in

Bronzeamento a Jato: O que é? Faz Mal? Pode Tomar Sol?

A mulher brasileira, principalmente, adora ter aquele bronzeado na pele, para desfilar nas praias e nos lugares com aquela cor do pecado. E nem todas conseguem ter esse efeito tomando apenas sol, como é o caso das mais branquinhas, por exemplo, que acabam tendo dificuldade para pegar uma corzinha. E em vista disso, surgiram várias técnicas para conseguir esse efeito, que é o caso do Bronzeamento a Jato. Esse método surgiu também para quem quer pegar uma cor, mas não quer se expor a luz solar, justamente porque existem riscos que abarcam desde o Câncer de Pele, até problemas com pele seca e envelhecimento precoce. Dentre os inúmeros métodos de bronzeamento, ao artigo de hoje irá se aprofundar um pouco mais na técnica do Bronzeamento a jato, para que você possa conhecer mais sobre o assunto e esclarecer possíveis dúvidas. Fique antenada nas informações a seguir e escolha com mais responsabilidade qual a técnica que você vai usar para ficar mais bronzeada. Tenha uma ótima leitura mulher! Entenda as distinções entre o Bronzeamento de forma Natural e o Artificial Antes de mais nada, é importante compreender quais as principais distinções que separam um Bronzeamento adquirido de forma natural, daquele que é obtido pelo mecanismo artificial. E é sobre isso que vamos abordar nesse tópico. Para quem não sabe, já houve uma época em que as mulheres de pele mais clara e mais pálida, eram vistas com mais admiração. Em outras palavras, ser branquinha demonstrava um status de poder e riqueza. Então quem era branco pálido nesse tempo, já era notado como alguém de classe alta e eram pessoas que não tinham a necessidade de realizar nenhum tipo de tarefa se expondo na luz solar. Entretanto, o cenário atual é completamente diferente. Sem dúvida nenhuma, ter um corpo bronzeado é sinal de Beleza e está super em alta. Cada dia mais as mulheres desejam alcançar a cor do pecado. E aquela marca de biquíni que fica na pele quando ela fica moreninha? É uma das paixões da mulherada e inclusive dos homens, chama muita a atenção de ambos por sua beleza e sensualidade. O desejo de ficar com a pele mais morena, nos deixa suscetíveis a querer se arriscar tomando sol, porém, sem a proteção devida, ficamos à mercê de problemas graves. Temos que ter muito cuidado com a nossa pele. Primeiramente, temos que saber que a pele humana tem a capacidade de produzir um componente conhecido como Melanina. De forma bem resumida, essa Melanina apresenta duas funcionalidades: Ela é a responsável por dar a cor da nossa pele, dos olhos e inclusive do cabelo e também tem a função de nos proteger dos raios solares. É ela que tem a capacidade de promover a absorção das frequências de luz emitidas pelos raios Ultravioletas (UV) e é isso que protege a nossa pele de sofrer possíveis danos. Quanto mais estamos expostos a esses raios, mais a nossa pele produz a Melanina e por conta disso ela pode acabar mudando a sua cor. E consequentemente, a pele fica mais bronzeada. Mas se expor aos raios UVA ou UVB, por exemplo, traz muitos riscos, embora seja algo necessário para quem quer ficar mais moreninha. Para se ter uma ideia, o raio UVA tem a capacidade de penetrar de forma profunda na nossa pele, e isso promove o surgimento de ruguinhas e problemas com Flacidez. Já o UVB, penetram menos na região e por isso trazem ricos menos perigosos, ou seja, de forma geral, ele pode promover alguns problemas na parte mais externa da nossa pele, são danos mais suaves, por assim dizer. E quem pensa que tomar sol é o único fator de risco, fique sabendo que métodos de bronzeamento artificial também possuem seus alertas. De acordo com pesquisas e estudos realizados sobre o assunto, constatou-se que se bronzear de forma artificial aumenta as chances de ter Câncer de Pele, envelhecer precocemente, ficar com ruguinhas e manchas na pele, tudo em dobro, do que se bronzear de forma natural. Para se ter uma noção, quando alguém faz Bronzeamento Artificial ela recebe até oito vezes mais raios do tipo UVA, do que o indivíduo que tenta se bronzear pela forma tradicional: raios do Sol. Aliás, é no método natural de bronzeamento que recebemos mais raios do tipo UVB, que como vimos, é o que menos afeta a pele negativamente e ainda, a luz do sol estimula o organismo a produzir a Vitamina D, que é essencial no processo existente para absorver o cálcio. Afinal, qual a durabilidade da técnica de Bronzeamento? Basicamente a durabilidade do bronze vai depender se ele foi feito de forma Natural ou Artificial. Obviamente, é muito mais difícil se bronzear apenas tomando sol, porém esse tipo de bronzeado dura muito mais, podendo se prolongar por semanas. No caso do Bronze Artificial, é muito rápido, até porque com dez ou quinze minutos de sessão você já sai com a pele dar cor dos seus sonhos, por sua vez, esse efeito dura menos, podendo e prolongar por alguns dias apenas. Além disso, o bronze pelo método artificial, não deixa a pele avermelhada e por isso muitas pessoas acham que ele é mais seguro, o que não é verdade. Convenhamos que o fato de não deixar ela avermelhada não nos avisa quando estamos nos expondo aos raios de forma demasiada e prejudicial. Distinções do Bronzeamento Natural e Artificial de acordo com o tipo da Pele Outro ponto que vale a pena ser