. Existem pessoas adeptas ao método No Poo, por exemplo, que não utilizam nenhum tipo de Shampoo e podem normalmente intercalar o método com outro método, no caso o Co-Wash.

Se você é adepta ao método Low Poo e começou a adorar o método Co-Wash, pode intercalar as lavagens com algum shampoo que não apresente sulfato em sua composição.

Fazer isso é muito importante, principalmente tendo o cuidado de usar shampoos sem sulfato, pois eles limpam profundamente os fios, sem agredi-los.

Na dúvida de qual escolhe ré só ir em busca de produtos que são liberados para quem faz o Low Poo. Aliás, se você não é adepta a nenhum tipo de método além do Co-Wash, precisa então fazer esse intervalo de lavagens usando um shampoo.

Lembre-se que o condicionador limpa os fios, mas não é capaz de retirar totalmente os resíduos impuros contidos nele. Só o shampoo tem essa real função. Então não abra mão dele para evitar problemas futuros na região capilar.

Dicas para escolher o melhor produto para realizar o método Co-Wash

Já compreendemos que não é qualquer tipo de condicionador que serve para fazer lavagens Co-Wash não é mesmo? Pois bem, para que você alcance os objetivos positivos desejados ao aplicar o método, é essencial observar alguns detalhes para saber escolher o melhor produto a ser utilizado nesse processo. Existem alguns componentes presentes em condicionadores que podem acumular ainda mais impurezas nos fios, por exemplo, e é por isso que você precisa saber qual é o melhor para esse tipo de método. Basicamente você deve fugir de condicionadores e produtos em geral que apresentem Sulfato na composição, derivados de petróleo, dos quais podemos citar o Petrolato, a Parafina Líquida, os óleos minerais e a vaselina. E por fim você deve evitar produto que contenha silicone insolúvel em água. Melhores produtos condicionantes para a técnica Co-Wash Produtores condicionadores apresentam em sua fórmula, determinados tipos de agentes emolientes que são capazes de limpar profundamente sem provocar qualquer nível de ressecamento. Contudo, existem alguns deles que possuem Petrolato ou silicones insolúveis em sua composição. Substâncias essas que podem impedir os bons resultados do método Co-Wash, justamente porque eles impedem que a água e muitos outros nutrientes penetrem nos fios, impedindo consequentemente que os mesmos fiquem hidratados. Ressaltando que usar qualquer tipo de produto condicionante pode prejudicar a saúde do seu couro abelhudo, podendo ocasionar o desenvolvimento de problemas como Dermatite, Seborreia e até mesmo a queda capilar. O mais importante além de se desviar de determinados produtos com certos tipos de substâncias prejudiciais, você precisa ir em busca daqueles que possuem agentes de limpeza na sua fórmula. Os melhores produtos são aqueles que são derivados do coco, pois limpam mais profundamente sem provocar nenhum tipo de dano na região.

Já compreendemos que não é qualquer tipo de condicionador que serve para fazer lavagens Co-Wash não é mesmo? Pois bem, para que você alcance os objetivos positivos desejados ao aplicar o método, é essencial observar alguns detalhes para saber escolher o melhor produto a ser utilizado nesse processo.

Existem alguns componentes presentes em condicionadores que podem acumular ainda mais impurezas nos fios, por exemplo, e é por isso que você precisa saber qual é o melhor para esse tipo de método.

Basicamente você deve fugir de condicionadores e produtos em geral que apresentem Sulfato na composição, derivados de petróleo, dos quais podemos citar o Petrolato, a Parafina Líquida, os óleos minerais e a vaselina. E por fim você deve evitar produto que contenha silicone insolúvel em água.

Melhores produtos condicionantes para a técnica Co-Wash

Produtores condicionadores apresentam em sua fórmula, determinados tipos de agentes emolientes que são capazes de limpar profundamente sem provocar qualquer nível de ressecamento.

Contudo, existem alguns deles que possuem Petrolato ou silicones insolúveis em sua composição. Substâncias essas que podem impedir os bons resultados do método Co-Wash, justamente porque eles impedem que a água e muitos outros nutrientes penetrem nos fios, impedindo consequentemente que os mesmos fiquem hidratados.

