in

Celulite bacteriana – Tudo o que você precisa saber

Talvez ao olhar o título da matéria você tenha pensado que a celulite bacteriana é um tipo de celulite convencional, não é mesmo?

Aquela celulite, que é chamada na medicina de lipodistrofia ginoide e que incomoda as mulheres, deixando a pele com aspecto de laranja, devido à deformidade do tecido adiposo. Lembrou?

Pois é, mas saiba que a celulite bacteriana não tem nada relacionado a essa celulite.

Esse tipo de celulite é uma doença dermatológica infecciosa que atinge as camadas profundas da pele, podendo causar inchaço, vermelhidão e dor.

Porém em casos graves pode até ocasionar a morte, por isso é uma doença que precisa de atenção redobrada.

Através deste artigo você vai saber tudo o que precisa sobre a celulite bacteriana e tirar suas dúvidas.

Como é contraída a celulite bacteriana?

Tudo o que você precisa saber Dicas de Menina
Foto: via Pfizer

A celulite bacteriana também conhecida como celulite infecciosa é contraída através da infecção de bactérias que podem ser dos seguintes gêneros Streptococcus e Staphylococcus.

Essas bactérias geralmente se encontram na superfície de nossa pele e são atraídas por feridas e lesões, onde se multiplicam, atingindo camadas mais profundas da pele.

Apesar disso, também é possível que esse tipo de celulite ocorra em peles que não se encontram machucadas.

Sua infecção é rapidamente propagada devido ao fato delas produzirem enzimas que impedem nosso organismo de combatê-las rapidamente.

Como identificar a celulite bacteriana? Quais os sintomas?

Tudo o que você precisa saber Dicas de Menina
Foto: via Medical News Today

A celulite bacteriana pode ocorrer em qualquer área do corpo, mas é mais comum nas pernas, normalmente afetando um membro ou outro, dificilmente os dois.

Inicialmente podemos notar os seguintes sintomas:

  • Vermelhidão;
  • Inchaço;
  • Dor e sensibilidade;
  • Aumento de temperatura na área afetada;
  • Grandes bolhas.

Com o passar do tempo conforme a doença vai ficando mais grave a pessoa pode vir a sentir:

  • Febre;
  • Tremores;
  • Coração acelerado;
  • Dor de cabeça;
  • Pressão baixa;
  • Confusão.

Como é feito o diagnóstico da celulite bacteriana?

Tudo o que você precisa saber Dicas de Menina
Foto: via Tummi

O diagnóstico é feito apenas por um médico dermatologista ou infectologista que deverá examinar o paciente e analisá-lo de acordo com seu aspecto e sintomas.

Se o caso for realmente grave geralmente é necessário realizar um exame de laboratório com a biópsia da pele, amostras de sangue e pus para identificar a bactéria que está causando a infecção.

Em outros casos é necessário fazer mais exames para identificar se trata de celulite bacteriana ou trombose venosa profunda, uma vez que os sintomas se assemelham.

Como é o tratamento da celulite bacteriana?

Tudo o que você precisa saber Dicas de Menina
Foto: via M de Mulher

Inicialmente o tratamento é feito com antibióticos por via oral que ajudam a combater as bactérias.

No entanto quando a pessoa já está sentindo os sintomas mais graves deve ser hospitalizada para tomar antibióticos pela veia, para que a ação seja mais rápida.

É importante manter a área contaminada imóvel em uma posição elevada para diminuir o acúmulo de líquido nos tecidos (edema).

O paciente também deve aplicar compressas úmidas e frias sobre a área afetada para aliviar a dor e o inchaço.

Quando se formam abscessos (acumulação de pus nos tecidos) eles devem ser drenados no hospital.

Os sintomas geralmente desaparecem de 7 a 10 dias. Mas o paciente só deve parar de tomar os antibióticos de acordo com a prescrição médica para não haver perigo de a doença voltar.

Quais as complicações que a celulite bacteriana pode causar?

Tudo o que você precisa saber Dicas de Menina
Foto: via Uol

Se a doença não for tratada a tempo pode ocorrer complicações como infecções de pele que podem acabar destruindo o tecido.

Além disso, as bactérias podem ser propagadas pelo sangue, havendo risco de haver uma infecção generalizada. Isso é muito perigoso, pois pode colocar a vida da pessoa em risco.

Caso a pessoa contraia celulite bacteriana no mesmo local pode acontecer a danificação dos vasos linfáticos, resultando em um inchaço que não é curado.

Como é a celulite facial?

A celulite facial é a mesma celulite bacteriana, mas é chamada assim quando ocorre na face.

Ela pode ser causada através de feridas na pele, imunidade baixa ou outras infecções como micose, acne, sinusite, amigdalite, úlceras de herpes e infecções dentárias.