analisado, é que podem ter diferenças entre se bronzear da forma tradicional ou artificial, dependendo do tipo de pele que você tenha. Quem é mais branquinha e pálida, por exemplo, não pode se expor demais à luz do sol e por isso é mais demorado conseguir ter alguma corzinha bronzeado através do meio natural. Quem é naturalmente morena, consegue se bronzear muito mais fácil tomando a luz solar, do que quem é branquinha demais. Mas isso não exclui o fato de que qualquer tipo de pele está suscetível aos riscos dos raios UV, portanto, é importante sempre ter os cuidados necessários. Conheça agora um pouco mais sobre o Bronzeamento a Jato Quando é mais difícil se bronzear pelo meio natural, alguns indivíduos partem para os métodos disponíveis no mercado que aceleram e facilitam o alcance desse objetivo. E um dos mais procurados é com certeza o Bronzeamento a Jato. Há quem prefira pegar uma corzinha só tomando sol, afinal o efeito dura muito mais, porém aqui vamos destrinchar com mais detalhes sobre o mecanismo artificial em questão. Para entender melhor veja a seguir as vantagens e desvantagens de se realizar um Bronzeamento a jato: • Vantagens existentes: Quem é branca demais consegue ficar super bronzeada, sem muito esforço, através do Bronzeamento a Jato. Esse procedimento não te expõe aos raios UVA nem o UVB, sem contar que o produto usado não traz danos para a sua pele. A única recomendação é pesquisar bem a Clínica que você irá escolher para fazer o procedimento, pois ela deve ser de confiança e usar produtos que sejam de fato de qualidade. Assim você terá bons resultados e sem trazer riscos para sua saúde. • Desvantagens Existentes: Como mencionamos anteriormente, a durabilidade dos procedimentos artificiais é muito pequena. Para se ter uma ideia o efeito de um Bronzeamento a Jato dura em média quatro dias apenas, apesar da maioria das clínicas dar um prazo de dez dias. Claro que depois do procedimento é necessário seguir todas as recomendações de cuidados diários, que incluem promover a Esfoliação da pele antes do procedimento, fazer a sua hidratação profunda logo depois, evitar tomar banhos quentes e não utilizar nenhum tipo de óleo para corpo. Mas mesmo assim, muitos relatos de pessoas que fizeram o Bronzeamento a Jato reforça o fator durabilidade que é realmente bem curto. Aliás, o fato de você se bronzear dessa forma não significa que você não precisa continuar fazendo uso do protetor solar. Ele sempre é indispensável. É importante também evitar tomar sol nos horários de maior risco. Outro fator que alguns veem como desvantagem é o fato do procedimento ter um preço alto, já que seu efeito não dura tanto assim. Em média um Bronzeamento a jato pode variar entre R$120 e R$180 reais cada sessão, dependendo do local que você irá fazer. Então se você fizer uma sessão semanal, por exemplo, no fim do mês poderá gastar até R$720,00 só com Bronzeamento e nem todo mundo pode fazer esse tipo de investimento. Inclusive, de acordo com algumas experiências, esse método pode manchar sim as toalhas e roupas, e em vista disso o recomendado é dar preferência para as vestimentas de coloração escura. O cheiro que a técnica deixa na pele também pode incomodar algumas pessoas, além do fato de que ela fica bastante seca e por isso é necessário hidratá-la muito depois que faz o Bronzeamento a jato. É fundamental também fazer a esfoliação de determinadas áreas da pele, que por serem ásperas acabam ficando manchadas depois do procedimento. Se não fizer isso ela pode ficar com uma coloração indesejável, parecendo que está meio encardida. Claro que não significa que você será alvo de todos os pontos negativos do procedimento. Se você decidir fazer, tem que cuidar bastante, usar o produto de auto bronzeamento e seguir todas as orientações do profissional, para evitar efeitos indesejáveis e fazer durar mais a cor na pele. Cuidados que você deve ter antes de passar pelo Bronzeamento a Jato Como já dissemos, primeiro de tudo vá em busca de uma Clínica que tenha especialidade em Bronzeamentos Artificiais. A qualidade e a competência do profissional é imprescindível para fazer um procedimento seguro e eficiente. Não pesquise pelo preço, escolha a qualidade, para não sofrer posterirormente. Com a saúde não se brinca, então não tenha pressa, pesquise mesmo! Escolha com sabedoria e responsabilidade! O segundo cuidado é preparar bem a sua pele para receber aquele bronze artificial. Antes da técnica ela deve estar bem limpinha e seca. E antes de tudo você deverá esfoliá-la com o auxílio de uma Buchinha Vegetal. Todo esse cuidado básico vai remover toda e qualquer célula morta da região e renová-la. Reforçamos aqui a importância de a pele estar totalmente sequinha antes e receber o jato de bronzeamento. Isso previne a formação de possíveis manchas na região e ainda aumenta a durabilidade do efeito desejado. Cada sessão do Bronze pode durar entre vinte e trinta minutinhos. Sendo que dez é o tempo usado para aplicar o produto usado na técnica em todo o seu corpo. O resto é o tempo que dura o processo em si. E não pense que o efeito é visível imediatamente. Cerca de oito horas depois é que você nota a diferença. Cuidados que você deve ter depois do Bronzeamento a Jato É importante enfatizar que os cuidados pós bronzeamento fazem toda a diferença. A substância