Ressaltando que usar qualquer tipo de produto condicionante pode prejudicar a saúde do seu couro abelhudo, podendo ocasionar o desenvolvimento de problemas como Dermatite, Seborreia e até mesmo a queda capilar.

O mais importante além de se desviar de determinados produtos com certos tipos de substâncias prejudiciais, você precisa ir em busca daqueles que possuem agentes de limpeza na sua fórmula.

Os melhores produtos são aqueles que são derivados do coco, pois limpam mais profundamente sem provocar nenhum tipo de dano na região.

Depois da técnica Wash você tem que usar condicionador logo em seguida?

Quem está pensando em testar o método de lavagem dos fios Co-Wash, precisa esquecer totalmente a ordem convencional que costumeiramente usamos para limpar os cabelos durante o dia a dia.

Muitas mulheres acabam ficando em dúvida com relação a isso: Sempre lavamos os fios com Shampoo e finalizamos com condicionador, e no método Co-Wash? Depois que lavá-los com o condicionador também tem que finalizar com outro condicionador?

E agora suas dúvidas irão acabar de vez. Quem faz técnica Co-Wash para lavar os cabelos não precisa aplicar condicionador após a realização do procedimento. O ideal é aplicar uma máscara de tratamento profundo para fazer essa finalização.

Se antes você tinha receios de testar técnica simples e práticas de cuidados capilares em casa mesmo, como é o caso do Co-Wash não precisa ter medo que você consegue alcançar os melhores resultados possíveis, sem prejudicá-los.

A dica é sempre seguir as recomendações para que o processo seja feito de forma segura e que você consiga cuidar da saúde dos fios, alcançando os resultados desejados.

Se mediante as dicas que demos hoje, você verificar que pode sim testar o método, não perca tempo e vá logo em busca de um produto bom para te ajudar nesse cuidado.

Quando uma mulher observa os benefícios que ele traz para as madeixas, nunca mais consegue largá-lo. Você verá na prática como isso é verdade!

Que tal chamar as amigas e todas juntas testarem esse método tão incrível para os cabelos? Vocês com certeza irão arrasar!

Avatar

Written by Carolina Santos

Deixe uma resposta

Ao longo dos dias a mulherada começou a ficar mais adepta às técnicas de micro e dermopigmentação para cuidar do design de suas sobrancelhas. O uso de pinças, ceras ou linhas ficou cada vez mais ultrapassado e hoje desejamos mais praticidade e claro: nada de dor. Você já ouviu falar da Dermopigmentação? O artigo de hoje irá detalhar tudo sobre esse mundo para você. A técnica de Micropigmentação surgiu para elevar ainda mais a autoestima feminina, pois mulheres com poucos ou quase nenhum pelo na sobrancelha, ou até mesmo com pequenas falhas, conseguem corrigi-las. A autoestima e a autoconfiança têm muita relação com as sobrancelhas femininas. Cada época teve o seu momento. Antigamente, quanto mais fininha, melhor e a mulherada se sentia poderosa. E hoje, a era é da sobrancelha bem desenhada e mais preenchida. E qualquer mulher consegue alcançar a sobrancelha desejada, graças às técnicas incríveis que surgiram, como é o caso da Micropigmentação. Mas você sabia que também existe um método de correção chamado Dermopigmentação? Esse procedimento vem ganhando cada vez mais adeptas e está se tornando cada vez mais conhecido pelas mulheres que buscam corrigir falhinhas ou inclusive complementar e preencher suas sobrancelhas. A Dermopigmentação penetra na derme da nossa pele e por isso é uma técnica bem mais profunda do que a tradicional Micropigmentação. Ela pode ser realizada em outras partes do corpo, não exclusivamente nas sobrancelhas, isso vai depender muito do objetivo e das reais necessidades de cada pessoa. Em geral, é possível aplicar o método de Dermopigmentação em locais como nos lábios, nas estrias e ainda pode aplicar como delineador na região dos olhos. Esteticistas especializados no assunto explicam que o método é realizado com um equipamento específico, que permite que o profissional desenhe os fios da sobrancelha do cliente, sob a pele. Portanto, você pode corrigir falhas e até mesmo criar uma nova sobrancelha.

Dermopigmentação: Valor, Antes e Depois

50 Inspirações para Você! Dicas de Menina

Cabelo Preto Azulado: 50 Inspirações para Você!