Quem tem celulite facial pode apresentar placa vermelha empedernida, com temperatura elevada na pele, apresentando inchaço e dor no local. E conforme a doença se torna mais grave a pessoa também pode sentir febre e tremores.

Como se prevenir contra a celulite bacteriana?

Tudo o que você precisa saber Dicas de Menina
Foto: via TriCurioso

É possível se prevenir contra a celulite bacteriana para isso você precisa tomar as seguintes atitudes:

  • Sempre cuidar bem de qualquer ferida ou lesão que tenha na pele, lavando-o com água e sabonete e trocar sempre os curativos;
  • Caso você tenha picadas na pele evite tocar e coçar;
  • Se você tiver alguma infecção na pele seja em qualquer área do corpo como micose, acne, herpes, entre outras, você deve tratá-las devidamente para evitar que as bactérias usem essas vias como porta de entrada;
  • Em caso de acne evite ficar cutucando e lave o local com sabonetes antissépticos para impedir que as bactérias entrem.

Existem mais fatores de risco para a celulite bacteriana?

Tudo o que você precisa saber Dicas de Menina
Foto: via Dr. Juliano Pimentel

Além das feridas e infecções há algumas doenças e problemas de saúde que representam fatores de risco para contrair a celulite bacteriana.

Algumas delas são diabetes, tratamento quimioterápico e câncer, pois baixam a imunidade.

Outras doenças são osteomielite, linfidema, varizes, inchaço crônico nas pernas, alcoolismo e alterações hormonais, especialmente femininas.

Dicas

Como se prevenir contra infecções de pele?

Vimos neste artigo que as infecções podem facilitar a entrada das bactérias que causam a celulite bacteriana. Por isso é importante tomar alguns cuidados para evitá-las.

Entre esses cuidados, temos:

Higienize bem a pele

Tudo o que você precisa saber Dicas de Menina
Foto: via SPDM

É importante manter a limpeza da nossa pele após qualquer atividade, especialmente após frequentar piscinas e praias.

Pois os componentes químicos da água da piscina e a areia podem ressecar a pele, podendo ocasionar rachaduras por onde as bactérias e outros micro-organismos podem entrar.

Por isso assim que você chegar a sua casa é importante que você tome um banho de água fria para tirar toda a sujeira.

De acordo com a dermatologista Keila, que deu entrevista ao site HCor (Associação Beneficente Síria) nesses casos é bom não usar o sabonete, pois ele vai ressecar ainda mais a pele.

Hidrate sua pele

A Dra Keila ainda fala que é bom manter a pele hidratada, especialmente nos locais em que ela é mais seca como nas mãos, pés, joelhos e cotovelos.

Dessa forma você evita que a pele tenha rachaduras e os micro-organismos entrem por elas. Por isso após o banho não se esqueça de hidratar sua pele.

Use protetor solar

Tudo o que você precisa saber Dicas de Menina
Foto: via Mulher com Saúde

Para evitar o ressecamento da pele você também deve utilizar o protetor solar antes de sair de casa. Se for à piscina ou à praia você deve reaplicar o protetor uma vez a cada três horas.

É importante utilizar protetor solar fator 30 para proteger bem a pele.

Caso sua pele esteja queimada de sol é importante também usar loções pós-solares e hidratantes.

Evite o sol após se depilar

Como a pele fica sensível após a depilação é importante evitar o sol por pelo menos 72 horas.

Mas uma forma de contornar isso é utilizar a depilação com cera, pois como ela retira os pelos pela raiz não irrita tanto a pele.

Evite o contato com superfícies usadas pelo público

Tudo o que você precisa saber Dicas de Menina
Foto: via Pinterest

Ao utilizar banheiros comunitários ou vestiários você pode ter contato direto com diferentes micro-organismos.

Para evitar isso você deve higienizar bem suas mãos e utilizar um pedaço de papel para fechar a porta ao sair do local.

Também ao tocar em menus de restaurantes, celulares de outras pessoas e outros itens você também deve lavar suas mãos para evitar contaminação ao tocar vias respiratórias e feridas, caso você tenha.

Não compartilhe itens pessoais

Você também deve evitar compartilhar escovas de cabelo, escovas de dente, toalhas, desodorantes, maquiagem e lâminas de barbear com as pessoas.

Pois você pode ter contato com fluidos corporais que podem transmitir micro-organismos e se a pessoa estiver com alguma infecção poderá pegar.

Como cuidar de cortes e machucados?

Como vimos os cortes e machucados também podem ser porta de entrada para as bactérias que causam a celulite bacteriana.

Por isso é importante saber como cuidar deles para evitar o problema. Ao tratar as feridas você deve tomar os seguintes cuidados:

Faça a limpeza da ferida

A primeira coisa que você deve fazer é lavar as mãos antes de limpar a ferida. Depois você deve lavá-la com sabão neutro para tirar toda a sujeira.