DHA da técnica só tem a capacidade de penetrar na parte mais superficial da nossa pele, por isso que o efeito do bronze não dura tanto tempo assim. Se você não cuida da pele depois disso, o efeito sai com muito mais facilidade. Veja a seguir o que você não pode fazer depois do bronze a jato: • Evita buchas no banho; • Não faça a esfoliação da pele; • Evite fazer depilação ou descoloração depois do procedimento; • Não tome banho quente demais ou demore muito nele; • Não deixe de hidratar a pele com mais frequência, usando um cremem de boa qualidade. Aliás, o creme não pode ser à base de Óleo, assim ele ajudará a trazer a nutrição necessária para a pele e manter o efeito do bronze. Em alguns casos é importante estar repetindo as sessões e geralmente essa reaplicação acaba sendo realizada toda semana, ressaltando que não há uma quantidade limite de sessões para se fazer Bronzeamento a Jato. Não deixe de usar protetor solar depois do procedimento também, ele nunca deve ser deixado de lado. Usar chapéu e óculos escuro sempre que for se expor ao sol também uma boa dica, quanto mais você se proteger, melhor, assim não envelhecerá precocemente e evitará outros problemas de pele causados pelos raios UV. Mitos e Verdades sobre o Bronzeamento A Jato O bronzeamento é realizado através de uma espécie de spray que vai esguichando uma substância na pele, de consistência líquida e incolor. Esse componente entra em reação com a Melanina que é produzida pela nossa pele e isso estimula a fixação da cor na região. Uma vantagem é que o jato se distribui uniformemente sob a pele e não promove nenhum tipo de queimadura, câncer ou envelhecimento antecipado no local em que é aplicado. Recomenda-se tomar banho só depois de oito hora após a realização do bronze artificial. Mas afinal, muito se fala sobre esse procedimento e nem tudo é verdade. Bora conhecer os mitos e as verdes que abarcam esse tema? • O procedimento causa dor: Isso é um grande mito, até porque o Bronzeamento é feito de forma rápida, simples e não causa nenhum tipo de sensação dolorosa. Quando a nossa pele entra em contato com o produto usado no método, ela sofre uma Reação Química que impede qualquer tipo de dor na hora. • Depois de vinte quatro horas já pode tomar sol: Por incrível que pareça, depois que você faz o Bronzeamento a jato, já fica liberada para pegar um solzinho logo depois das primeiras vinte quatro horas após a sessão. A única cautela é que você precisa aplicar Filtro Solar sempre que for se expor ao sol, tendo feito ou não o procedimento. • Existe o risco de perder a vida: Esse mito acaba amedrontando muitas pessoas, mas fique tranquila que esse risco é inexistente. A técnica é bem segura, fato este que possibilita a aplicação a partir dos quinze anos de idade. Além de não trazer riscos de Câncer nem envelhecimento precoce, ajuda ainda a promover o disfarce das celulites e dos vasinhos, prevenindo que aa pele fique com aquele aspeto amarelado. • O efeito só dura entre sete e doze dias: Tecnicamente isso é verdade, pois é a indicação das clínicas que fazem o procedimento. Apesar de que muitos afirmam que dura até quatro dias apenas. O efeito em si pode variar dependendo do tipo da sua pele, por isso, só fazendo para ver como que será com o seu casso, por exemplo. O que podemos afirmar é que pelo processo não penetrar profundamente na pele, naturalmente ele durará menos. • É possível fazer sessões com periodicidade: Sim, este fato é uma verdade. Você pode estar fazendo várias sessões periódicas para manter o efeito desejado, sem problema nenhum. • Existem contraindicações: Apesar de ser um procedimento muito seguro, não podemos deixar de lado o fato de há sim algumas contraindicações, mesmo elas sendo muito raras. De forma geral podemos dizer que mulheres grávidas, indivíduos que tem alergias ao componente Dihidroxiacetona ou que tem sinais de ferimento na pele não são indicados para passar por um Bronzeamento a jato. • A pele pode acabar ficando com aspecto amarelo ou laranja: Esse medo que muitas pessoas têm é um super mito. Basicamente existem ativadores na fórmula do produto usado, que proporcionam aquele aspecto de Bronze mais douradinho. Em vista disso também, os tons mais amarelados ou alaranjados são eficientemente camuflados. • O procedimento mancha as suas roupas: Embora haja relatos de que mancha sim, não se pode considerar esse fator uma verdade já que nem todo mundo passa por isso. Então é um mito, porque embora seja recomendado usar um biquíni preto e roupas mais larguinhas em tons mais escuro, caso o produto acabe ficando na roupa, se lavar imediatamente com água e sabão, ela não ficará manchada. Enfim, independentemente do método que você vai usar para dar aquela bronzeada, é sempre muito importante tomar todos os cuidados necessárias para proteger a pele e mantê-la saudável. O Bronzeamento a Jato é de fato bem prático, principalmente para quem quer ficar mais bronzeada para um determinado evento. Se o foco é ficar um verão todo por exemplo, através dos meios artificiais é bom fazer uma análise e um planejamento, para ver se vale a pena para você, já que o efeito não dura tanto e custo é alto. Se você decidir testar o método não deixe de seguir nenhuma orientação do seu profissional, isso é muito importante e faz toda a diferença. Cuide-se!

A mulher brasileira, principalmente, adora ter aquele bronzeado na pele, para desfilar nas praias e nos lugares com aquela cor do pecado. E nem todas conseguem ter esse efeito tomando apenas sol, como é o caso das mais branquinhas, por exemplo, que acabam tendo dificuldade para pegar uma corzinha. E em vista disso, surgiram várias técnicas para conseguir esse efeito, que é o caso do Bronzeamento a Jato.

Esse método surgiu também para quem quer pegar uma cor, mas não quer se expor a luz solar, justamente porque existem riscos que abarcam desde o Câncer de Pele, até problemas com pele seca e envelhecimento precoce.

Presente Para o Seu Parceiro

Sauna e Spa Familiar para Homens

Conheça >> www.spawellbeing.com.br.

Dentre os inúmeros métodos de bronzeamento, ao artigo de hoje irá se aprofundar um pouco mais na técnica do Bronzeamento a jato, para que você possa conhecer mais sobre o assunto e esclarecer possíveis dúvidas.

 Fique antenada nas informações a seguir e escolha com mais responsabilidade qual a técnica que você vai usar para ficar mais bronzeada. Tenha uma ótima leitura mulher!

Entenda as distinções entre o Bronzeamento de forma Natural e o Artificial

Antes de mais nada, é importante compreender quais as principais distinções que separam um Bronzeamento adquirido de forma natural, daquele que é obtido pelo mecanismo artificial. E é sobre isso que vamos abordar nesse tópico. 
Para quem não sabe, já houve uma época em que as mulheres de pele mais clara e mais pálida, eram vistas com mais admiração. Em outras palavras, ser branquinha demonstrava um status de poder e riqueza.  
Então quem era branco pálido nesse tempo, já era notado como alguém de classe alta e eram pessoas que não tinham a necessidade de realizar nenhum tipo de tarefa se expondo na luz solar. 
Entretanto, o cenário atual é completamente diferente. Sem dúvida nenhuma, ter um corpo bronzeado é sinal de Beleza e está super em alta. Cada dia mais as mulheres desejam alcançar a cor do pecado. 
E aquela marca de biquíni que fica na pele quando ela fica moreninha? É uma das paixões da mulherada e inclusive dos homens, chama muita a atenção de ambos por sua beleza e sensualidade. 
O desejo de ficar com a pele mais morena, nos deixa suscetíveis a querer se arriscar tomando sol, porém, sem a proteção devida, ficamos à mercê de problemas graves. Temos que ter muito cuidado com a nossa pele. 
Primeiramente, temos que saber que a pele humana tem a capacidade de produzir um componente conhecido como Melanina. De forma bem resumida, essa Melanina apresenta duas funcionalidades: Ela é a responsável por dar a cor da nossa pele, dos olhos e inclusive do cabelo e também tem a função de nos proteger dos raios solares. 
É ela que tem a capacidade de promover a absorção das frequências de luz emitidas pelos raios Ultravioletas (UV) e é isso que protege a nossa pele de sofrer possíveis danos. Quanto mais estamos expostos a esses raios, mais a nossa pele produz a Melanina e por conta disso ela pode acabar mudando a sua cor.  E consequentemente, a pele fica mais bronzeada.
Mas se expor aos raios UVA ou UVB, por exemplo, traz muitos riscos, embora seja algo necessário para quem quer ficar mais moreninha. Para se ter uma ideia, o raio UVA tem a capacidade de penetrar de forma profunda na nossa pele, e isso promove o surgimento de ruguinhas e problemas com Flacidez. 
Já o UVB, penetram menos na região e por isso trazem ricos menos perigosos, ou seja, de forma geral, ele pode promover alguns problemas na parte mais externa da nossa pele, são danos mais suaves, por assim dizer. 
E quem pensa que tomar sol é o único fator de risco, fique sabendo que métodos de bronzeamento artificial também possuem seus alertas. De acordo com pesquisas e estudos realizados sobre o assunto, constatou-se que se bronzear de forma artificial aumenta as chances de ter Câncer de Pele, envelhecer precocemente, ficar com ruguinhas e manchas na pele, tudo em dobro, do que se bronzear de forma natural. 
Para se ter uma noção, quando alguém faz Bronzeamento Artificial ela recebe até oito vezes mais raios do tipo UVA, do que o indivíduo que tenta se bronzear pela forma tradicional: raios do Sol. 
Aliás, é no método natural de bronzeamento que recebemos mais raios do tipo UVB, que como vimos, é o que menos afeta a pele negativamente e ainda, a luz do sol estimula o organismo a produzir a Vitamina D, que é essencial no processo existente para absorver o cálcio.

Antes de mais nada, é importante compreender quais as principais distinções que separam um Bronzeamento adquirido de forma natural, daquele que é obtido pelo mecanismo artificial. E é sobre isso que vamos abordar nesse tópico.

Para quem não sabe, já houve uma época em que as mulheres de pele mais clara e mais pálida, eram vistas com mais admiração. Em outras palavras, ser branquinha demonstrava um status de poder e riqueza. 

Então quem era branco pálido nesse tempo, já era notado como alguém de classe alta e eram pessoas que não tinham a necessidade de realizar nenhum tipo de tarefa se expondo na luz solar.

Entretanto, o cenário atual é completamente diferente. Sem dúvida nenhuma, ter um corpo bronzeado é sinal de Beleza e está super em alta. Cada dia mais as mulheres desejam alcançar a cor do pecado.

E aquela marca de biquíni que fica na pele quando ela fica moreninha? É uma das paixões da mulherada e inclusive dos homens, chama muita a atenção de ambos por sua beleza e sensualidade.

O desejo de ficar com a pele mais morena, nos deixa suscetíveis a querer se arriscar tomando sol, porém, sem a proteção devida, ficamos à mercê de problemas graves. Temos que ter muito cuidado com a nossa pele.

Primeiramente, temos que saber que a pele humana tem a capacidade de produzir um componente conhecido como Melanina. De forma bem resumida, essa Melanina apresenta duas funcionalidades: Ela é a responsável por dar a cor da nossa pele, dos olhos e inclusive do cabelo e também tem a função de nos proteger dos raios solares.

É ela que tem a capacidade de promover a absorção das frequências de luz emitidas pelos raios Ultravioletas (UV) e é isso que protege a nossa pele de sofrer possíveis danos. Quanto mais estamos expostos a esses raios, mais a nossa pele produz a Melanina e por conta disso ela pode acabar mudando a sua cor.  E consequentemente, a pele fica mais bronzeada.

Mas se expor aos raios UVA ou UVB, por exemplo, traz muitos riscos, embora seja algo necessário para quem quer ficar mais moreninha. Para se ter uma ideia, o raio UVA tem a capacidade de penetrar de forma profunda na nossa pele, e isso promove o surgimento de ruguinhas e problemas com Flacidez.

Já o UVB, penetram menos na região e por isso trazem ricos menos perigosos, ou seja, de forma geral, ele pode promover alguns problemas na parte mais externa da nossa pele, são danos mais suaves, por assim dizer.

E quem pensa que tomar sol é o único fator de risco, fique sabendo que métodos de bronzeamento artificial também possuem seus alertas. De acordo com pesquisas e estudos realizados sobre o assunto, constatou-se que se bronzear de forma artificial aumenta as chances de ter Câncer de Pele, envelhecer precocemente, ficar com ruguinhas e manchas na pele, tudo em dobro, do que se bronzear de forma natural.

Para se ter uma noção, quando alguém faz Bronzeamento Artificial ela recebe até oito vezes mais raios do tipo UVA, do que o indivíduo que tenta se bronzear pela forma tradicional: raios do Sol.