Tome cuidado para não esfregar e lesionar mais a região. Caso haja bolhas evite estourá-las.

Faça o curativo

Tudo o que você precisa saber Dicas de Menina
Foto: via Vuelo Pharma

Caso a ferida seja pequena você poderá utilizar um band-aid, em caso de corte maior use uma gaze.

Nunca passe fita adesiva ou fita microporosa sobre a ferida, pois pode lesioná-la mais ainda.

Em caso de cortes mais graves prefira ir ao médico para que ele examine, pois pode ser necessário realizar uma sutura.

Coloque uma compressa quente em ferida com casquinha

Quando formar a casquinha da ferida você pode colocar uma compressa quente por 15 minutos.

Isso vai ajudar a tornar a cicatrização mais rápida, já que o fluxo de sangue vai aumentar, assim como a quantidade de nutrientes e células.

Mantenha a ferida elevada

Caso o local fique inchado por mais de dois dias você deve elevar o machucado para diminuir o acúmulo de líquidos e melhorar a circulação de sangue.

Isso acontece geralmente em pessoas que têm problemas cardíacos ou de circulação.

Procure um médico

Em casos graves é extremamente importante que você procure um hospital mais próximo para receber a orientação devida e assim você possa cuidar de sua ferida da melhor forma possível.

Como aumentar sua imunidade?

Além dos cortes e lesões, como vimos neste artigo a imunidade baixa pode provocar a celulite bacteriana, por isso para aumentar sua imunidade você deve tomar os seguintes cuidados:

Se exponha ao sol

Uma das formas de aumentar a imunidade é estimular seu corpo a produzir vitamina D, pois ela ajuda a fortalecer o sistema imunológico.

Para isso você deve tomar sol, sem protetor solar de manhã, por pelo menos 15 minutos.

Tenha uma alimentação saudável

Tudo o que você precisa saber Dicas de Menina
Foto: via Provisa

É importante que você também tenha uma alimentação saudável e evite alimentos com muito açúcar, sal e gordura saturada. Coma frutas, verduras e legumes.

Pois assim seu corpo vai receber os nutrientes que precisa para funcionar melhor e assim você aumentará sua imunidade.

Beba pelo menos 2 litros de água por dia

Todos os dias eliminamos cerca de 1,5 a 2 litros de água através da urina e suor. Nós precisamos dela para que o sangue chegue a todos os órgãos e células e leve os nutrientes e oxigênio que eles precisam.

Inclusive durante uma infecção é o sangue que leva as células imunes para combater os micro-organismos.

Bebendo pelo menos 2 litros de água por dia nós vamos ajudar a nosso organismo a trabalhar melhor, inclusive o sistema imunológico.

Coma alimentos que aumentem a imunidade

Comer alimentos que aumentam a imunidade pode dar uma ajuda extra, pois eles estimulam a formação das células imunes.

Entre esses alimentos se encontram:

  • Trigo, arroz, semente de girassol, castanha-do-pará e gema de ovo que são alimentos que possuem selênio;
  • Carne vermelha, frango e grãos integrais que são ricos em zinco;
  • Frutas como laranja, abacaxi, limão, morango e tangerina que possuem vitamina C;
  • Iogurte natural e leite fermentado que contém probióticos;
  • Peixes como sardinha, atum e salmão que são ricos em ômega 3.

Adquira hábitos saudáveis

Tudo o que você precisa saber Dicas de Menina
Foto: via Tribuna de Ituverava

Ter hábitos saudáveis como não fumar, praticar exercícios, manter um peso normal, dormir bem, evitar o estresse e bebidas alcoólicas também podem ser muito benéficos para o sistema imunológico.

Pois dessa forma ele se tornará mais forte e poderá defender nosso organismo com mais eficácia.

Nesse caso busque ajuda médica

Caso você tenha alguma doença que afete sua imunidade é importante que você busque ajuda médica para que ele possa te receitar suplementos e medicamentos que possam te ajudar a aumentá-la.

Também é interessante fazer um acompanhamento em caso de doenças que baixam a imunidade como diabetes e câncer, para que você possa controla-las, na medida do possível, e tome todas as medidas necessárias para ter uma saúde melhor.

Neste artigo te ajudamos a entender como é causada a celulite bacteriana, como tratá-la e as formas de se cuidar para evitar o problema.

Mas não se esqueça de que este artigo é apenas informativo, para te ajudar a entender a doença, ele não retira a importância de você ir ao médico para tratar o problema.

Celulite infecciosa – Tudo o que você precisa saber

Unhas Decoradas: 100 Inspirações e Aprenda Como Cuidar