Aliás, é no método natural de bronzeamento que recebemos mais raios do tipo UVB, que como vimos, é o que menos afeta a pele negativamente e ainda, a luz do sol estimula o organismo a produzir a Vitamina D, que é essencial no processo existente para absorver o cálcio.

Afinal, qual a durabilidade da técnica de Bronzeamento?

Basicamente a durabilidade do bronze vai depender se ele foi feito de forma Natural ou Artificial. Obviamente, é muito mais difícil se bronzear apenas tomando sol, porém esse tipo de bronzeado dura muito mais, podendo se prolongar por semanas. 
No caso do Bronze Artificial, é muito rápido, até porque com dez ou quinze minutos de sessão você já sai com a pele dar cor dos seus sonhos, por sua vez, esse efeito dura menos, podendo e prolongar por alguns dias apenas.  
Além disso, o bronze pelo método artificial, não deixa a pele avermelhada e por isso muitas pessoas acham que ele é mais seguro, o que não é verdade. Convenhamos que o fato de não deixar ela avermelhada não nos avisa quando estamos nos expondo aos raios de forma demasiada e prejudicial.

Basicamente a durabilidade do bronze vai depender se ele foi feito de forma Natural ou Artificial. Obviamente, é muito mais difícil se bronzear apenas tomando sol, porém esse tipo de bronzeado dura muito mais, podendo se prolongar por semanas.

No caso do Bronze Artificial, é muito rápido, até porque com dez ou quinze minutos de sessão você já sai com a pele dar cor dos seus sonhos, por sua vez, esse efeito dura menos, podendo e prolongar por alguns dias apenas. 

Além disso, o bronze pelo método artificial, não deixa a pele avermelhada e por isso muitas pessoas acham que ele é mais seguro, o que não é verdade. Convenhamos que o fato de não deixar ela avermelhada não nos avisa quando estamos nos expondo aos raios de forma demasiada e prejudicial.

Distinções do Bronzeamento Natural e Artificial de acordo com o tipo da Pele

Outro ponto que vale a pena ser analisado, é que podem ter diferenças entre se bronzear da forma tradicional ou artificial, dependendo do tipo de pele que você tenha. Quem é mais branquinha e pálida, por exemplo, não pode se expor demais à luz do sol e por isso é mais demorado conseguir ter alguma corzinha bronzeado através do meio natural. 
Quem é naturalmente morena, consegue se bronzear muito mais fácil tomando a luz solar, do que quem é branquinha demais. Mas isso não exclui o fato de que qualquer tipo de pele está suscetível aos riscos dos raios UV, portanto, é importante sempre ter os cuidados necessários.

Outro ponto que vale a pena ser analisado, é que podem ter diferenças entre se bronzear da forma tradicional ou artificial, dependendo do tipo de pele que você tenha. Quem é mais branquinha e pálida, por exemplo, não pode se expor demais à luz do sol e por isso é mais demorado conseguir ter alguma corzinha bronzeado através do meio natural.

Quem é naturalmente morena, consegue se bronzear muito mais fácil tomando a luz solar, do que quem é branquinha demais. Mas isso não exclui o fato de que qualquer tipo de pele está suscetível aos riscos dos raios UV, portanto, é importante sempre ter os cuidados necessários.

Conheça agora um pouco mais sobre o Bronzeamento a Jato

Quando é mais difícil se bronzear pelo meio natural, alguns indivíduos partem para os métodos disponíveis no mercado que aceleram e facilitam o alcance desse objetivo. E um dos mais procurados é com certeza o Bronzeamento a Jato. 
Há quem prefira pegar uma corzinha só tomando sol, afinal o efeito dura muito mais, porém aqui vamos destrinchar com mais detalhes sobre o mecanismo artificial em questão. 
Para entender melhor veja a seguir as vantagens e desvantagens de se realizar um Bronzeamento a jato:
•	Vantagens existentes: 
Quem é branca demais consegue ficar super bronzeada, sem muito esforço, através do Bronzeamento a Jato. Esse procedimento não te expõe aos raios UVA nem o UVB, sem contar que o produto usado não traz danos para a sua pele. A única recomendação é pesquisar bem a Clínica que você irá escolher para fazer o procedimento, pois ela deve ser de confiança e usar produtos que sejam de fato de qualidade. Assim você terá bons resultados e sem trazer riscos para sua saúde. 
•	Desvantagens Existentes: 
Como mencionamos anteriormente, a durabilidade dos procedimentos artificiais é muito pequena. Para se ter uma ideia o efeito de um Bronzeamento a Jato dura em média quatro dias apenas, apesar da maioria das clínicas dar um prazo de dez dias. 
Claro que depois do procedimento é necessário seguir todas as recomendações de cuidados diários, que incluem promover a Esfoliação da pele antes do procedimento, fazer a sua hidratação profunda logo depois, evitar tomar banhos quentes e não utilizar nenhum tipo de óleo para corpo. Mas mesmo assim, muitos relatos de pessoas que fizeram o Bronzeamento a Jato reforça o fator durabilidade que é realmente bem curto. 
Aliás, o fato de você se bronzear dessa forma não significa que você não precisa continuar fazendo uso do protetor solar. Ele sempre é indispensável. É importante também evitar tomar sol nos horários de maior risco.
Outro fator que alguns veem como desvantagem é o fato do procedimento ter um preço alto, já que seu efeito não dura tanto assim. Em média um Bronzeamento a jato pode variar entre R$120 e R$180 reais cada sessão, dependendo do local que você irá fazer. Então se você fizer uma sessão semanal, por exemplo, no fim do mês poderá gastar até R$720,00 só com Bronzeamento e nem todo mundo pode fazer esse tipo de investimento.
Inclusive, de acordo com algumas experiências, esse método pode manchar sim as toalhas e roupas, e em vista disso o recomendado é dar preferência para as vestimentas de coloração escura. O cheiro que a técnica deixa na pele também pode incomodar algumas pessoas, além do fato de que ela fica bastante seca e por isso é necessário hidratá-la muito depois que faz o Bronzeamento a jato. 
É fundamental também fazer a esfoliação de determinadas áreas da pele, que por serem ásperas acabam ficando manchadas depois do procedimento. Se não fizer isso ela pode ficar com uma coloração indesejável, parecendo que está meio encardida. 
Claro que não significa que você será alvo de todos os pontos negativos do procedimento. Se você decidir fazer, tem que cuidar bastante, usar o produto de auto bronzeamento e seguir todas as orientações do profissional, para evitar efeitos indesejáveis e fazer durar mais a cor na pele.

Quando é mais difícil se bronzear pelo meio natural, alguns indivíduos partem para os métodos disponíveis no mercado que aceleram e facilitam o alcance desse objetivo. E um dos mais procurados é com certeza o Bronzeamento a Jato.

Presente Para o Seu Parceiro

Sauna e Spa Familiar para Homens

Conheça >> www.spawellbeing.com.br.

Há quem prefira pegar uma corzinha só tomando sol, afinal o efeito dura muito mais, porém aqui vamos destrinchar com mais detalhes sobre o mecanismo artificial em questão.

Para entender melhor veja a seguir as vantagens e desvantagens de se realizar um Bronzeamento a jato:

  • Vantagens existentes:

Quem é branca demais consegue ficar super bronzeada, sem muito esforço, através do Bronzeamento a Jato. Esse procedimento não te expõe aos raios UVA nem o UVB, sem contar que o produto usado não traz danos para a sua pele. A única recomendação é pesquisar bem a Clínica que você irá escolher para fazer o procedimento, pois ela deve ser de confiança e usar produtos que sejam de fato de qualidade. Assim você terá bons resultados e sem trazer riscos para sua saúde.

  • Desvantagens Existentes:

Como mencionamos anteriormente, a durabilidade dos procedimentos artificiais é muito pequena. Para se ter uma ideia o efeito de um Bronzeamento a Jato dura em média quatro dias apenas, apesar da maioria das clínicas dar um prazo de dez dias.

Claro que depois do procedimento é necessário seguir todas as recomendações de cuidados diários, que incluem promover a Esfoliação da pele antes do procedimento, fazer a sua hidratação profunda logo depois, evitar tomar banhos quentes e não utilizar nenhum tipo de óleo para corpo. Mas mesmo assim, muitos relatos de pessoas que fizeram o Bronzeamento a Jato reforça o fator durabilidade que é realmente bem curto.

Aliás, o fato de você se bronzear dessa forma não significa que você não precisa continuar fazendo uso do protetor solar. Ele sempre é indispensável. É importante também evitar tomar sol nos horários de maior risco.

Outro fator que alguns veem como desvantagem é o fato do procedimento ter um preço alto, já que seu efeito não dura tanto assim. Em média um Bronzeamento a jato pode variar entre R$120 e R$180 reais cada sessão, dependendo do local que você irá fazer. Então se você fizer uma sessão semanal, por exemplo, no fim do mês poderá gastar até R$720,00 só com Bronzeamento e nem todo mundo pode fazer esse tipo de investimento.

Inclusive, de acordo com algumas experiências, esse método pode manchar sim as toalhas e roupas, e em vista disso o recomendado é dar preferência para as vestimentas de coloração escura. O cheiro que a técnica deixa na pele também pode incomodar algumas pessoas, além do fato de que ela fica bastante seca e por isso é necessário hidratá-la muito depois que faz o Bronzeamento a jato.

É fundamental também fazer a esfoliação de determinadas áreas da pele, que por serem ásperas acabam ficando manchadas depois do procedimento. Se não fizer isso ela pode ficar com uma coloração indesejável, parecendo que está meio encardida.

Claro que não significa que você será alvo de todos os pontos negativos do procedimento. Se você decidir fazer, tem que cuidar bastante, usar o produto de auto bronzeamento e seguir todas as orientações do profissional, para evitar efeitos indesejáveis e fazer durar mais a cor na pele.

Cuidados que você deve ter antes de passar pelo Bronzeamento a Jato

Como já dissemos, primeiro de tudo vá em busca de uma Clínica que tenha especialidade em Bronzeamentos Artificiais. A qualidade e a competência do profissional é imprescindível para fazer um procedimento seguro e eficiente. Não pesquise pelo preço, escolha a qualidade, para não sofrer posterirormente. Com a saúde não se brinca, então não tenha pressa, pesquise mesmo! Escolha com sabedoria e responsabilidade!
O segundo cuidado é preparar bem a sua pele para receber aquele bronze artificial. Antes da técnica ela deve estar bem limpinha e seca. E antes de tudo você deverá esfoliá-la com o auxílio de uma Buchinha Vegetal. Todo esse cuidado básico vai remover toda e qualquer célula morta da região e renová-la. 
Reforçamos aqui a importância de a pele estar totalmente sequinha antes e receber o jato de bronzeamento. Isso previne a formação de possíveis manchas na região e ainda aumenta a durabilidade do efeito desejado. 
Cada sessão do Bronze pode durar entre vinte e trinta minutinhos. Sendo que dez é o tempo usado para aplicar o produto usado na técnica em todo o seu corpo. O resto é o tempo que dura o processo em si. E não pense que o efeito é visível imediatamente. Cerca de oito horas depois é que você nota a diferença.

Como já dissemos, primeiro de tudo vá em busca de uma Clínica que tenha especialidade em Bronzeamentos Artificiais. A qualidade e a competência do profissional é imprescindível para fazer um procedimento seguro e eficiente. Não pesquise pelo preço, escolha a qualidade, para não sofrer posterirormente. Com a saúde não se brinca, então não tenha pressa, pesquise mesmo! Escolha com sabedoria e responsabilidade!

O segundo cuidado é preparar bem a sua pele para receber aquele bronze artificial. Antes da técnica ela deve estar bem limpinha e seca. E antes de tudo você deverá esfoliá-la com o auxílio de uma Buchinha Vegetal. Todo esse cuidado básico vai remover toda e qualquer célula morta da região e renová-la.

Reforçamos aqui a importância de a pele estar totalmente sequinha antes e receber o jato de bronzeamento. Isso previne a formação de possíveis manchas na região e ainda aumenta a durabilidade do efeito desejado.

Cada sessão do Bronze pode durar entre vinte e trinta minutinhos. Sendo que dez é o tempo usado para aplicar o produto usado na técnica em todo o seu corpo. O resto é o tempo que dura o processo em si. E não pense que o efeito é visível imediatamente. Cerca de oito horas depois é que você nota a diferença.

Cuidados que você deve ter depois do Bronzeamento a Jato

É importante enfatizar que os cuidados pós bronzeamento fazem toda a diferença. A substância DHA da técnica só tem a capacidade de penetrar na parte mais superficial da nossa pele, por isso que o efeito do bronze não dura tanto tempo assim. 
Se você não cuida da pele depois disso, o efeito sai com muito mais facilidade. Veja a seguir o que você não pode fazer depois do bronze a jato:
•	Evita buchas no banho;
•	Não faça a esfoliação da pele;
•	Evite fazer depilação ou descoloração depois do procedimento;
•	Não tome banho quente demais ou demore muito nele;
•	Não deixe de hidratar a pele com mais frequência, usando um cremem de boa qualidade. Aliás, o creme não pode ser à base de Óleo, assim ele ajudará a trazer a nutrição necessária para a pele e manter o efeito do bronze.
Em alguns casos é importante estar repetindo as sessões e geralmente essa reaplicação acaba sendo realizada toda semana, ressaltando que não há uma quantidade limite de sessões para se fazer Bronzeamento a Jato. 
Não deixe de usar protetor solar depois do procedimento também, ele nunca deve ser deixado de lado. Usar chapéu e óculos escuro sempre que for se expor ao sol também uma boa dica, quanto mais você se proteger, melhor, assim não envelhecerá precocemente e evitará outros problemas de pele causados pelos raios UV.

É importante enfatizar que os cuidados pós bronzeamento fazem toda a diferença. A substância DHA da técnica só tem a capacidade de penetrar na parte mais superficial da nossa pele, por isso que o efeito do bronze não dura tanto tempo assim.

Se você não cuida da pele depois disso, o efeito sai com muito mais facilidade. Veja a seguir o que você não pode fazer depois do bronze a jato:

  • Evita buchas no banho;
  • Não faça a esfoliação da pele;
  • Evite fazer depilação ou descoloração depois do procedimento;
  • Não tome banho quente demais ou demore muito nele;
  • Não deixe de hidratar a pele com mais frequência, usando um cremem de boa qualidade. Aliás, o creme não pode ser à base de Óleo, assim ele ajudará a trazer a nutrição necessária para a pele e manter o efeito do bronze.

Em alguns casos é importante estar repetindo as sessões e geralmente essa reaplicação acaba sendo realizada toda semana, ressaltando que não há uma quantidade limite de sessões para se fazer Bronzeamento a Jato.

Não deixe de usar protetor solar depois do procedimento também, ele nunca deve ser deixado de lado. Usar chapéu e óculos escuro sempre que for se expor ao sol também uma boa dica, quanto mais você se proteger, melhor, assim não envelhecerá precocemente e evitará outros problemas de pele causados pelos raios UV.

Mitos e Verdades sobre o Bronzeamento A Jato

O bronzeamento é realizado através de uma espécie de spray que vai esguichando uma substância na pele, de consistência líquida e incolor. Esse componente entra em reação com a Melanina que é produzida pela nossa pele e isso estimula a fixação da cor na região. 
Uma vantagem é que o jato se distribui uniformemente sob a pele e não promove nenhum tipo de queimadura, câncer ou envelhecimento antecipado no local em que é aplicado. Recomenda-se tomar banho só depois de oito hora após a realização do bronze artificial. Mas afinal, muito se fala sobre esse procedimento e nem tudo é verdade. Bora conhecer os mitos e as verdes que abarcam esse tema?
•	O procedimento causa dor: Isso é um grande mito, até porque o Bronzeamento é feito de forma rápida, simples e não causa nenhum tipo de sensação dolorosa. Quando a nossa pele entra em contato com o produto usado no método, ela sofre uma Reação Química que impede qualquer tipo de dor na hora. 
•	Depois de vinte quatro horas já pode tomar sol: Por incrível que pareça, depois que você faz o Bronzeamento a jato, já fica liberada para pegar um solzinho logo depois das primeiras vinte quatro horas após a sessão. A única cautela é que você precisa aplicar Filtro Solar sempre que for se expor ao sol, tendo feito ou não o procedimento. 
•	Existe o risco de perder a vida: Esse mito acaba amedrontando muitas pessoas, mas fique tranquila que esse risco é inexistente. A técnica é bem segura, fato este que possibilita a aplicação a partir dos quinze anos de idade. Além de não trazer riscos de Câncer nem envelhecimento precoce, ajuda ainda a promover o disfarce das celulites e dos vasinhos, prevenindo que aa pele fique com aquele aspeto amarelado. 
•	O efeito só dura entre sete e doze dias: Tecnicamente isso é verdade, pois é a indicação das clínicas que fazem o procedimento. Apesar de que muitos afirmam que dura até quatro dias apenas. O efeito em si pode variar dependendo do tipo da sua pele, por isso, só fazendo para ver como que será com o seu casso, por exemplo. O que podemos afirmar é que pelo processo não penetrar profundamente na pele, naturalmente ele durará menos.  
•	É possível fazer sessões com periodicidade: Sim, este fato é uma verdade.  Você pode estar fazendo várias sessões periódicas para manter o efeito desejado, sem problema nenhum. 
•	Existem contraindicações: Apesar de ser um procedimento muito seguro, não podemos deixar de lado o fato de há sim algumas contraindicações, mesmo elas sendo muito raras. De forma geral podemos dizer que mulheres grávidas, indivíduos que tem alergias ao componente Dihidroxiacetona ou que tem sinais de ferimento na pele não são indicados para passar por um Bronzeamento a jato. 
•	A pele pode acabar ficando com aspecto amarelo ou laranja: Esse medo que muitas pessoas têm é um super mito.  Basicamente existem ativadores na fórmula do produto usado, que proporcionam aquele aspecto de Bronze mais douradinho.  Em vista disso também, os tons mais amarelados ou alaranjados são eficientemente camuflados.
•	O procedimento mancha as suas roupas: Embora haja relatos de que mancha sim, não se pode considerar esse fator uma verdade já que nem todo mundo passa por isso. Então é um mito, porque embora seja recomendado usar um biquíni preto e roupas mais larguinhas em tons mais escuro, caso o produto acabe ficando na roupa, se lavar imediatamente com água e sabão, ela não ficará manchada.   
Enfim, independentemente do método que você vai usar para dar aquela bronzeada, é sempre muito importante tomar todos os cuidados necessárias para proteger a pele e mantê-la saudável. 
O Bronzeamento a Jato é de fato bem prático, principalmente para quem quer ficar mais bronzeada para um determinado evento. Se o foco é ficar um verão todo por exemplo, através dos meios artificiais é bom fazer uma análise e um planejamento, para ver se vale a pena para você, já que o efeito não dura tanto e custo é alto.  
Se você decidir testar o método não deixe de seguir nenhuma orientação do seu profissional, isso é muito importante e faz toda a diferença. Cuide-se!

O bronzeamento é realizado através de uma espécie de spray que vai esguichando uma substância na pele, de consistência líquida e incolor. Esse componente entra em reação com a Melanina que é produzida pela nossa pele e isso estimula a fixação da cor na região.

Uma vantagem é que o jato se distribui uniformemente sob a pele e não promove nenhum tipo de queimadura, câncer ou envelhecimento antecipado no local em que é aplicado. Recomenda-se tomar banho só depois de oito hora após a realização do bronze artificial. Mas afinal, muito se fala sobre esse procedimento e nem tudo é verdade. Bora conhecer os mitos e as verdes que abarcam esse tema?

  • O procedimento causa dor: Isso é um grande mito, até porque o Bronzeamento é feito de forma rápida, simples e não causa nenhum tipo de sensação dolorosa. Quando a nossa pele entra em contato com o produto usado no método, ela sofre uma Reação Química que impede qualquer tipo de dor na hora.
  • Depois de vinte quatro horas já pode tomar sol: Por incrível que pareça, depois que você faz o Bronzeamento a jato, já fica liberada para pegar um solzinho logo depois das primeiras vinte quatro horas após a sessão. A única cautela é que você precisa aplicar Filtro Solar sempre que for se expor ao sol, tendo feito ou não o procedimento.
  • Existe o risco de perder a vida: Esse mito acaba amedrontando muitas pessoas, mas fique tranquila que esse risco é inexistente. A técnica é bem segura, fato este que possibilita a aplicação a partir dos quinze anos de idade. Além de não trazer riscos de Câncer nem envelhecimento precoce, ajuda ainda a promover o disfarce das celulites e dos vasinhos, prevenindo que aa pele fique com aquele aspeto amarelado.
  • O efeito só dura entre sete e doze dias: Tecnicamente isso é verdade, pois é a indicação das clínicas que fazem o procedimento. Apesar de que muitos afirmam que dura até quatro dias apenas. O efeito em si pode variar dependendo do tipo da sua pele, por isso, só fazendo para ver como que será com o seu casso, por exemplo. O que podemos afirmar é que pelo processo não penetrar profundamente na pele, naturalmente ele durará menos. 
  • É possível fazer sessões com periodicidade: Sim, este fato é uma verdade.  Você pode estar fazendo várias sessões periódicas para manter o efeito desejado, sem problema nenhum.
  • Existem contraindicações: Apesar de ser um procedimento muito seguro, não podemos deixar de lado o fato de há sim algumas contraindicações, mesmo elas sendo muito raras. De forma geral podemos dizer que mulheres grávidas, indivíduos que tem alergias ao componente Dihidroxiacetona ou que tem sinais de ferimento na pele não são indicados para passar por um Bronzeamento a jato.
  • A pele pode acabar ficando com aspecto amarelo ou laranja: Esse medo que muitas pessoas têm é um super mito.  Basicamente existem ativadores na fórmula do produto usado, que proporcionam aquele aspecto de Bronze mais douradinho.  Em vista disso também, os tons mais amarelados ou alaranjados são eficientemente camuflados.
  • O procedimento mancha as suas roupas: Embora haja relatos de que mancha sim, não se pode considerar esse fator uma verdade já que nem todo mundo passa por isso. Então é um mito, porque embora seja recomendado usar um biquíni preto e roupas mais larguinhas em tons mais escuro, caso o produto acabe ficando na roupa, se lavar imediatamente com água e sabão, ela não ficará manchada.   

Enfim, independentemente do método que você vai usar para dar aquela bronzeada, é sempre muito importante tomar todos os cuidados necessárias para proteger a pele e mantê-la saudável.

O Bronzeamento a Jato é de fato bem prático, principalmente para quem quer ficar mais bronzeada para um determinado evento. Se o foco é ficar um verão todo por exemplo, através dos meios artificiais é bom fazer uma análise e um planejamento, para ver se vale a pena para você, já que o efeito não dura tanto e custo é alto.  

Se você decidir testar o método não deixe de seguir nenhuma orientação do seu profissional, isso é muito importante e faz toda a diferença. Cuide-se!

Avatar

Written by Carolina Santos

Tipos de Anticoncepcionais Mais Usados

Demaquilante Caseiro: Como Fazer?